FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Propan - Bula do remédio

Propan com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Propan têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Propan devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Uci-farma

Apresentação de Propan

Propan® comprimidos revestidos: cartucho contendo 20 comprimidos revestidos.

Propan® suspensão oral: cartucho com frasco contendo 100 m L, acompanhado de copo-medida.

USO ADULTO E PEDIÁTRICO
VIA ORAL

COMPOSIÇÃO

 

Propan®
Comprimido

Propan®
Suspensão

cloridrato de buclizina25 mg1 mg
cloridrato de L-lisina-------20 mg

tiamina - Vitamina B1 (sob a forma
mononitrato)

15 mg------

tiamina - Vitamina B1 (sob a forma
cloridrato)

------3,6 mg
riboflavina - Vitamina B22,5 mg------

riboflavina – Vitamina B2 (sob a
forma fosfato sódico)

------0,24 mg

cloridrato de piridoxina - Vitamina
B6

5 mg1,1 mg
cianocobalamina - Vitamina B127,5 mcg1,2 mcg
nicotinamida12,5 mg2,1 mg
Excipientes / Veículos q.s.p.1 comprimido*1 mL**

 

 

 


*(amido, macrogol, celulose microcristalina, croscarmelose sódica, dióxido de silício, estearato de magnésio, fosfato de cálcio tribásico, gelatina, lactose, corante amarelo crepúsculo, macrogol, álcool polivinílico, talco, polissorbato 80).

**(ácido cítrico, simeticona, benzoato de sódio, citrato de sódio diidratado, cloreto de sódio, polissorbato 80, edetato dissódico, goma xantana, metilparabeno, propilparabeno, propilenoglicol, sacarina sódica, sorbitol, aroma de caramelo, aroma de tangerina, corante amarelo crepúsculo, água purificada).

Propan - Indicações

Propan® é indicado como estimulante do apetite e suplemento vitamínico para recém-nascidos, lactentes, crianças em fase de crescimento e idosos.

Contra-indicações de Propan

Propan® não deve ser utilizado em casos de hipersensibilidade ao cloridrato de buclizina ou a qualquer componente da fórmula.

Advertências

Gestantes - Risco C: Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Lactação: Este medicamento não deve ser utilizado por lactantes sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.
Propan® não contêm açúcar, podendo ser administrado por diabéticos.
Durante o tratamento, o paciente não deve dirigir veículos ou operar máquinas, pois sua habilidade e atenção podem estar prejudicadas.

Interações medicamentosas de Propan

O uso concomitante com álcool ou com outros medicamentos depressores do Sistema Nervoso Central (SNC) pode potencializar os efeitos depressores sobre o SNC.
Levar em conta os riscos de adição do efeito atropínico, em caso de associação com outras substâncias anticolinérgicas (anti-histamínicos, neurolépticos, antiparkinsonianos, anticolinérgicos, antiespasmódicos, atropínicos, disopiramida, antidepressivos tricíclicos).
O ácido ascórbico pode destruir a cianocobalamina. A ingestão de grandes doses de ácido ascórbico deve ser evitada uma hora antes ou após o uso de Propan ®.
O uso concomitante de Propan® com levodopa não é recomendado. Os efeitos antiparkinsonianos da levodopa são prejudicados pela piridoxina.
Propan® não deve ser administrado concomitantemente com medicamentos contendo cimetidina, carbamazepina, aminoglicosídios, teofilina, fenobarbital, fenitoína e medicamentos para redução da lipidemia.
O uso concomitante com betabloqueadores pode causar efeito vasodilatador aditivo e hipotensão postural, devido ação da nicotinamida.

Alterações em testes laboratoriais: As grandes doses da riboflavina conduzem a uma descoloração amarela bri lhante da urina que pode interferir com determinadas análises laboratoriais. O cloridrato de buclizina pode mascarar testes diagnósticos cutâneos com extratos alergênicos.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Propan

Distúrbios Psiquiátricos: pode ocorrer sonolência diurna, geralmente no início do tratamento.
Distúrbios Gastrointestinais: náuseas, vômitos, diarreias, constipação intestinal, dores abdominais, úlcera péptica, secura na boca.
Afecções da Pele e Distúrbios Afins: "rash" cutâneo, eritema de face, urticária, prurido generalizado, hiperqueratose.
Distúrbio do Sistema Urinário: síndrome de Fanconi, falência renal.
Distúrbios do Metabolismo e da Nutrição: hipercolesterolemia.
Distúrbio do Sistema Nervoso Central e Periférico: neuropatia periférica.
Distúrbio do Sistema Respiratório: dispneia.

Em caso de dúvidas entrar em contato no Serviço de Atendimento UCI-FARMA pelo 0800 191 291 ou pelo email farmacovigilancia@uci-farma.com.br .
Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária – NOTIVISA, disponível em www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Propan - Posologia

 

Propan®
COMPRIMIDO

Propan®
SUSPENSÃO

Adultos e crianças
acima de 12 anos de
idade.

1 comprimido,
duas vezes ao dia

25 mL da suspensão,
duas vezes ao dia

Crianças de 6 até 12
anos de idade

____________

10 a 15 mL da
suspensão,
duas vezes ao dia

Crianças de 1 até 5
anos de idade

____________

5 mL da suspensão,
duas vezes ao dia

Crianças até 1 ano de
idade

____________

2,5 mL da
suspensão,
duas vezes ao dia

 

 

 

 


Para a utilização posológica correta, as doses de P ROPAN®SUSPENSÃO devem ser administradas utilizando-se o copo-medida contido na embalagem do medicamento.
O copo-medida possui indicações visuais de doses, a s quais devem ser seguidas conforme prescrição médica.

Descrição do copo-medida:
1 Copo-medida de 10 mL
Não é recomendável o uso deste medicamento por vias não indicadas.
Propan® COMPRIMIDO não deve ser partido, aberto ou mastigado.

Superdosagem

Os principais sintomas de intoxicação aguda são náuseas, vômitos, arritmia, taquicardia, hipotensão ou hipertensão, agitação, tremor, irritabilidade, convulsões, delírio, hipertermia.
O tratamento deve ser sintomático e de suporte, consistindo na realização de lavagem gástrica, administração de carvão ativado e catártico e monitorização dos sistemas cardiovascular, respiratório e da pressão arterial.
Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Características farmacológicas

Sua ação eutrófica e estimulante do crescimento e desenvolvimentos orgânicos são explicadas pela atividade de seus componentes:
A buclizina, um derivado piperazínico com ações orexígena, anti-histamínica e antiemética, possui acentuado efeito orexígeno, a semelhança de alguns outros anti-histamínicos. O mecanismo dessa ação estimulante do apetite ocorre devido à alteração da atividade serotoninérgica no centro do apetite no hipotálamo. Sua leve ação sedativa contribui também para reforçar o efeito orexígeno. A buclizina possui ainda um discreto efeito antimuscarínico central (CASTELAR, 1966).

A lisina, um aminoácido essencial, é de máxima importância para o anabolismo proteico e equilíbrio nitrogenado, sobretudo durante o crescimento (CAMILO-COURA, 1968).

A tiamina (Vit. B1) ajuda a liberar energia dos carboidratos, necessária para o bom funcionamento das células nervosas e do coração. Auxilia também na formação de hormônios e glóbulos vermelhos. A tiamina tem como metabólito ativo o pirofosfato de tiamina, que age no metabolismo dos carboidratos como coenzima na descarboxilação dos alfacetoácidos, como piruvato e alfacetoglutarato e na utilização da pentose no desvio da hexose monofosfato. A necessidade está relacionada com a velocidade metabólica e é aumentada quando o carboidrato é a fonte de energia. Sua absorção gastrintestinal é dependente de transporte ativo, podendo ser por difusão passiva em grandes concentrações. Sua excreção, quando ultrapassada sua capacidade de absorção, é pela urina (MARTINDALE, 2009).

A riboflavina (Vit. B2), na mucosa intestinal é transformada em flavina mononucleotídeo (FMN) que, no fígado, é convertido à flavina adenina dinucleotídeo (FAD). FMN e FAD atuam como coenzimas, que são necessárias para a respiração tecidual normal. A riboflavina participa também na ativação da piridoxina e conversão do triptofano em ácido nicotínico. Pode estar compreendida na manutenção da integridade dos eritrócitos. O excedente da riboflavina que não foi absorvido é eliminado intacto pela urina e também pelas bactérias intestinais (MARTINDALE,2009).

O cloridrato de piridoxina (Vit. B6) exerce importante papel no metabolismo dos ácidos graxos essenciais, assim com no metabolismo de vários aminoácidos, especialmente triptofano. Tem um nível de absorção sérico, após ingestão oral, em torno de 1,25 horas. Sua absorção ocorre na porção jejunal d o tubo gastrintestinal e possui uma meia-vida longa de aproximadamente 15 a 20 dias. Sua excreção é urinária. (MARTINDALE,2009).

A cianocobalamina (Vit. B12) atua como coenzima em várias funções metabólicas, incluindo o metabolismo de gorduras e carboidratos e a síntese de proteínas. É necessária no crescimento, replicação celular, hematopoese e síntese de nucleo proteínas e mielina, devido seus efeitos sobre o metabolismo de metionina, ácido fólico e ácido melônico. É absorvida facilmente no trato gastrintestinal, exceto em casos de síndrome de má absorção. A eliminação ocorre predominantemente pelas fezes, já que a eliminação pela urina é processa-se lentamente (SILVA, 1998).

O ácido nicotínico é convertido, in vivo, à nicotinamida. Esta é componente de duas coenzimas: nicotinamida adenina dinucleotídio (NAD) e nicotinamida adenina dinucleotídio fosfato (NADP). Estas coenzimas são necessárias para a respiração tecidual, glicogenólise e metabolismo de lipídios, aminoácidos, proteínas e purinas. É absorvida em todas as porções do trato intestinal e é distribuída para todos os tecidos. Sua excreção é urinária. (MARTINDALE, 2009).

Resultados de eficácia

Em estudo realizado com o uso de cloridrato de buclizina associado a vitaminas durante o período de 2 meses, na maioria dos 46 pacientes (94%), houve estimulação do apetite e aum ento do peso corporal. O aumento do peso corporal no período considerado variou de 600 gramas a 10 quilos (SILVA, 1968).

Armazenagem

Propan® deve ser conservado em temperatura ambiente (temperatura entre 15 e 30oC) protegido da luz e umidade.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vi de embalagem.
Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Propan® é válido por 24 meses a partir de sua data de fabricação.

Características físicas e organolépticas de Propan COMPRIMIDO: comprimido amarelo, revestido, com odor e sabor característico.

Características físicas e organolépticas de Propan SUSPENSÃO : suspensão viscosa, cor laranja, sabor e odor de tangerina/caramelo.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Dizeres legais

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

Lote, Fabricação e Validade: Vide Cartucho.
Serviço de Atendimento ao Consumidor: 0800 191 291
Email: sac@uci-farma.com.br

Farmacêutico Responsável: Dr. Claudio Roberto Mataruco
CRF-SP no 47.156
Reg. MS nº 1.0550.0048

UCI-FARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA
Rua do Cruzeiro, 374 – São Bernardo do Campo – SP
CNPJ 48.396.378/0001-82 – Indústria Brasileira

Propan - Bula para o Paciente

Comprimidos Revestidos

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?
Propan®COMPRIMIDO é indicado como estimulante do apetite e suplemento vitamínico para recém-nascidos, lactentes, crianças em fase de crescimento e idosos.

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?
Propan®COMPRIMIDO é um estimulante do apetite, suprindo ao mesmo tempo o organismo com substâncias indispensáveis ao total aproveitamento dos alimentos ingeridos. Sua ação é explicada pela atividade de seus componentes:
A buclizina possui efeito sedativo sobre o sistema nervoso central, e também ação hipoglicemiante, estes fatos são responsáveis pelo aumento do apetite.
A adição de aminoácidos essenciais e vitaminas, especialmente do complexo B, a uma dieta deficiente é responsável por suprir as carências nutricionais, ocasionadas pela falta da Ingestão de alimentos ricos destas substâncias.
Com o aumento do apetite, ocorre consequentemente ganho de peso corporal.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Propan® COMPRIMIDO não deve ser utilizado em casos de hipersensibilidade ao cloridrato de buclizina ou a qualquer componente da fórmula.
Propan® COMPRIMIDO não deve ser utilizado por crianças menores de 12 anos de idade.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Advertências e Precauções
Gestantes - Risco C: Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião- dentista.

Lactação: Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres que estão amamentando sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.
Propan® COMPRIMIDO não contém açúcar, podendo ser administrado por diabéticos.
Durante o tratamento, o paciente não deve dirigir veículos ou operar máquinas, pois sua habilidade e atenção podem estar prejudicadas.

Interações Medicamentosas
Avise o seu médico sobre qualquer outra medicação que esteja usando ou que tenha usado recentemente.
O uso juntamente com álcool ou com outros medicamentos depressores do Sistema Nervoso Central (SNC) pode potencializar os efeitos depressores sobre o SNC.
Levar em conta os riscos de adição do efeito atropínico, em caso de associação com outras substâncias anticolinérgicas (anti-histamínicos, neurolépticos, antiparkinsonianos, anticolinérgicos, antiespasmódicos, atropínicos, disopiramida, antidepressivos tricíclicos).
O ácido ascórbico pode destruir a cianocobalamina. A ingestão de grandes doses de ácido ascórbico deve ser evitada uma hora antes ou após o uso de Propan ® .
O uso simultâneo de Propan ® com levodopa não é recomendado. Os efeitos antiparkinsonianos da levodopa são prejudicados pela piridoxina.
Propan® não deve ser administrado concomitantemente com medicamentos contendo cimetidina, carbamazepina, aminoglicosídios, teofilina, fenobarbital, fenitoína e medicamentos para redução da lipidemia.
O uso concomitante com betabloqueadores pode causar efeito vasodilatador aditivo e hipotensão postural, devido ação da nicotinamida.
Alterações em testes laboratoriais: As grandes doses da riboflavina conduzem a uma descoloração amarela brilhante da urina que pode interferir com determinadas análises laboratoriais. O cloridrato de buclizina pode alterar os resultados de testes cutâneos com extratos alergênicos.
Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.
Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?
Características de Propan® COMPRIMIDO: comprimido amarelo, revestido, com odor e sabor característico.
Propan® COMPRIMIDO deve ser conservado em temperatura ambiente (temperatura entre 15 e 30oC) protegido da luz e umidade.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vi de embalagem. Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.
Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Modo de usar
Adultos e crianças acima de 12 anos de idade: 1 comprimido duas vezes ao dia.
Propan® COMPRIMIDO deve ser administrado 30 minutos antes das principais refeições (almoço e jantar).
Não há estudos dos efeitos de Propan COMPRIMIDO administrado por vias não recomendadas. Portanto, por segurança e para eficácia deste medicamento, a administração deve ser somente pela via oral.
Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.
Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Caso se esqueça de tomar uma dose, tome-a assim que possível, no entanto, se estiver próximo do horário da dose seguinte espere por este horário, respeitando sempre o intervalo determinado pela posologia.
Nunca tome duas doses ao mesmo tempo.
Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?
Distúrbios Psiquiátricos: pode ocorrer sonolência diurna, geralmente no início do tratamento.
Distúrbios Gastrointestinais: enjoos, vômitos, diarreias, intestino preso, cólicas, queimação no estômago, boca seca.
Afecções da Pele e Distúrbios Afins: manchas de cor vermelha na pele, reação alérgica, coceira generalizada, aumento de queratina.
Distúrbio do Sistema Urinário: aumento na quantidade de urina eliminada, mau funcionamento dos rins.
Distúrbios do Metabolismo e da Nutrição: alta quantidade de colesterol no sangue.
Distúrbio do Sistema Nervoso Central e Periférico: perda de sensibilidade.
Distúrbio do Sistema Respiratório: falta de ar.
Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.
Entre em contato no Serviço de Atendimento ao Consumidor
UCI-FARMA pelo telefone 0800 191 291 ou pelo email sac@uci- farma.com.br .

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?
Não existem relatos de superdose com Propan ®. A superdose acidental ou voluntária pode teoricamente provocar sinais e sintomas de intoxicação, cuja gravidade depende da dose e da s condições do paciente. Medidas de suporte devem ser tomadas.
A indução de vômito não é recomendada a não ser que o procedimento seja realizado por um médico, devido ao risco de aspiração do medicamento para os pulmões. O tratamento consiste na realização de medidas usuais de esvaziamento gástrico e de controle dos sintomas.
Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.
___________________________________________________________________________

Suspensão Oral

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?
Propan® SUSPENSÃO é indicado como estimulante do apetite e suplemento vitamínico para recém-nascidos, lactentes, crianças em fase de crescimento e idosos.

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?
Bula do Paciente Propan® UCI-FARMA – Conforme RDC 47-09 Página 10
Propan® SUSPENSÃO é um estimulante do apetite, suprindo ao mesmo tempo o organismo com substâncias indispensáveis (vitaminas e aminoácido) ao total aproveitamento dos alimentos ingeridos. Sua ação é explicada pela atividade de seus componentes:
A buclizina possui efeito sedativo sobre o sistema nervoso central, e também ação hipoglicemiante, estes fatos são responsáveis pelo aumento do apetite.
A adição de aminoácidos essenciais e vitaminas, especialmente do complexo B, a uma dieta deficiente é responsável por suprir as carências nutricionais, ocasionadas pela falta da ingestão de alimentos ricos destas substâncias.
Com o aumento do apetite, ocorre consequentemente ganho de peso corporal.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Propan® SUSPENSÃO não deve ser utilizado em casos de hipersensibilidade ao cloridrato de buclizina ou a qualquer componente da fórmula.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Advertências e Precauções
Gestantes - Risco C: Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Lactação: Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres que estão amamentando sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.
Propan® SUSPENSÃO não contém açúcar, podendo ser administrado por diabéticos.
Durante o tratamento, o paciente não deve dirigir veículos ou operar máquinas, pois sua habilidade e atenção podem estar prejudicadas.

Interações Medicamentosas
Avise o seu médico sobre qualquer outra medicação que esteja usando ou que tenha usado recentemente.
O uso juntamente com álcool ou com outros medicamentos depressores do Sistema Nervoso Central (SNC) pode potencializar os efeitos depressores sobre o SNC.
Levar em conta os riscos de adição do efeito atropínico, em caso de associação com outras substâncias anticolinérgicas (anti-histamínicos, neurolépticos, antiparkinsonianos, anticolinérgicos, antiespasmódicos, atropínicos, disopiramida, antidepressivos tricíclicos).
O ácido ascórbico pode destruir a cianocobalamina. A ingestão de grandes doses de ácido ascórbico deve ser evitada uma hora antes ou após o uso de Propan ®.
O uso simultâneo de Propan ® com levodopa não é recomendado. Os efeitos antiparkinsonianos da levodopa são prejudicados pela piridoxina.
Propan® não deve ser administrado concomitantemente com medicamentos contendo cimetidina, carbamazepina, aminoglicosídios, teofilina, fenobarbital, fenitoína e medicamentos para redução da lipidemia.
O uso concomitante com betabloqueadores pode causar efeito vasodilatador aditivo e hipotensão postural, devido ação da nicotinamida.

Alterações em testes laboratoriais: As grandes doses da riboflavina conduzem a uma descoloração amarela brilhante da urina que pode interferir com determinadas análises laboratoriais. O cloridrato de buclizina pode alterar os resultados de testes cutâneos com extratos alergênicos.
Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.
Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?
Características de Propan® SUSPENSÃO: suspensão viscosa, cor laranja, sabor e odor de tangerina/caramelo.
Propan® SUSPENSÃO deve ser conservado em temperatura ambiente (temperatura entre 15 e 30oC) protegido da luz e umidade.
Número de lote e datas de fabricação e validade: vi de embalagem.
Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.
Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Modo de usar
Crianças até 1 ano de idade: 2,5 mL da suspensão duas vezes ao dia.
Crianças de 1 até 5 anos de idade: 5 mL da suspensão duas vezes ao dia.
Crianças de 6 até 12 anos de idade: 10 a 15 mL da suspensão duas vezes ao dia.
Adultos e crianças acima de 12 anos de idade: 25 mL da suspensão duas vezes ao dia.

Propan® SUSPENSÃO deve ser administrado 30 minutos antes d as principais refeições (almoço e jantar).
Deve-se agitar bem o frasco de Propan® SUSPENSÃO antes da administração.
Para a utilização correta, as doses de Propan ® SUSPENSÃO devem ser administradas utilizando-se o copo-medida contido na embalagem do medicamento.
O copo-medida possui indicações visuais de doses, as quais devem ser seguidas conforme prescrição médica.

Descrição do copo-medida:
1 Copo-medida de 10 mL
Não há estudos dos efeitos de Propan SUSPENSÃO administrado por vias não recomendadas. Portanto, por segurança e para eficácia deste medicamento, a administração deve ser somente pela via oral.
Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Caso se esqueça de tomar uma dose, tome-a assim que possível, no entanto, se estiver próximo do horário da dose seguinte espere por este horário, respeitando sempre o intervalo determinado pela posologia.
Nunca tome duas doses ao mesmo tempo.
Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?
Distúrbios Psiquiátricos: pode ocorrer sonolência diurna, geralmente no início do tratamento.
Distúrbios Gastrointestinais: enjoos, vômitos, diarreias, intestino preso, cólicas, queimação no estômago, boca seca.
Afecções da Pele e Distúrbios Afins: manchas de cor vermelha na pele, reação alérgica, coceira generalizada, aumento de queratina.
Distúrbio do Sistema Urinário: aumento na quantidade de urina eliminada, mau funcionamento dos rins.
Distúrbios do Metabolismo e da Nutrição: alta quantidade de colesterol no sangue.
Distúrbio do Sistema Nervoso Central e Periférico: perda de sensibilidade.
Distúrbio do Sistema Respiratório: falta de ar.
Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.
Entre em contato no Serviço de Atendimento ao Consumidor UCI-FARMA pelo telefone 0800 191 291 ou pelo email: sac@uci- farma.com.br.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?
Não existem relatos de superdose com Propan ®. A superdose acidental ou voluntária pode teoricamente provocar sinais e sintomas de intoxicação, cuja gravidade depende da dose e da s condições do paciente. Medidas de suporte devem ser tomadas.
A indução de vômito não é recomendada a não ser que o procedimento seja realizado por um médico, devido ao risco de aspiração do medicamento para os pulmões. O tratamento consiste na realização de medidas usuais de esvaziamento gástrico e de controle dos sintomas.
Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Data da bula

28/05/2015

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal