Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Floratil

Floratil - Bula do remédio

Floratil com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Floratil têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Floratil devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Merck

Apresentação de Floratil

cáps. 100 mg caixa c/ 12 un. cáps. 200 mg caixa c/ 6 un. Pó 200 mg (ped) caixa c/ 6 env. Pó 1g (ped) caixa c/ 4 env.

Floratil - Indicações

Floratil/Floratil PEDIÁTRICO estão indicados: - Como agente antidiarréico profilático e terapêutico. - Como restaurador da flora intestinal fisiológica.

Contra-indicações de Floratil

Não são conhecidas, até o momento, condições que contra-indiquem o uso de Floratil e Floratil PEDIÁTRICO.

Advertências

Por ser produto não absorvido, portanto desprovidos de ações sistêmicas, desconhecem-se restrições ao uso de Floratil (100 e 200 mg), que pode ser empregado também em gestantes, mulheres que estejam amamentando e lactentes. Os produtos não podem ser ingeridos juntamente com bebidas alcoólicas.

Uso na gravidez de Floratil

veja advertências

Interações medicamentosas de Floratil

Uma vez que seu princípio ativo é um levedo (Saccharomyces boulardii - 17), Floratil (100 e 200 mg) não deve ser administrado juntamente com agentes fungistáticos e fungicidas, como os poliênicos e os derivados do imidazol, que poderiam inativar o produto, reduzindo ou anulando seu efeito terapêutico.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Floratil

Não são conhecidos, até o momento, relatos sobre a ocorrência de reações adversas decorrentes do uso de Floratil e Floratil PEDIÁTRICO. Em algumas crianças ou lactentes, pode-se observar odor de fermento nas fezes, sem qualquer significado nocivo.

Floratil - Posologia

Floratil 100 mg - cápsulas - Nas diarréias agudas: duas cápsulas, duas vezes ao dia. - Nas diarréias crônicas e na profilaxia das diarréias por antibioticoterapia: uma cápsula, duas vezes ao dia. As cápsulas devem ser ingeridas inteiras, sem mastigar, com um pouco de líquido. Em caso de necessidade (crianças ou pacientes com dificuldades de engolir), abrir as cápsulas e misturar seu conteúdo a líquidos ou alimentos semi-sólidos. Não adicionar o produto a líquidos ou alimentos quentes (acima de 60oC) ou gelados, assim como a bebidas alcoólicas. O preparado deve ser administrado, de preferência, em jejum ou meia hora antes das refeições. No caso de pacientes sob tratamento com antibióticos e quimioterápicos, administrar Floratil um pouco antes desses agentes. Floratil PEDIÁTRICO - Nas diarréias agudas: um envelope, duas vezes ao dia. - Nas diarréias crônicas e na profilaxia da diarréia por antibioticoterapia: um envelope ao dia. O conteúdo dos envelopes deve ser misturado a pequenas quantidades de líquidos ou alimentos semi-sólidos. Não adicionar o produto a alimentos ou líquidos quentes (acima de 60oC) ou gelados, assim como a bebidas alcoólicas. O preparado deve ser administrado, de preferência, em jejum ou meia hora antes das refeições. No caso de pacientes sob tratamento com antibióticos e quimioterápicos, administrar Floratil PEDIÁTRICO um pouco antes desses agentes. Após a abertura das cápsulas ou envelopes, Floratil/Floratil PEDIÁTRICO devem ser imediatamente ingeridos, pois o contato com o ar e a umidade alteram o prazo de validade dos produtos. A posologia de Floratil/Floratil PEDIÁTRICO pode ser alterada a critério médico. Na maioria dos casos, são suficientes dois a três dias de tratamento. Se a diarréia persistir após cinco dias, deve-se rever o diagnóstico e modificar a terapia.

Superdosagem

Em estudos de toxicologia animal, não foi possível determinação da DL50, mesmo empregando-se doses muito superiores às indicadas para o homem.

Floratil - Informações

Floratil/Floratil PEDIÁTRICO são preparados biológicos cujo princípio ativo é o levedo Saccharomyces boulardii - 17, que foi isolado de frutas silvestres tropicais. É um microrganismo vivo, resistente à ação dos sucos gástrico, entérico e pancreático, assim como à da bile, antibióticos e quimioterápicos. Floratil/Floratil PEDIÁTRICO beneficiam o desenvolvimento da flora intestinal fisiológica, impedindo a proliferação dos germes potencialmente nocivos ao tubo digestivo. Diversas propriedades do Saccharomyces boulardii - 17 contribuem para explicar o efeito antidiarréico de Floratil/Floratil PEDIÁTRICO: - Antagonismo microbiano - pode-se demonstrar in vitro que o Saccharomyces boulardii - 17 inibe o crescimento de diferentes agentes patogênicos, tais como Proteus, Escherichia coli, Shigella, Salmonella, Pseudomonas, Staphylococcus e Candida albicans. Foi também demonstrada inibição in vivo do desenvolvimento desse último microrganismo. - Síntese de vitaminas do complexo B - produção de tiamina, riboflavina, ácido pantotênico, piridoxina e ácido nicotínico. - Aumento da atividade enzimática - o tratamento oral de voluntários humanos e ratos, com Saccharomyces boulardii - 17, está relacionado com aumento acentuado na atividade das dissacaridases (sacarase, lactase e maltase). A ação do Saccharomyces boulardii - 17 na diarréia infecciosa, ao que tudo indica, está associada ao seu efeito antagônico direto, à estimulação do antagonismo biológico das bactérias Coli não-patogênicas e às propriedades metabólicas do levedo que, administrado em concentrações elevadas, impede o desenvolvimento de populações bacterianas anormalmente proliferadas, resta-belecendo o equilíbrio da flora normal. Essa ação antagônica do Saccharomyces boulardii - 17 sobre microrganismos e fungos patogênicos, em especial Candida albicans, pode explicar, ainda sua ação sobre a diarréia que surge em decorrência da antibioticoterapia. Com relação às diarréias osmóticas, a ação terapêutica de Floratil/Floratil PEDIÁTRICO talvez possa ser atribuída, em parte, à complementação enzimática, aumentando a capacidade digestiva e, em parte, ao restabele-cimento do equilíbrio da flora do intestino delgado, com crescimento anormal em função dos carboidratos não absorvidos.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal