Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Estandron p

Estandron p - Bula do remédio

Estandron p com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Estandron p têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Estandron p devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Organon

Apresentação de Estandron p

sol. inj. cx. c/ 1 ampola c/ 1 ml Cada ml contém: Benzoato de estradiol 1 mg. Fenilpropionato de estradiol 4 mg. Propionato de testosterona 20 mg. Fenilpropionato de testosterona 40 mg. Isocaproato de testosterona 40 mg.

Estandron p - Indicações

Sintomas de deficiência de estrógenos associados com a menopausa natural ou cirúrgica. Inibição da lactação.

Contra-indicações de Estandron p

Gravidez; distúrbios cardiovasculares ou cerebrovasculares, por exemplo, tromboflebites, processos tromboembólicos ou história dessas condições; hipertensão grave; distúrbios hepáticos graves, icterícia colestática, história de icterícia gravídica ou icterícia originária pelo uso de estrógeno/andrógeno; síndrome de Rotor e síndrome de Dubin-Johnson. N.B.: O uso de preparados contendo estrógeno/andrógeno não é contra-indicado em pacientes com história de hepatite, em que as funções hepáticas são normais; história ou suspeita de tumores estrógeno-dependentes; hiperplasia endometrial; sangramento vaginal não-diagnosticado; hemoglobinopatias (por exemplo: anemia drepanocítica); porfíria; hiperlipoproteinemia, especialmente na presença de outros fatores de risco que predisponham a distúrbios cardiovasculares; histórico, durante a gravidez ou previamente ao uso de estrógenos, de pruridos intensos, herpes gestacionais ou uma deterioração da otosclerose.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Estandron p

As seguintes reações adversas têm sido associadas com a terapia estrogênica ou androgênica ou ambas: Trato genitourinário: Hemorragia intermenstrual, proliferação endometrial, produção excessiva de muco cervical, aumento do tamanho do fibroma uterino, agravamento da endometriose, aumento do clitóris. Mamas: Sensibilidade, dor, aumento do volume, secreção. Trato gastrintestinal: Náusea, vômito, colelitíase, icterícia colestática. Sistema cardiovascular: Trombose, elevação da pressão sangüínea. Pele: Eritema nodoso, erupção, pele oleosa, acne, hirsutismo. Olhos: Desconforto da córnea, caso sejam utilizadas lentes de contato. SNC (Sistema Nervoso Central): Cefaléia, enxaqueca, alteração do humor. Várias: Retenção de água e sal, redução da tolerância à glicose, alteração do peso corpóreo, rouquidão ou intensificação da voz.

Estandron p - Posologia

1 ampola de 1 ml a cada 3-4 semanas ou com intervalos maiores, dependendo da necessidade clínica. A fim de prevenir hiperplasia do endométrio para as pacientes com útero intacto , deverá ser administrado um progestágeno durante 12 dias do ciclo, iniciando-se 2 semanas antes da próxima injeção. Três ampolas de 1 ml, imediatamente após o parto, ou 1 ampola de 1 ml ao dia por 3 dias consecutivos.

Estandron p - Informações

Estandron p é uma combinação de ésteres de estradiol e ésteres de testosterona, de rápida e longa duração de ação. A administração de estrógenos e andrógenos oferece vantagens especiais no tratamento das condições de deficiência estrogênica. Na mulher, os andrógenos antagonizam a ação dos estrógenos nos órgãos genitais pela competição pelos receptores estrogênicos. Além disso, os ésteres de testosterona contribuem para a eficácia do produto, melhorando a sensação de bem-estar e exercendo uma influência favorável sobre a libido. Após a administração, a ação de benzoato de estradiol e propionato de testosterona inicia quase que imediatamente e continua por alguns dias, enquanto que a ação dos outros ésteres começa mais tarde e continua por algumas semanas. Como resultado, Estandron p tem rápido início de ação e sua duração de ação é de aproximadamente 3 semanas.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal