Feed

Já é assinante?

Entrar

Pantelmin Comprimidos

Pantelmin Comprimidos - Bula do remédio

Pantelmin Comprimidos com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Pantelmin Comprimidos têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Pantelmin Comprimidos devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Janssen

Apresentação de Pantelmin Comprimidos

Comprimidos de 500 mg em embalagem com 1 comprimido.

Uso adulto e pediátrico
Uso oral

Informações Gerais:
Classe Terapêutica: Antihelmínticos
Princípio Ativo: mebendazol
Marca Comercial: Pantelmin®

Composição:
Cada comprimido contém 500 mg de mebendazol.
Excipientes: amido de milho, amidoglicolato de sódio, aroma de morango, celulose microcristalina, estearato de magnésio, lactose monoidratada, metilcelulose, sacarina sódica e dióxido de silício coloidal.

Pantelmin Comprimidos - Indicações

Pantelmin® 500 mg é indicado para o tratamento de infestações simples ou mistas por Enterobius vermicularis, Trichuris trichiura, Ascaris lumbricoides, Ancylostoma duodenale e Necator americanus. Em pacientes morando em áreas altamente endêmicas, o tratamento regular com Pantelmin® 500 mg (3 - 4 vezes por ano) irá reduzir de forma substancial a carga parasitária e mantê-la bem abaixo do nível de significância clínica.

Contra-indicações de Pantelmin Comprimidos

Pantelmin® 500 mg não deve ser utilizado em crianças com menos de 1 ano de idade.
Além disso, Pantelmin® 500 mg é contra-indicado em pessoas com hipersensibilidade ao fármaco ou aos excipientes da formulação.

Advertências

Uso em crianças com menos de 1 ano de idade
Como experiência bem documentada em crianças com idade inferior a 1 ano é rara e como ocorreram relatos muito excepcionais de convulsão nesta faixa etária, Pantelmin® 500 mg não deve ser utilizado e Pantelmin® suspensão oral (20 mg/mL) somente deverá ser administrado a crianças muito jovens se sua infestação por vermes interferir significantemente no seu estado nutricional e desenvolvimento físico.
Ocorreram relatos raros de distúrbios reversíveis da função hepática, hepatite e neutropenia, descritos em pacientes que foram tratados com mebendazol empregando as doses usualmente recomendadas para determinadas condições. Esses eventos, e ainda glomerulonefrites, também foram relatados com doses substancialmente superiores às recomendadas e com o tratamento por períodos prolongados.
Resultados obtidos em um estudo de caso controle investigando uma ocorrência de Síndrome de Stevens-Johnson / necrólise epidérmica tóxica sugerem uma possível relação entre Síndrome de Stevens-Johnson / necrólise epidérmica tóxica e o uso concomitante de mebendazol e metronidazol.
Dados adicionais sugerindo tal interação medicamentosa não estão disponíveis. Portanto, o uso concomitante de mebendazol e metronidazol deve ser evitado.

Efeito sobre a capacidade de dirigir ou operar máquinas
Pantelmin® 500 mg não afeta o estado de alerta mental ou habilidade de dirigir.

Uso na gravidez de Pantelmin Comprimidos

Gravidez (Categoria C) e Lactação
O mebendazol demonstrou atividade embriotóxica e teratogênica em ratos e camundongos em doses orais únicas. Não foram observados efeitos prejudiciais sobre a reprodução em outras espécies de animais testadas.
Os possíveis riscos associados à prescrição de Pantelmin® 500 mg durante a gravidez devem ser pesados contra os benefícios terapêuticos esperados.
O mebendazol é absorvido apenas em pequena quantidade. Não há informações se Pantelmin® 500 mg é excretado no leite humano. Por esta razão, precauções devem ser tomadas quando Pantelmin® 500 mg for administrado à lactantes.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

Interações medicamentosas de Pantelmin Comprimidos

O tratamento concomitante com cimetidina pode inibir o metabolismo do mebendazol no fígado, resultando em aumento da concentração plasmática do fármaco, especialmente durante tratamento prolongado. Neste caso, recomenda-se a dosagem das concentrações plasmáticas a fim de determinar os ajustes da dose.
O uso concomitante entre mebendazol e metronidazol deve ser evitado.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Pantelmin Comprimidos

Reações Adversas ocorridas durante Estudos ClínicosA segurança de Pantelmin® foi avaliada em 6.276 pacientes que participaram de 39 estudos clínicos para o tratamento de infestações parasitárias simples ou mistas do trato gastrointestinal. Nesses 39 estudos clínicos não ocorreram reações adversas em ≥1% dos pacientes tratados com Pantelmin®. As reações adversas ocorridas em <1% dos pacientes tratados com Pantelmin® são apresentadas na Tabela 1.
Tabela 1. Reações Adversas Relatadas em <1% dos pacientes tratados com Pantelmin® em 39 estudos clínicos.

Classe de Sistema/Órgão
Reação Adversa

Distúrbios Gastrintestinais
Desconforto abdominal
Diarreia
Flatulência

Distúrbios da pele e do tecido subcutâneo
Erupção cutânea



Experiência pós-comercialização
As primeiras reações adversas identificadas durante a experiência pós-comercialização com Pantelmin® estão compiladas a seguir (Tabela 2.). Os eventos adversos estão classificados, dentro de cada sistema, pela frequência, através da seguinte convenção:
Muito comum (> 1/10);
Comum (> 1/100, < 1/10);
Incomum (> 1/1.000, < 1/100);
Raro (> 1/10.000, < 1/1.000);
Muito raro (< 1/10.000), incluindo relatos isolados.

Na Tabela 2. são apresentadas as Reações Adversas por categoria de frequência, baseada nos relatos espontâneos.

Tabela 2. Reações Adversas relatadas durante a experiência pós-comercialização em pacientes tratados com Pantelmin® por categoria de frequência estimada de relatos espontâneos.

Sistema de Classe/Órgão
Categoria de Frequência

Reação Adversa

Distúbios no sangue e sistema linfático

Muito raro

Neutropoenia

Distúbios do sistema immune

Muito raro

Hipersensibilidade incluindo reações anafiláticas e anafilactóides

Distúrbios do sistema nervosa

Muito raro

Convulsão

Distúrbios gastrintestinais

Muito raro

Dor abdominal

Distúrbios hepatobiliares

Muito raro

Hepatite e testes de função hepática alterados

Distúrbios da pele e tecido subcutâneo

Muito raro

Necrólise epidérmica tóxica, síndrome de Stevens-Johnson, exantema, angioedema, urticária e alopécia.



Pantelmin Comprimidos - Posologia

A posologia é de: 1 ÚNICO comprimido de Pantelmin® 500 mg tanto para adultos como para crianças acima de 1 ano.
Não são necessários procedimentos adicionais, como dieta ou uso de laxantes.

Superdosagem

Em pacientes tratados com doses substancialmente maiores que a recomendada ou por um longo período de tempo, as seguintes reações adversas foram raramente relatadas: distúrbios reversíveis da função hepática, hepatite, neutropenia, e glomerulonefrite. Com exceção da glomerulonefrite, essas reações também foram relatadas em pacientes tratados com mebendazol em doses usualmente recomendadas.

Sintomas
No caso de ingestão acidental de dose excessiva, cólicas abdominais, náusea, vômito e diarreia podem ocorrer.

Tratamento
Não existe antídoto específico. Dentro da primeira hora após a ingestão, pode-se realizar uma lavagem gástrica. Carvão ativado pode ser administrado se for considerado apropriado.

Características farmacológicas

Propriedades Farmacodinâmicas
O mebendazol interfere na formação da tubulina celular no intestino dos vermes através de ligação específica à tubulina provocando alterações degenerativas ultraestruturais no intestino. Como resultado, a captação de glicose e as funções digestivas do verme são interrompidas de tal forma que ocorre um processo autolítico.
Não há evidências que o Pantelmin® é efetivo no tratamento da cisticercose.

Propriedades Farmacocinéticas
Absorção
Após a administração oral, aproximadamente 20% da dose atinge a circulação sistêmica, devido à absorção incompleta e ao extensivo metabolismo pré-sistêmico (efeito de primeira passagem). As concentrações plasmáticas máximas são geralmente observadas em 2 a 4 horas após a administração. A administração com uma refeição altamente calórica leva a um aumento moderado na biodisponibilidade do mebendazol.

Distribuição
A ligação do mebendazol às proteínas plasmáticas é de 90 a 95%. De acordo com dados obtidos em pacientes em tratamento crônico com mebendazol (40 mg/kg/dia durante 3-21 meses), que demonstram o nível do fármaco no tecido, o volume de distribuição é 1 a 2 L/kg, indicando que o mebendazol penetra em espaços extra vasculares.

Metabolismo
O mebendazol administrado por via oral é extensivamente metabolizado primariamente pelo fígado. As concentrações plasmáticas dos seus principais metabólitos (as formas amino e aminohidroxilada de mebendazol) são substancialmente maiores que a concentração plasmática do mebendazol.
Função hepática, metabolismo ou eliminação biliar prejudicados podem resultar em um aumento do nível plasmático de mebendazol.

Eliminação
O mebendazol, as suas formas conjugadas e os seus metabólitos provavelmente sofrem algum grau de recirculação entero-hepática e são excretados na urina e na bile. A meia-vida de eliminação aparente após uma administração oral varia de 3 a 6 horas na maioria dos pacientes.

Farmacocinética no Estado Estacionário
Durante administração crônica (40 mg/kg/dia durante 3-21 meses), a concentração plasmática do mebendazol e seus principais metabólitos aumentam, resultando em uma exposição aproximadamente 3 vezes maior no estado estacionário quando comparado a uma administração única.

Resultados de eficácia

Quatrocentos e cinquenta indivíduos foram incluídos em um estudo da prevalência de nematódeos transmitidos pelo solo sendo a trichuríasea a infecção mais prevalente (93,3%), seguida pela ascaridíase (80,2%) e estrongiloidíase (19,5%). Entre os 156 indivíduos aos quais foram ministrados 500 mg de mebendazol em dose única, o tratamento resultou em taxas de cura de 93,4%, 77,6%, e 91,1%, e uma redução na taxa da contagem de ovos de 99,0%, 92,8% e 98,3%, para ascaridíase, trichuríase e estrongiloidíase, respectivamente.1
Tratamentos com dose única de 500 mg de mebendazol foram administrados a 211 crianças com idades entre 5 e 16 anos em uma área rural para o tratamento de infestações únicas e múltiplas por Ascaris lumbricoides, estrongilóides e Trichuris trichiura. O tratamento resultou na redução de ovos de áscaris (95%) e estrongilóides (84%) atingindo o meio ambiente.2
Cento e onze pacientes com idade entre 2 e 72 anos parasitados por um ou mais geohelmintos foram divididos em dois grupos de tratamento. O grupo A recebeu 500 mg de mebendazol em dose única e o grupo B recebeu 100 mg (idade = 3 anos) ou 50 mg (idade < 3 anos) 2 vezes ao dia, durante 3 dias. Amostras de fezes foram coletadas antes do tratamento e 21 dias após o tratamento. No grupo A obteve-se uma taxa de cura de 88,24% e a redução na contagem de ovos de 85,49% para Trichuris trichuria e uma taxa de cura de 86,96% e redução na contagem de ovos de 89,60% para Necator americanus. No grupo B obteve-se uma taxa de cura de 95,83% e a redução na contagem de ovos de 84,28% para Trichuris trichuria e uma taxa de cura de 90% e redução na contagem de ovos de 94,80% para Necator americanus. A diferença ente o grupo A e o grupo B no que se refere às taxas de cura não foi significativa (p>0,05).3

Modo de usar

Não é necessário nenhum outro procedimento especial, tal como dieta ou o uso de laxantes.

Uso em idosos, crianças e em outros grupos de risco

Não utilizar Pantelmin® 500 mg em crianças com menos de 1 ano de idade (Veja o item "Advertências").

Armazenagem

Conserve em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C).

Dizeres legais

MS – 1.1236.3333
Farmacêutico Responsável: Marcos R. Pereira – CRF-SP n° 12304

JANSSEN-CILAG FARMACÊUTICA LTDA.
Rodovia Presidente Dutra, km 154 São José dos Campos – SP
CNPJ: 51.780.468/0002-68
®Marca Registrada
Lote, Data de Fabricação e Validade: Vide Cartucho.

SAC 0800 7011851
www.janssen-cilag.com.br

Pantelmin Comprimidos - Bula para o Paciente

Como este medicamento funciona?
Em pacientes que vivem em áreas altamente endêmicas, o tratamento com Pantelmin® 500 mg (3 a 4 vezes ao ano) irá reduzir substancialmente a carga de vermes e mantê-la bem abaixo dos níveis de significância clínica.

Por que este medicamento foi indicado?
Pantelmin® 500 mg serve para tratar infestações simples ou mistas por Enterobius vermicularis, Trichuris trichiura, Ascaris lumbricoides, Ancylostoma duodenale e Necator americanus.

Quando não devo usar este medicamento?
Contraindicações
Não use Pantelmin® 500 mg em crianças com menos de 1 ano de idade.
Não use Pantelmin® 500 mg se você apresentar maior sensibilidade (alergia) ao mebendazol ou aos excipientes da formulação.

Advertências
Pantelmin® não deve ser utilizado por longos períodos. Se uma grande quantidade de Pantelmin® 500 mg for ingerida todos os dias durante alguns meses, pode ocorrer distúrbio do fígado. Portanto, tratamentos longos só devem ser realizados sob intensa supervisão médica.

Efeito sobre a capacidade de dirigir veículos ou utilizar máquinas
Você pode usar Pantelmin® 500 mg sem problemas, pois não afeta o seu estado de alerta ou a habilidade de dirigir.

Gravidez e Amamentação
Não se aconselha o uso de Pantelmin® durante a gravidez, especialmente nos primeiros três meses. Não use este medicamento durante a amamentação.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

Precauções
Pode ocorrer distúrbio do fígado, se for necessário usar grandes quantidades de Pantelmin® 500 mg diariamente por vários meses. Por esta razão, deve-se realizar, com cuidado e com orientação do médico, o tratamento prolongado.
As parasitoses intestinais são amplamente difundidas em todas as classes sociais, acometendo tanto adultos como crianças.

Interações Medicamentosas
Informe seu médico se você estiver usando cimetidina (um medicamento contra a acidez do estômago). Se você precisar tomar mais que um comprimido de Pantelmin® 500 mg, seu médico poderá fazer um ajuste da dose.
O uso de Pantelmin® (mebendazol) com metronidazol (um medicamento utilizado para infecções bacterianas e por protozoários) deve ser evitado.

Este medicamento é contra-indicado em crianças menores de 1 ano de idade.
Informe ao médico ou cirurgião dentista o aparecimento de reações indesejáveis.

Como devo usar este medicamento?
Aspecto Físico
Pantelmin® 500 mg apresenta-se sob a forma de comprimidos esbranquiçados circulares.

Características Organolépticas
Os comprimidos de Pantelmin® 500 mg possuem aroma e sabor artificial de morango.

Dosagem
As crianças com mais de 1 ano de idade e os adultos normalmente tomam Pantelmin® 500 mg de uma só vez. Não altere esta quantidade, a menos que seu médico o oriente. Em regiões onde as infestações por vermes são frequentes, as crianças acima de 1 ano e os adultos devem tomar Pantelmin® 500 mg 3 a 4 vezes ao ano. Desta forma, as infestações por vermes podem ser mantidas em níveis baixos em toda a população.
Nota: Pantelmin® suspensão oral deve ser empregada para o tratamento de pacientes, como crianças pequenas, e como alternativa para pacientes que não conseguem deglutir o comprimido de Pantelmin® 500 mg.

Como Usar
Tome Pantelmin® 500 mg com um pouco de líquido. Não é necessário tomar o comprimido junto com os alimentos, nem seguir uma dieta especial ou utilizar produtos que estimulem a evacuação.

Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.
Não use o medicamento com prazo de validade vencido. Antes de usar observe o aspecto do medicamento.

Quais males que este medicamento pode causar?
Pantelmin® 500 mg é bem tolerado e poucos efeitos indesejáveis ocorrem nas doses prescritas. Entretanto, os efeitos indesejáveis a seguir podem ocorrer:
- Dor de estômago de curta duração e diarreia podem ocorrer às vezes, particularmente se a sua infestação por vermes for grave. Estes efeitos são de curta duração e você pode utilizar Pantelmin® 500 mg de forma segura novamente em outra ocasião.
- Hipersensibilidade ao Pantelmin® é muito rara. Pode ser reconhecida, por exemplo, por erupção cutânea, coceira, encurtamento da respiração e/ou inchaço da face. Se algum destes sintomas ocorrerem, pare de tomar Pantelmin® 500mg e procure um médico.
- Distúrbio grave da pele consistindo de erupções cutâneas, bolhas na pele e feridas na boca, olhos ou na região anogenital, em conjunto com febre foi muito raramente relatado. Se você apresentar estes sintomas, entre em contato com um médico imediatamente.
- Muito raramente convulsões podem ocorrer em bebês com o uso de Pantelmin®. Entretanto, Pantelmin® 500 mg não deve ser administrado em crianças menores de 1 ano de idade.
- Muito raramente problemas no sangue, fígado e rim podem ocorrer com o uso prolongado de Pantelmin® em doses substancialmente maiores do que as doses recomendadas (muito maior do que é normalmente prescrito).

O que fazer se alguém usar uma grande quantidade desde medicamento de uma só vez?
Se você ingerir uma grande quantidade de Pantelmin® 500 mg, você poderá sofrer de cólicas estomacais, náuseas, vômitos e diarreia. Se este for o caso, consulte um médico.

O médico pode recomendar que você utilize carvão ativado, que irá absorver o Pantelmin® que estiver em excesso no seu estômago.

Onde e como devo guardar este medicamento?
Conserve Pantelmin® 500 mg em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C).

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Data da bula

26/07/2013

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal