Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Ornitargin

Ornitargin - Bula do remédio

Ornitargin com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Ornitargin têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Ornitargin devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Baldacci

Apresentação de Ornitargin

Drg.: cx. c/ 20 drágeas, em bl.. Flaconetes: cx. c/ 12 flaconetes de 10 ml. Amp.: cx. c/ 3 e 50 amp. de 10 ml

Ornitargin - Indicações

Hiperamoniemia Estados de astenia Intoxicações exógenas Tratamentos hiperproteicos Como suplemento da dieta Na prática de exercícios físicos

Contra-indicações de Ornitargin

Hipersensibilidade ao produto, insuficiência renal crônica, acidose metabólica e respiratória.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Ornitargin

Ornitargin pode ocasionar flatulência (gases) que tende a desaparecer após o décimo dia da ingestão.

Ornitargin - Posologia

Drágeas: 2 a 4 drágeas por dia, ou a critério médico. Flaconetes: 2 a 3 flaconetes por dia, ou a critério médico. Ampolas: 1 a 2 ampolas por dia, por via endovenosa e lenta, ou a critério médico.

Ornitargin - Informações

Os aminoácidos, além de serem biomoléculas constituintes de proteínas e peptídeos em todos os organismos vivos, contribuem, através de sua oxidação, com o fornecimento de 10 a 15% da energia total necessária, para que as células desempenhem adequadamente suas funções. Essa degradação oxidativa se dá principalmente durante a renovação ativa das proteínas estruturais, quando há excessiva ingestão de aminoácidos, durante o jejum e exercícios físicos e na Diabetes mellitus. Uma vez eliminado o grupo amino, são formados os alfa-cetoácidos, cuja oxidação a gás carbônico e água, no ciclo de Krebs, produz ATP, molécula que contém energia utilizável pela célula. O outro metabólito produzido por essas reações é a amônia, molécula altamente tóxica para inúmeros tecidos. Composição: L-Arginina, cloridrato 750 mg L-Ornitina, aspartato 200 mg L-Citrulina 50 mg

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal