Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Mupirocina

Mupirocina - Bula do remédio

Mupirocina com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Mupirocina têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Mupirocina devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Cristália

Referência

Mupirocina

Apresentação de Mupirocina

FORMA FARMACÊUTICA
Creme
APRESENTAÇÃO
Cartucho contendo 1 bisnaga de 15 g
Caixa contendo 25 bisnagas de 15 g
Caixa contendo 50 bisnagas de 15 g
USO PEDIÁTRICO OU ADULTO

Mupirocina - Indicações

A Mupirocina é indicada para o tratamento tópico de infecções dermatológicas causadas por patógenos sensíveis à Mupirocina.

Contra-indicações de Mupirocina

A Mupirocina é contra-indicada a pacientes com um histórico de hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da fórmula.

Advertências

No caso de ocorrência de reação sugestiva de sensibilidade ou irritação química devido ao uso de Mupirocina creme, o tratamento deve ser descontinuado e uma instituída uma nova terapia.
Deve ser usada com cuidado no tratamento de queimaduras extensas, ulcerações tróficas e outras lesões maiores onde seja possível a absorção de grandes quantidades do veículo, devido ao potencial nefrotóxico do polietilenoglicol. Cuidados especiais devem ser tomados com pacientes com comprometimento renal moderado ou grave.
A Mupirocina creme não é indicada para uso oftálmico ou intranasal.
Quando for usado em região periorbital todo cuidado deve ser tomado pois pode provocar irritação conjuntival.
Em caso de ingestão acidental do produto, recomenda-se lavar a boca com água e ingerir grande quantidade de líquidos.
Como acontece com qualquer produto antibacteriano, o uso prolongado pode favorecer o crescimento de microrganismos não susceptíveis à droga, inclusive de fungos.
Caso isso ocorra, devem ser tomadas medidas apropriadas.

Uso na gravidez de Mupirocina

Gravidez e Lactação: Embora os estudos de reprodução realizados em animais, usando doses sistêmicas de até 100 vezes as doses tópicas recomendadas para uso humano, não tenham revelado qualquer evidência de diminuição de fertilidade ou lesões nos fetos relacionadas com a Mupirocina, não existem, contudo, estudos controlados adequados em mulheres grávidas.
Portanto, o uso desta droga durante a gravidez deve ser evitado, a menos que, a critério do médico assistente, os benefícios terapêuticos superem os riscos potenciais.
Dados adequados em seres humanos e animais, sobre o uso de Mupirocina durante a lactação não estão disponíveis. O tratamento deve ser interrompido durante o período de amamentação.

Interações medicamentosas de Mupirocina

Poucas interações medicamentosas são esperadas devido ao rápido metabolismo da Mupirocina quando absorvida, ao mecanismo de ação único comparado aos outros antibióticos e a não resistência com outros agentes antimicrobianos. É possível a ocorrência de interação devido ao uso concomitante ao cloranfenicol. Estudos in vitro demonstraram que o cloranfenicol inibe o efeito da Mupirocina na síntese do RNA.
Estudos realizados demonstraram que a Polimixina B nonapeptida, um potente desorganizador da membrana externa do Enterobactericeae, produz sinergismo antimicrobiano marcante com a Mupirocina contra a Salmonella typhimurium in vitro, provavelmente por aumento da penetração de Mupirocina no organismo.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Mupirocina

Reações de sensibilização local à Mupirocina ou à base do creme têm sido raramente relatadas.
A Mupirocina é usualmente bem tolerada mas podem ocorrer reações locais, tais como: prurido, eritema, sensação de ardência e ferroada, queimação, dor aguda, ressecamento da pele, náusea, sensibilidade, tumefação, dermatite de contato e aumento de exsudato.
O polietilenoglicol, veículo da Mupirocina creme, pode irritar a pele partida ou as membranas mucosas. Quando aplicada em feridas abertas extensas ou queimaduras, deve ser considerada a possibilidade de absorção do polietilenoglicol, resultando em séria toxicidade renal.

Mupirocina - Posologia

Aplicar uma fina camada do creme sobre a área afetada, três vezes ao dia.
O tratamento não deve exceder 10 dias, dependendo da resposta ao produto.

Superdosagem

Não se tem relatos de caso de superdosagem com Mupirocina creme.

Uso em idosos, crianças e em outros grupos de risco

Não existem restrições específicas pacientes idosos. Devem ser consideradas as mesmas precauções para pacientes adultos.

Mupirocina - Informações

O princípio ativo, a Mupirocina, é um antibiótico obtido através da fermentação de culturas de Pseudomonas fluorescens, que em termos de estrutura química e mecanismo de ação, não apresenta qualquer relação com outra classe de antibióticos conhecidos até o momento.
Sua ação é bactericida em concentrações elevadas, como as que se alcançam quando se utiliza a administração tópica.
Inibe a síntese de proteínas bacterianas através de ligação específica e reversível a isoleucina t-RNA sintetase. Devido a esse mecanismo de ação, a Mupirocina não mostra resistência cruzada com outros antibióticos comumente usados, como cloranfenicol, eritromicina, ácido fusídico, gentamicina, lincomicina, meticilina, neomicina, novobiocina, penicilina, estreptomicina e tetraciclina.
É essencialmente ativo contra Gram positivos aeróbios. A maioria das cepas de Staphylococcus (incluindo meticilina resistente e S.aureus múltiplo-resistente) e cepas de Streptococcus são susceptíveis in vitro, porém os Enterococcus são relativamente resistentes. A Mupirocina também é ativa contra Listeria monocytogenese e Erysipelothrix rhusiopathiae. Os microrganismos Gram negativos são geralmente insensíveis, mas Haemophilus influenzae, Neisseria spp., Echerichia coli e Proteus mirabilis e alguns outros são sensíveis.
Os microrganismos anaeróbios, tanto Gram positivos quanto Gram negativos, são geralmente resistentes e a atividade fungicida é baixa.
A concentração mínima inibitória para a maioria das cepas sensíveis de Staphylococcus é de aproximadamente 0,01 a 0,25 mg/ml e para as cepas sensíveis de Streptococcus de 0,06 a 0,5 mg/ml; Listeria é inibida por 8 mg/ml.
A Mupirocina é mais ativa, in vitro, em pH ácido do que em condições alcalinas.

A Mupirocina não determinou, nos diversos estudos clínicos, hipersensibilização de contato, fototoxicidade ou fotossensibilização.

Dizeres legais

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA
N.º do Lote, Data de Fabricação e Prazo de Validade: Vide bisnaga/cartucho
Reg. MS N.º 1.0298.0268
Farm. Resp.: Dr. Joaquim A. dos Reis - CRF-SP N.º 5061
SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente): 0800 701 19 18
CRISTÁLIA - Produtos Químicos Farmacêuticos Ltda.
Rod. Itapira-Lindóia, km 14 - Itapira-SP
CNPJ N.º 44.734.671/0001-51
Indústria Brasileira

Mupirocina - Bula para o Paciente

A Mupirocina é um antibiótico tópico indicado para o tratamento de infecções da pele.
Conservar o produto em temperatura ambiente controlada, entre 15 e 25°C, protegido da luz.
O prazo de validade do produto é de 18 meses, a partir da data de fabricação impressa na embalagem.
NÃO USE MEDICAMENTO COM PRAZO DE VALIDADE VENCIDO.
Caso ocorra gravidez durante ou logo após o tratamento com Mupirocina, suspenda a medicação e comunique imediatamente ao seu médico. Informe ao médico se está amamentando. O uso de Mupirocina não é recomendado durante a gravidez ou em mulheres que estejam amamentando.
Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. A Mupirocina creme não está indicada para o uso oftálmico ou intranasal. O contato de Mupirocina, com os olhos, deve ser evitado.
Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Informe ao médico o aparecimento de reações desagradáveis, tais como coceira, vermelhidão, sensação de ardência e de ferroada, ressecamento da pele.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS
A Mupirocina é contra-indicada a pacientes com hipersensibilidade aos componentes da fórmula.
O uso do produto em lesões extensas deve ser feito com cautela devido a possível absorção do polietilenoglicol que é potencialmente tóxico aos rins.
Comunique ao seu médico se estiver fazendo uso de outros medicamentos.
NÃO USE REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA A SAÚDE.

Data da bula

07/10/2011

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal