Feed

Já é assinante?

Entrar

Florax - Bula do remédio

Florax com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Florax têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Florax devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Hebron

Apresentação de Florax

Flaconetes c/ 5 un.

Florax - Indicações

- Distúrbios da flora intestinal causados por germes patógenos. - Distúrbios da flora intestinal causados pelo uso de antibióticos.

Contra-indicações de Florax

Pacientes com hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da fórmula.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Florax

Não foram relatadas até o momento a intensidade e freqüência das reações adversas, colaterais ou alterações de exames laboratoriais com o uso do Florax.

Florax - Posologia

Uso por via oral: Tomar o conteúdo de 1 flaconete de 12/12 horas ou a critério médico. Deve ser tomado de preferência, com algum tipo de líquido, nos intervalos das refeições.

Florax - Informações

Este medicamento é um antiinfeccioso e probiótico, constituído pela cultura de Saccharomyces cerevisiae FR 1972, o qual é um levedo não patogênico e que, a exemplo de outras cepas de Saccharomyces, apresenta atividade bactericida/bacteriostática sobre germes patógenos intestinais. Este levedo é capaz de realizar a síntese de vitaminas do complexo B, possui atividade antimicrobiana, estimula o sistema retículo-endotelial, exerce ação enzimática complementar ao suco digestivo, sendo ainda resistente às secreções gástricas e duodenais, e aos antibióticos e quimioterápicos, mesmo em concentrações superiores às que são observadas no tubo digestivo durante os tratamentos. Além disso, apresenta propriedades benéficas para a flora normal. Acredita-se que a ação do Saccharomyces na diarréia infecciosa, pode estar relacionada a um efeito antagônico direto do levedo, administrado em altas concentrações, frente a populações bacterianas anormalmente elevadas. O mecanismo de ação do Saccharomyces tem sido estudado por vários autores, com destaque para a ação de duas proteínas produzidas por esta levedura: bacteriocina e a killer toxina. A bacteriocina é uma proteína de alto peso molecular dotada de ação antibiótica, e a killer toxina, proteína de peso molecular 11.470. A cepa do Saccharomyces cerevisiae FR 1972, estudada pelo Departamento de Antibióticos da Universidade Federal de Pernambuco, apresentou-se com boa atividade terapêutica em pacientes portadores de distúrbios da flora intestinal, causados por microorganismos patógenos ou pelo uso de antibióticos.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal