Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Hepatilon

Hepatilon - Bula do remédio

Hepatilon com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Hepatilon têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Hepatilon devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Kleyhertz

Apresentação de Hepatilon

Solução oral: cartucho contendo frasco de vidro com 150 ml e cartuchos contendo 12, 24 e 60 flaconetes de 10 ml.

Hepatilon - Indicações

Hepatilon é indicado como colagogo, colerético e no tratamento sintomático de distúrbios gastrointestinais espásticos.

Contra-indicações de Hepatilon

Hepatilon é contra-indicado em pacientes que apresentem obstrução biliar e doenças hepáticas severas, em pacientes alérgicos a algum dos componentes da fórmula. Em caso de cálculo biliar, usar apenas após recomendação médica. Não deve ser utilizado na gravidez e na lactação a não ser sob orientação médica.

Advertências

Informar ao médico sobre qualquer medicamento que esteja tomando, antes do início ou durante o tratamento. Não é recomendado utilizar este medicamento de uma maneira contínua por um período maior de que 4 semanas.

Uso na gravidez de Hepatilon

Não deve ser utilizado na gravidez e na lactação a não ser sob orientação médica.

Interações medicamentosas de Hepatilon

Apesar de não existirem relatos de interações medicamentosas, informe seu médico se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Hepatilon

Embora não existam relatos de reações adversas a este medicamento, em caso de aparecimento de reações indesejáveis, o médico deverá ser consultado.

Hepatilon - Posologia

Ingerir 10 ml ou 1 flaconete, 4 vezes ao dia.

Superdosagem

Em caso de superdose acidental, consultar o médico imediatamente. Uma dose elevada de preparações contendo Boldo causa os seguintes sintomas: vômito, espasmos e irritação renal.

Hepatilon - Informações

PRODUTO FITOTERÁPICO Nome científico: Peumus boldus (Mols.) Lyons. Nome da família botânica: Monimiaceae. Nome popular: boldo. Parte usada: folhas. A planta Peumus boldus (Mol.) Lyons (Monimiaceae) –boldo do Chile e seus extratos é uma planta inscrita em várias farmacopéias (Brasileira, Européia, Comissão E Alemã e ESCOP). O uso desta planta e/ou de seus extratos é considerado seguro e eficaz pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. O marcador químico e terapêutico recomendado pela ANVISA é a boldina (ANVISA- RE 89/2004). A sua composição química caracteriza-se principalmente pela presença de substâncias alcaloídicas com núcleo aporfínico (boldina, isoboldina principalmente) em teores variáveis (0,1 a 0,3% de alcalóides totais) dos quais a boldina é o alcalóide principal. As atividades farmacológicas de Peumus boldus Mol (Lyons) foram documentadas em várias obras farmacopéicas e literatura científica. A solução hidroetanólica do extrato de boldo (correspondente a 0,5 -1 mg/ml de extrato etanólico seco) e a boldina em concentração de 33 mcg/ml exercem hepatoproteção significativa contra hepatotoxicidade induzida por terc-butilidroperóxido em ensaios in vitro. A boldina apresentou 50% de inibição da peroxidação microsomal em fígado de ratos em concentração de 0,015 mM. Em ensaios in vivo a administração intraperitoneal ou via oral de um extrato de boldo ou a infusão da planta apresentaram significante atividade colerética em ratos. A maioria das ações promovidas pelo uso do extrato de boldo, pode ser reproduzida pela administração do marcador boldina isolado. Boldina em concentração de 5-20 mg/ kg em ratos apresentou-se efetiva na promoção do aumento da produção de bile. Hepatoproteção significativa também foi evidenciada em camundongos pela administração de um extrato contendo 0,06 - 0,115% de boldina em doses de 500 mg/kg e com boldina em dose de 10 mg/kg (Fonte: ESCOP: Monographs on the medicinal uses of plant drugs. Exert, U.K.: European Scientific Cooperative on Phytochemistry, 1996).

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal