Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Pidomag - Bula do remédio

Pidomag com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Pidomag têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Pidomag devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Baldacci

Apresentação de Pidomag

cx. c/ 12 flaconetes de 10 ml. Cada flaconete contém: Pidolato de magnésio 1,5 g (equivalente a 130 mg do elemento magnésio) Veículo q.s.p. 10,0 ml

Pidomag - Indicações

Pidomag é indicado para o restabelecimento dos níveis normais de magnésio: na reposição hidroeletrolítica, nas arritmias e após cirurgias cardíacas, em associação sinérgica com anti-hipertensivos, como adjuvante na reposição de potássio durante o tratamento com diuréticos e na reposição estrogênica na menopausa, na hipertensão gestacional ou na prevenção da eclâmpsia, nas contrações uterinas excessivas, após vômitos ou diarréia, nas alterações do humor, tais como ansiedade ou irritabilidade. IMPORTANTE: Devido à baixa reposição dos estoques totais do corpo, determinações do nível sérico de magnésio ou métodos alternativos de determinação do status corporal, ou ambos, são necessários para acessar adequadamente a resposta à terapia.

Contra-indicações de Pidomag

Insuficiência renal grave. Hipersensibilidade ao produto.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Pidomag

Não foram evidenciadas até o momento. Estudos experimentais realizados durante a gravidez, demonstraram que o magnésio não provoca nenhum efeito prejudicial ao feto. A experiência clínica realizada com o fármaco, não evidenciou efeitos secundários decorrentes de sua administração. Atenção: Este produto é um novo medicamento e embora as pesquisas realizadas tenham indicado a eficácia e segurança quando corretamente indicado, podem ocorrer reações adversas imprevisíveis ainda não descritas ou conhecidas. Em caso de suspeita de reação adversa o médico responsável deve ser notificado.

Pidomag - Posologia

Dois flaconetes ao dia ou a critério médico.

Pidomag - Informações

Estudos farmacológicos realizados em animais com déficit de magnésio, demonstraram a melhor biodisponibilidade do Pidolato de magnésio - Pidomag, comparando-o ao cloreto e lactato de magnésio que, convém mencionar, são os dois sais de magnésio de utilização mais freqüente na terapêutica humana. O Pidolato de magnésio possui significativa eficácia na diminuição da sintomatologia decorrente do déficit de magnésio induzido experimentalmente, restabelecendo a magnesemia aos níveis normais. Pidolato de magnésio é um novo sal de magnésio, que se justifica por sua maior eficácia terapêutica e meIhor tolerabilidade. O magnésio exerce um controle de fundamental importância sobre a atividade de mais de 300 enzimas, em particular a Na/K - ATPase, responsável pela manutenção do equilíbrio eletroquímico da membrana celular e reguladora do fluxo intra-extracelular dos principais eletrólitos. A redução da atividade desta enzima, provoca uma situação de hiperexcitabilidade celular, principalmente a nível dos tecidos nervoso e muscular. Um aspecto extremamente característico da síndrome de déficit de magnésio consiste na hiperexcitabilidade dos nervos periféricos, da placa neuromuscular e do músculo. O magnésio também exerce importante papel em reações de alto conteúdo energético que compreende, entre outros, o processo de síntese, armazenamento e liberação de numerosos neurotransmissores, entre os quais a adrenalina, noradrenalina, serotonina e dopamina. Esses neurotransmissores estão envolvidos na fisiopatologia de alguns sintomas relacionados à síndrome de deficiência de magnésio. Sintomas neuropsíquicos constituem um aspecto importante da síndrome de carência de magnésio que, em muitos casos, manifestam-se exclusivamente como distúrbios do tipo emocional-afetivo. Os sintomas descritos com maior freqüência estão relacionados com um característico estado de ansiedade. Deficiência de magnésio tem sido evidenciada em mulheres na menopausa, em tratamento com estrogênios. Estudos experimentais, realizados durante a gravidez, demonstraram que o magnésio não provoca nenhum efeito prejudicial ao feto e que pode reduzir significativamente a incidência de hipertensão gestacional (pré-eclâmpsia), bem como as contrações excessivas do útero. O magnésio é empregado empiricamente há mais de cinqüenta anos no tratamento de taquiarritmias ventriculares. Depleção miocárdica de magnésio está associada com arritmias após cirurgias cardíacas e acentua a arritmia secundária ao tratamento com digitálicos. Muitas evidências clínicas e experimentais indicam que a ocorrência de arritmias ventriculares letais, em pacientes com insuficiência cardíaca congestiva, podem estar relacionadas a interações sinérgicas de dois eventos: a) aumento da atividade do Sistema Nervoso Simpático e Sistema Renina/Angiotensina e b) marcante depleção de potássio e magnésio.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal