Feed

Já é assinante?

Entrar

Estradot

Estradot - Bula do remédio

Estradot com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Estradot têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Estradot devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Novartis

Apresentação de Estradot

Estradot 50 MCG. emb. c/ 8 sistemas adesivos transdérmicos. Estradot 100 MCG. emb. c/ 8 sistemas adesivos transdérmicos.

Estradot - Indicações

Terapia de reposição estrogênica para o tratamento dos sintomas da pós-menopausa natural ou cirurgicamente induzida. Prevenção da osteoporose da pós-menopausa.

Contra-indicações de Estradot

- Hipersensibilidade aos estrogênios ou aos componentes deste produto. - Gravidez suspeita ou confirmada e lactação. - Sangramento vaginal anormal de causas desconhecidas. - Suspeita ou confirmação de câncer de mama. - Suspeita ou confirmação de neoplasia estrogênio-dependente. - Doença hepática grave atual ou pregressa sem normalização da função hepática. - Trombose venosa ativa evidente (trombose venosa profunda, embolia pulmonar) nos últimos dois anos. - Histórico prévio de fenômenos trombo-embólicos (FTE) de repetição ou trombofilia conhecida para a qual já se tenha administrado terapia anticoagulante (veja Precauções e Advertências-).

Reações adversas / Efeitos colaterais de Estradot

Tromboembolismo venoso, como trombose venosa profunda e embolia pulmonar, ocorrem mais freqüentemente em mulheres fazendo uso da TRH do que naquelas que não fazem uso da TRH. Para maiores informações, veja Contra-indicações- e Advertências e Precauções-. A reação adversa mais relatada foi um leve eritema no local de aplicação do adesivo. Também foram relatados um leve prurido e rash ao redor do local de aplicação. O eritema foi observado após a remoção do adesivo do local de aplicação na pele. As seguintes reações adversas adicionais foram relatadas com a terapia com estrógenos: - Sistema geniturinário: Alterações no padrão de sangramento vaginal e sangramento de privação anormal; sangramento de escape, spotting, aumento no tamanho de leiomiomas uterinos, candidíase vaginal; alteração na quantidade de secreção cervical. • Mamas: hipersensibilidade, aumento de volume. • Gastrintestinal: Náuseas, vômitos, cólicas abdominais, distensão; icterícia colestática; doença na vesícula biliar. • Pele: Cloasma ou melasma persistenet após a interrupção da medicação; eritema multiforme; eritema nodoso; erupção hemorrágica; perda de cabelo do couro cabeludo; hirsutismo. • Olhos: aumento da curvatura da córnea; intolerância a lentes de contato. • Sistema nervosos central: cefaléia, enxaqueca, tontura, depressão, coréia. • Outros: aumento ou diminuição do peso; diminuição da tolerância a carboidratos; agravo da porfiria; edema; alterações na libido.

Estradot - Posologia

Adultos, incluindo pacientes idosas: Dosagem: Sintomas do climatério: Estradot está disponível em duas dosagens diferentes: 50 e 100 mcg. O tratamento usualmente é iniciado com um adesivo de Estradot de 50 mcg/dia aplicado a cada três ou quatro dias (ou seja, duas vezes por semana). Dependendo da resposta clínica, a dose pode ser ajustada às necessidades individuais da paciente. Se após três meses houver resposta insuficiente no alívio dos sintomas, pode- se aumentar a dose. Se surgirem sintomas de superdosagem (p. ex. hipersensibilidade das mamas), a dose pode ser diminuída. A terapia de manutenção deve sempre utilizar a menor dose terapeuticamente eficaz. Prevenção da osteoporose na pós- menopausa Estradot está disponível em dois sistemas de potências diferentes: 50 e 100 mcg. O tratamento deve ser iniciado com um adesivo de Estradot de 50 mcg/dia. Ajustes podem ser feitos usando-se adesivos de Estradot de 50 e 100 mcg. Em pacientes com útero intacto, Estradot deve ser administrado em um esquema cíclico, ou seja, três semanas de tratamento seguidas por uma semana sem tratamento. Na semana sem tratamento, pode ocorrer sangramento vaginal. Em mulheres histerectomizadas ou nas quais sintomas graves da deficiência de estrogênio reaparecem na semana sem tratamento, deve-se administrar Estradot continuamente. Em pacientes com útero intacto, a terapia com progestógeno deve ser associada por, no mínimo, 12 dias por mês, no último período do esquema de 3 semanas de tratamento (administração cíclica) ou nos últimos dias de cada mês (administração contínua). Em mulheres que não estão fazendo uso de estrógenos orais ou que estão trocando uma outra terapia transdérmica de estradiol por Estradot, o tratamento pode ser iniciado imediatamente. Em mulheres que estão fazendo uso de estrógenos por via oral, o tratamento com Estradot deve ser iniciado uma semana após a interrupção da terapia de reposição hormonal oral, ou mais precocemente se os sintomas menopáusicos reaparecerem dentro de uma semana. Método de administração A face adesiva de Estradot deve ser colocada em uma área limpa e seca do abdome. Estradot não deve ser aplicado nas mamas. Estradot deve ser trocado duas vezes por semana. Os locais de aplicação devem ser alternados, com um intervalo de no mínimo 1 semana entre aplicações em um mesmo local em particular. A área selecionada não pode estar oleosa, ferida ou irritada. A região da cintura deve ser evitada, uma vez que roupas justas podem descolar o adesivo. O sistema deve ser aplicado imediatamente após se abrir o sachê e remover a película protetora. O adesivo deve ser pressionado firmemente no local com a palma da mão por cerca de 10 segundos, assegurando-se de que haja bom contato, especialmente ao redor das bordas. No caso do sistema se desprender, o mesmo sistema pode ser reaplicado. Se necessário, um novo sistema pode ser aplicado. Em qualquer caso, o esquema de tratamento original deve ser continuado. Crianças Estradot não deve ser utilizado em crianças.

Estradot - Informações

O princípio ativo de Estradot, 17 ß-estradiol, é química e biologicamente idêntico ao 17 ß-estradiol humano endógeno e é classificado como um estrógeno natural. O uso do 17 ß-estradiol na terapia de reposição hormonal (TRH) compensa a diminuição da produção de estrógeno e alivia seus sintomas em mulheres na pós-menopausa. O estradiol previne a perda óssea após a menopausa ou após a ovariectomia.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal