Feed

Já é assinante?

Entrar

Adalat Oros

Adalat Oros - Bula do remédio

Adalat Oros com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Adalat Oros têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Adalat Oros devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Bayer

Referência

Nifedipino 20, 30 e 60mg

Apresentação de Adalat Oros

compr. c/ 20, 30 e 60 mg de nifedipina, em emb. c/ 15 compr.

Adalat Oros - Indicações

HIPERTENSAO ARTERIAL ESSENCIAL, ESTAGIOS 1 A 4 DO J.N.C.V. (LEVE, MODERADA E GRAVE). HIPERTENSAO ARTERIAL SECUNDARIA COMO COADJUVANTE NO TRATAMENTO ETIOLOGICO (FEOCROMOCITOMA, ALDOSTERANISMO PRIMARIO, ESTENOSE DA ARTERIA RENAL). DOENCA ARTERIAL CORONARIA. ANGINA DO PEITO CRONICA ESTAVEL (ANGINA DE ESFORCO).

Contra-indicações de Adalat Oros

Choque cardiovascular e hipersensibilidade à nifedipina. A nifedipina não deve ser usada em associação c/ a rifampicina, pois graças à indução enzimática, podem não ser atingidos os níveis plasmáticos eficientes de nifedipina.

Advertências

PACIENTES COM NIVEIS DE PRESSAO ARTERIAL MUITO BAIXOS (PRESSAO SISTOLICA INFERIOR A 90 MMHG), OU COM ESTENOSE AORTICA GRAVE, NECESSITAM DE CUIDADOS ADICIONAIS. COMO COM OUTRAS SUBSTANCIAS VASOATIVAS, PODEM OCORRER MUITO RARAMENTE ATAQUES ANGINOSOS NO INICIO DO TRATAMENTO COM NIFEDIPINA. TEM SIDO DOCUMENTADOS CASOS ISOLADOS DE INFARTO DO MIOCARDIO, AINDA QUE NAO SEJA POSSIVEL DIFERENCIA-LO DA HISTORIA NATURAL DA DOENCA ATEROSCLEROTICA CORONARIANA. - INTERACAO MEDICAMENTOSA: O EFEITO ANTI-HIPERTENSIVO DE Adalat Oros PODE SER POTENCIALIZADO POR OUTRAS DROGAS ANTI-HIPERTENSIVAS. MONITORIZACAO CUIDADOSA DO PACIENTE ESTA INDICADA QUANDO DA ADMINISTRACAO SIMULTANEA DE NIFEDIPINA E BETABLOQUEADORES, POIS IMPORTANTE HIPOTENSAO PODE OCORRER; TAMBEM E CONHECIDO O FATO DE QUE PODE DESENVOLVER-SE INSUFICIENCIA CARDIACA, EM CASOS ISOLADOS. O USO ASSOCIADO DE NIFEDIPINA E DIGOXINA PODE LEVAR AO AUMENTO DO NIVEL PLASMATICO DE DIGOXINA. SE NECESSARIO, A DOSE DO GLICOSIDEO DEVE SER REDUZIDA. FOI OBSERVADO NO USO CONCOMITANTE DE NIFEDIPINA E QUINIDINA, UMA QUEDA NO NIVEL DE QUINIDINA, ASSIM COMO APOS A INTERRUPCAO DA NIFEDIPINA, UM AUMENTO DO NIVEL PLASMATICO DE QUINIDINA. PORTANTO, NO CASO DE ADICAO OU INTERRUPCAO DA NIFEDIPINA NO TRATAMENTO COM QUINIDINA, A CONCENTRACAO DESTA DEVE SER MONITORADA E O AJUSTE DA DOSE PODE SER NECESSARIO. A CIMETIDINA E, EM MENOR EXTENSAO, A RANITIDINA AUMENTAM O NIVEL PLASMATICO DA NIFEDIPINA O QUE POTENCIALIZA O EFEITO ANTI-HIPERTENSIVO. A INGESTAO CONCOMITANTE DE SUCO DE LARANJA INIBE O METABOLISMO OXIDATIVO DA NIFEDIPINA, AUMENTANDO AS CONCENTRACOES PLASMATICAS, QUE PODEM CAUSAR MAIOR EFEITO HIPOTENSOR.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Adalat Oros

Nos estudos clínicos realizados, as seguintes reações adversas foram documentadas e estão classificadas por freqüência, a saber: Incidência entre > 1% e < 10% - Geral: astenia, edema e cefaléia. - Sistema cardiovascular: edema periférico, vasodilatação e palpitação. - Sistema digestivo: constipação. - Sistema nervoso: tontura. Incidência entre > 0,1% e < 1% - Geral: dor abdominal, dor no peito, dor na perna, mal-estar e dor. - Sistema cardiovascular: hipotensão, hipotensão postural, taquicardia e síncope. - Sistema digestivo: diarréia, boca seca, dispepsia, flatulência e náusea. - Sistema músculo-esquelético: cãibras nas pernas. - Sistema nervoso: insônia, nervosismo, parestesia, sonolência e vertigem. - Sistema respiratório: dispnéia. - Pele e anexos: prurido e erupção cutânea. - Sistema urogenital: noctúria e poliúria. Incidência entre > 0,01% e < 0,1% - Geral: reação alérgica, dor no peito subesternal, calafrios, febre e edema da face. - Sistema cardiovascular: angina pectoris (exceto a instável) e distúrbio cardiovascular. - Sistema digestivo: anorexia, eructação, transtornos gastrintestinais, gengivite, hiperplasia gengival, aumento de TGG, alterações dos testes de função hepática e vômito. - Sistema músculo-esquelético: artralgia, distúrbios articulares e mialgia. - Sistema nervoso: hipoestesia, distúrbios do sono e tremor. - Sistema respiratório: epistaxe. - Pele e anexos: angioedema, exantemas maculopapular, pustular e vesiculobolhosa, perspiração e urticária. - Órgãos dos sentidos: alterações da visão, dor e distúrbios oculares. - Sistema urogenital: disúria, freqüência urinária aumentada. As reações adversas mais comuns, coletadas com base em relatos espontâneos e classificadas por freqüência, são: Incidência < 0,01% - Geral: reação anafilática. - Sistema digestivo: bezoar, disfagia, esofagite, transtornos gengivais, obstrução intestinal, úlcera intestinal, icterícia e aumento da TGP. - Sistema linfático e sangüíneo: leucopenia e púrpura. - Distúrbios metabólicos e nutricionais: hiperglicemia e perda de peso. - Sistema músculo-esquelético: cãibras musculares. - Pele e anexos: dermatite esfoliativa, ginecomastia e dermatite fotossensitiva. - Órgãos do sentido: visão embaçada. Nos pacientes em diálise, com hipertensão maligna e hipovolemia, pode ocorrer queda significativa da pressão arterial como resultado da vasodilatação.

Adalat Oros - Posologia

Sempre que possível, o tratam. deve ser individualizado. Dependendo do quadro clínico em cada caso, a dose básica deve ser introduzida gradualmente. Em pacientes c/ disfunção hepática, deve-se fazer monitoração cuidadosa e, em casos graves, a redução da dose pode ser necessária. Salvo prescrição médica em contrário, as seguintes doses são recomendadas em adultos: 1. Arteriopatia coronária Angina do peito estável (angina de esforço) 2. Hipertensão 1 compr. de Adalat Oros 20, 1 x ao dia (1 x 20 mg/dia) 1 compr. de Adalat Oros 30, 1 x ao dia (1 x 30 mg/dia) 1 compr. de Adalat Oros 60, 1 x ao dia (1 x 60 mg/dia) Em geral, o tratam. deve ser iniciado c/ 30 mg ao dia. Uma dose inicial de 20 mg, uma vez ao dia, pode ser considerada quando prescrita pelo médico. Doses de 40 mg ou 50 mg podem ser obtidas pela combinação de compr. de 20 mg + 20 mg ou 20 mg + 30 mg. Dependendo da gravidade da doença e da resposta do paciente a dose pode ser aumentada gradualmente até 120 mg, uma vez ao dia.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal