Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Glicose - Bula do remédio

Glicose com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Glicose têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Glicose devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Isofarma

Apresentação de Glicose

Solução injetável, hipertônica, estéril e apirogênica de:
- Glicose 25%:
- 10 mL em embalagem com 200 ampolas plásticas de polietileno transparentes
- 20 mL em embalagem com 100 ampolas plásticas de polietileno transparentes
- Glicose 50%:
- 10 mL em embalagem com 200 ampolas plásticas de polietileno transparentes
- 20 mL em embalagem com 100 ampolas plásticas de polietileno transparentes
USO INTRAVENOSO
USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Glicose - Indicações

Isofarma – solução de Glicose 25% - 50% é indicado como fonte calórica em nutrição parenteral, atuando no tratamento da redução de carboidratos e fluidos.

Contra-indicações de Glicose

Isofarma – solução de Glicose 25% - 50% é contra-indicado diante dos seguintes casos: coma diabético e insuficiência renal.
Em pacientes com anúria, hemorragia intracraneal ou intra-espinhal, em delirium tremens ou desidratação aguda não compensada.

Advertências

Antes de administrar este medicamento, é indispensável:
- verificar o prazo de validade;
- não administrá-lo, se houver turvação, depósito ou violação do recipiente;
- evitar extravasamentos.
Após observar essas precauções, administrar este medicamento lentamente, evitando assim transvasamento da veia.

Uso na gravidez de Glicose

Categoria C:
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Interações medicamentosas de Glicose

Não há relatos de interações medicamentosas. Porém, aconselha-se o uso como diluente para outros medicamentos quando indicado pelo fabricante dos mesmos.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Glicose

Por ser uma solução hiperosmótica e por apresentar pH baixo, pode causar dor local, irritação da veia, tromboflebite e necrose do tecido, quando ocorrer transvasamento de solução.
A infusão rápida de Isofarma – solução de Glicose 25% - 50% pode levar à síndrome hiperosmolar, especialmente em pacientes com uremia crônica.
Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária – NOTIVISA, disponível em www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a Vigilância Sanitária Estadual www.nuvis.ce.gov.br ou Municipal.

Glicose - Posologia

A administração deste medicamento é definida a critério médico e de acordo com as necessidades individuais de cada paciente.
A dosagem deve ser adaptada de acordo com as necessidades de líquidos e eletrólitos de cada paciente.
Uso em crianças, idosos e outros grupos de risco
No caso de crianças, neonatos, idosos e outros grupos de risco, este medicamento não apresenta restrição, desde que seja feito monitoramento desses pacientes.

Superdosagem


Isofarma – solução de Glicose 25% - 50%, quando administrada prolongadamente ou na infusão de grandes volumes, pode resultar em desidratação e consequente indução ao estado de hiperglicemia.
Em caso de intoxicação, ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.
USO RESTRITO A HOSPITAIS

Características farmacológicas

Na Nutrição Parenteral, a Glicose constitui a fonte ideal de carboidratos por ser um nutriente facilmente metabolizado a dióxido de carbono e água, via ácido pirúvico ou láctico, liberando energia que é rapidamente absorvida no trato gastro-intestinal.
As calorias não protéicas geradas exercem efeito de poupança das proteínas, evitando o consumo deste nutriente como fonte de energia. As proteínas do corpo são preservadas e quadros de cetose e acidose são evitados.
Todas as células do corpo são capazes de oxidar a Glicose, constituindo a principal fonte de energia metabólica celular.
Quando uma solução hipertônica de Glicose é administrada por via intravenosa, esta causa desidratação celular, podendo ser benéfica no tratamento de edema cerebral, choque e colapso circulatório.
Estas soluções também podem desencadear diurese osmótica. Quando excesso de Glicose está presente no filtrado glomerular, em condições de ser reabsorvida no túbulo renal, ocorre excreção de um equivalente osmótico de água. Quantidades adicionais de eletrólitos extracelulares também são reabsorvidas nos túbulos renais durante a diurese osmótica.

Resultados de eficácia

Como objeto de estudo, a eficiência terapêutica do produto se faz consagrada e registrada no meio científico pelo uso e aplicação na prática da área farmacêutica, estando suas características inscritas e comprovadas pelo compêndio oficial de renome United States Pharmacopeia.

Modo de usar

O uso de Isofarma – solução de Glicose 25% - 50% é através da administração intravenosa lenta.
Após a abertura da ampola, descartar imediatamente o volume não utilizado.
Instruções para a abertura da ampola de Isofarma – solução de Glicose 25% - 50%
Segure a ampola na posição vertical e dê leves batidas na parte superior da ampola. Dessa forma, você irá remover a porção de líquido localizada em seu colo. Caso fique retida uma pequena quantidade de líquido, isto não prejudicará o volume a ser utilizado (figura 1).
Com a ampola na posição vertical, dobre o gargalo para frente (45º) (figura 2) e para trás (45º) (figura3).
Segure firmemente o twist-off (aletas laterais) (figura 4) e gire-o no sentido anti-horário (figura 5), até abrir completamente a ampola plástica.
Insira a seringa a ser utilizada na abertura da ampola plástica (figura 6).
Inverta a ampola plástica e retire o seu conteúdo, puxando o êmbolo da seringa adequadamente (figura 7). É comum permanecer um discreto volume de líquido no interior da ampola.
Quando esvaziada, remova a ampola da seringa, mantendo o seu êmbolo puxado (figura 8).

Armazenagem

Isofarma – solução de Glicose 25% - 50% deve ser conservado em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C), protegido da umidade.
Não armazenar Glicose adicionada de medicamentos.
Este medicamento tem validade de 24 meses a partir da data de sua fabricação.
Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Dizeres legais

USO RESTRITO A HOSPITAIS
VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA
MS - 1.5170.0001
Farmacêutico Responsável: Kerusa Gurgel Tamiarana
CRF-CE n° 1462
Isofarma Industrial Farmacêutica Ltda
Rua Manoel Mavignier, 5000 – Precabura
Eusébio – CE – CEP: 61.760-000
CNPJ: 02.281.006/0001-00
Indústria Brasileira
SAC 90 (XX) 85 3878.0900 – sac@isofarma.com.br www.isofarma.com.br

Data da bula

28/11/2011

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal