Feed

Já é assinante?

Entrar

Enablex - Bula do remédio

Enablex com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Enablex têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Enablex devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Novartis

Apresentação de Enablex

Comprimidos de liberação prolongada com 7,5 mg ou 15 mg. Caixas com 14 ou 28 comprimidos.

Enablex - Indicações

Enablex é indicado para o tratamento da hiperatividade vesical (bexiga hiperativa ou instável). Os sintomas de bexiga hiperativa incluem urgência, urge-incontinência urinária e aumento da freqüência de micção.

Contra-indicações de Enablex

Enablex é contra-indicado em pacientes com: hipersensibilidade à darifenacina ou a qualquer um dos excipientes do produto; com retenção urinária; retenção gástrica ou glaucoma de ângulo estreito não-controlado.

Advertências

Enablex deve ser administrado com precaução a pacientes com obstrução clinicamente significativa do fluxo urinário vesical, risco de retenção urinária, constipação grave (definida como dois episódios de evacuação por semana ou menos), alterações obstrutivas do trato gastrintestinal, como estenose pilórica (ver CONTRA-INDICAÇÕES) ou com risco de diminuição da motilidade gastrintestinal. Enablex deve ser utilizado com precaução em pacientes sendo tratados de glaucoma de ângulo estreito (ver CONTRA-INDICAÇÕES).

Uso na gravidez de Enablex

Uso na gravidez: não há estudos de darifenacina em mulheres grávidas. Enablex somente deve ser usado durante a gravidez se os benefícios para a mãe superarem o risco potencial para o feto (ver Dados de segurança pré-clinica). Uso na lactação: a darifenacina é excretada no leite de ratas. Não se sabe se a darifenacina é excretada no leite humano e, portanto, deve-se ter cautela antes de administrar Enablex a lactantes.

Interações medicamentosas de Enablex

Efeitos de outros medicamentos sobre a darifenacina O metabolismo da darifenacina é mediado principalmente pelas enzimas do citocromo P450: CYP2D6 e CYP3A4. Portanto, inibidores destas enzimas podem alterar a farmacocinética da darifenacina. Não foram observadas maiores questões relacionadas à segurança em qualquer dos estudos clínicos e não foram observados eventos adversos sérios relacionados ao tratamento. Inibidores da CYP2D6: não é necessário ajuste de doses na presença de inibidores da CYP2D6. No estado de equilíbrio, a exposição à darifenacina na dose de 30 mg uma vez ao dia (duas vezes maior que a dose diária recomendada) foi 33% maior na presença do potente inibidor da CYP2D6, paroxetina 20 mg. Inibidores da CYP3A4: não é necessário ajuste de doses na presença de inibidores moderados da CYP3A4 (ex.: fluconazol, eritromicina). A dose diária de darifenacina não deve exceder 7,5 mg quando administrado com inibidores potentes da CYP3A4 (ex.: cetoconazol, itraconazol, miconazol, troleandomicina, nefazodona ou ritonavir). Efeitos da darifenacina sobre outros medicamentos Substrato de CYP2D6: deve-se ter cuidado quando a darifenacina é usada juntamente com medicamentos que são predominantemente metabolizados pela CYP2D6 e que possuem uma janela terapêutica estreita, como a flecainida, tioridazina ou antidepressivos tricíclicos como a imipramina. Substrato de CYP3A4: a darifenacina não apresentou efeito clinicamente relevante no substrato de CYP3A4 durante a exposição ao midazolam e não teve efeito sobre a farmacocinética dos contraceptivos orais levonorgestrel ou etinilestradiol. Outros medicamentos varfarina A conduta de monitorar o tempo de protrombina para varfarina deve ser mantida. O efeito da varfarina no tempo de protrombina não foi alterado quando administrado com darifenacina. digoxina A conduta de monitorar a digoxina deve ser mantida. A darifenacina em dose de 30 mg uma vez ao dia (duas vezes maior que a dose diária recomendada) administrada com digoxina resultou, no estado de equilíbrio, em um pequeno aumento na exposição à digoxina. Deve-se monitorar a terapêutica da digoxina quando se iniciar e terminar o tratamento com a darifenacina ou quando alterar a dose de darifenacina. Agentes antimuscarínicos O uso concomitante de Enablex com outros agentes antimuscarínicos pode aumentar a freqüência e/ou gravidade dos efeitos farmacológicos antimuscarínicos como boca seca, constipação e visão borrada.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Enablex

De acordo com o perfil farmacológico, as reações adversas relacionadas à droga (ADRs) em três estudos Fase III (n=1069) mais comuns foram boca seca (20,2% e 35,0% para as doses de 7,5 mg e 15 mg, respectivamente versus 8,0% do placebo) e constipação (14,8% e 21,0% para as doses de 7,5 mg e 15 mg, respectivamente versus 5,4% do placebo). Entretanto, as taxas de descontinuação devido a essas reações adversas foram baixas (boca seca: 0% e 0,9% para 7,5 mg e 15 mg de darifenacina, respectivamente; constipação: 0,6% e 1,2% para 7,5 mg e 15 mg de darifenacina, respectivamente). Nos estudos clínicos pivotais com doses de 7,5 mg e 15 mg de darifenacina, as reações adversas relacionadas à droga foram relatadas conforme a tabela a seguir. A maioria foi leve a moderada e não resultou em descontinuação, para a maioria dos pacientes. A incidência de eventos adversos graves com darifenacina 7,5 mg e 15 mg, uma vez ao dia, foi similar ao placebo. Tabela 2 Reações adversas ao fármaco com comprimidos de liberação prolongada Enablex 7,5 e 15 mg (dados coletados de três estudos Fase III – A1371041, A1371002 e A1371001) Freqüência estimada: muito comum >= 10%, comum >= 1% a < 10%, incomum = 0,1% a < 1%. Gerais Comum Incomum Dor de cabeça, dor abdominal Astenia, ferimento acidental, edema de face Cardiovascular Incomum Hipertensão Digestivo Muito comum Comum Incomum Boca seca, constipação Dispepsia, náusea Diarréia, flatulência, estomatite ulcerativa Metabolismo e nutrição Incomum Aumento de enzimas hepáticas (TGO e/ou TGP), edema periférico, edema Nervoso Incomum Tontura, insônia, sonolência, alteração do pensamento Respiratório Incomum Rinite, tosse aumentada, dispnéia Pele e anexos Incomum Pele seca, erupção cutânea, prurido, sudorese Sentidos especiais Comum Incomum Olhos secos Alterações visuais, alteração do paladar Urogenital Incomum Distúrbios do trato urinário, impotência, infecção do trato urinário, vaginite, dor na bexiga Em um estudo de dose titulada flexível (n=395), que avaliou o regime de dose aprovado para comercialização, o perfil geral da ADR foi comparável àqueles observados na análise coletada dos três estudos pivotais de dose fixas, com a diferença mais relevante nas ADRs mais comuns. Boca seca foi reportada em 18,7% dos pacientes tratados com darifenacina e em 8,7% daqueles tratados com placebo. Foi reportada constipação em 20,9% e 7,9% dos pacientes com darifenacina e placebo, respectivamente. As taxas de descontinuação devido a essas ADRs em pacientes tratados com darifenacina foram baixas (boca seca: 0,7%; constipação: 2,2%). A incidência de reações adversas com as doses de Enablex de 7,5 mg e 15 mg diminuiu durante o período de tratamento maior do que 6 meses. Uma tendência similar é também observada para as taxas de descontinuação.

Enablex - Posologia

Enablex deve ser utilizado por via oral. Adultos: para todos os pacientes, a dose inicial recomendada é de 7,5 mg ao dia. Para pacientes que necessitam de maior alívio de sintomas, a dose pode ser aumentada para 15 mg ao dia, a partir de duas semanas do início do tratamento, com base em respostas individuais. Idosos: não é necessário ajuste de doses em pacientes idosos (ver Farmacocinética). Crianças: nenhum estudo foi realizado em crianças. Dessa forma, até que mais informações estejam disponíveis, Enablex não é recomendado para ser usado em crianças. Insuficiência renal: não é necessário ajuste de doses em pacientes com insuficiência renal (ver Farmacocinética). Insuficiência hepática: há um risco de exposição aumentada nessa população (ver Farmacocinética), entretanto, nenhum ajuste de dose é requerido em pacientes com insuficiência hepática moderada (Child Pugh A). A dose diária de Enablex não deve exceder 7,5 mg em pacientes com insuficiência hepática moderada (Child Pugh B). Enablex não é recomendado para pacientes com insuficiência hepática grave (Child Pugh C).

Superdosagem

A superdose com darifenacina pode potencialmente levar a efeitos antimuscarínicos graves e deve ser tratada de acordo. O objetivo do tratamento deve ser a reversão dos sintomas antimuscarínicos, sob supervisão médica. O uso de agentes como fisostigmina pode ajudar na reversão destes sintomas.

Enablex - Informações

A darifenacina é um potente antagonista seletivo do receptor muscarínico M3, que apresenta seletividade 9 a 59 vezes maior pelo receptor M3 em relação aos receptores M1, M2, M4 e M5 humanos. O receptor M3 é o principal subtipo que controla a contração do músculo detrusor da bexiga urinária. Estudos cistométricos realizados com darifenacina em pacientes com contrações involuntárias da bexiga, mostraram, após o tratamento com darifenacina, capacidade da bexiga aumentada, como demonstrado por um aumento do limiar volumétrico para contrações instáveis e freqüência diminuída de contrações instáveis do detrusor. Estes dados são consistentes com as observações clínicas de que a darifenacina aumenta a capacidade da bexiga e diminui a urgência e a freqüência da incontinência e da micção. De acordo com o perfil de seletividade, a incidência de reações adversas relacionadas ao sistema nervoso central, em todas as doses, foi similar a do placebo. A incidência de reações adversas cardiovasculares, como taquicardia, foi menor do que 1% em todas as doses e não aumentou com a dose. Como é esperado desta classe de drogas, foram observados trânsito do cólon prolongado e fluxo salivar diminuído, de forma dependente da dose. A tabela a seguir mostra os resultados de eficácia primária e secundária, após 12 semanas, para darifenacina 7,5 mg e 15 mg em dose fixa de uma vez ao dia.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal