Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Progresse

Progresse - Bula do remédio

Progresse com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Progresse têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Progresse devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Biosintética

Referência

Gabapentina 300

Apresentação de Progresse

cáps. c/ 300 mg e 400 mg de gabapentina: emb. c/ 30 unidades.

Contra-indicações de Progresse

Contra-indicado a pacientes que apresentam hipersensilibidade à gabapentina.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Progresse

As reações adversas relacionadas ao uso de gabapentina descritas são as seguintes: o efeito hematológico possível é leucopenia, relatada em aproximadamente 1% dos usuários. No sistema cardiovascular ocorreram vasodilatação e edema periférico com baixa freqüência. No sistema nervoso central, os efeitos mais comuns foram sonolência (em 24% dos pacientes), tonturas (em 20,3%) e ataxia (em 17,4%), principalmente no início do tratamento. Outros efeitos menos freqüentes foram tremores, fala pastosa, concentração ou memória prejudicadas, e cefaléia. Há alguns relatos de caso em que pacientes com as mais diferentes doenças associadas tiveram aumento na freqüência de convulsões parciais, generalizadas e crises de ausência. Quanto ao sistema endócrino, notou-se aumento de peso em 5% dos pacientes. O uso de gabapentina aumentou a freqüência de náuseas, vômitos e desconforto gástrico. Secura na boca, constipação e aumento do apetite também foram notados. No sistema geniturinário, 1,5% dos pacientes queixaram-se de impotência. No sistema respiratório, rinite, tosse e faringite foram associadas ao uso da gabapentina. No sistema tegumentar, prurido, erupções cutâneas, acne e eczema foram relatados. Os efeitos oculares associados ao uso de gabapentina foram visão embaçada, diplopia, ambliopia e nistagmo.

Progresse - Posologia

A dose efetiva comum de gabapentina é de 900 a 1.800 mg/dia, por via oral, divididas em três tomadas diárias. O fármaco pode ser titulado a partir de uma dose inicial de 300 mg no primeiro dia do tratamento, 300 mg, duas vezes ao dia, no segundo dia e 300 mg, três vezes ao dia, no terceiro dia. O ajuste posterior da dose é feito de acordo com a resposta de cada paciente. Uso pediátrico: A segurança e a eficácia não foram estabelecidas nos pacientes abaixo de 12 anos. Uso geriátrico: Com a idade há um decaimento no clearance renal da gabapentina, o que pode ser explicado pelo declínio normal da função renal, sugerindo que doses mais baixas devam ser, inicialmente, consideradas.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal