Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Protopic

Protopic - Bula do remédio

Protopic com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Protopic têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Protopic devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Roche

Apresentação de Protopic

Pom. 0,03% - bisn. c/ 10 g. Pom. 0,1% - bisn. c/ 10 g.

Protopic - Indicações

Protopic (tacrolimo) pomada, 0,03% e 0,1%, são indicadas para o tratamento a curto e longo-prazo de sinais e sintomas de dermatite atópica em pacientes adultos e pediátricos (> 2 anos de idade).

Contra-indicações de Protopic

Protopic (tacrolimo) pomada é contra-indicado para pacientes com história de hipersensibilidade ao tacrolimo ou a qualquer componente da fórmula do produto.

Advertências

O uso de Protopic (tacrolimo) pomada pode causar sintomas transitórios no local, tais como queimação da pele (sensação de queimação, formigamento, irritação) ou prurido. Os sintomas localizados são mais comuns durante os primeiros dias da aplicação de Protopic (tacrolimo) pomada, sendo geralmente resolvidos assim como a melhora das lesões de dermatite atópica. Os pacientes devem minimizar ou evitar a exposição à luz natural ou artificial (camas de bronzeamento ou fototerapia UVA/UVB) enquanto estiverem usando Protopic (tacrolimo) pomada. Carcinogênese, Mutagênese, Diminuição da Fertilidade: não foi observada evidência de genotoxicidade nos ensaios de mutagenicidade in vitro realizados com bactérias (Salmonella e E. coli) ou com mamíferos (células derivadas do pulmão do hamster chinês), nos ensaios de mutagenicidade CHO/HGPRT in vitro ou nos ensaios de clastogenicidade in vivo realizados com camundongos; o tacrolimo não causou síntese de DNA não programada em hepatócitos de roedores. Não foram realizados estudos de toxicologia reprodutiva com tacrolimo tópico. Nos estudos de tacrolimo oral, não foi observada diminuição da fertilidade em ratos machos e fêmeas. A administração por via oral de 1,0 mg/kg de tacrolimo, para ratos machos e fêmeas, antes e durante o acasalamento, como também para as crias durante a gestação e lactação, foi associado com letalidade do embrião e com efeitos adversos sobre a reprodução nas fêmeas. Os efeitos sobre a função reprodutiva das fêmeas (parto) e os efeitos de letalidade do embrião foram indicados por uma taxa mais elevada de perda préimplantação e números aumentados de crias não paridas e não viáveis. Quando administrado com 3,2 mg/kg, tacrolimo foi associado com toxicidade materna e paterna como também com toxicidade reprodutiva, incluindo efeitos adversos significativos nos ciclos estrios, parto, viabilidade das crias e malformações das crias.

Uso na gravidez de Protopic

Gestação Categoria C: Não foram realizados estudos sobre o uso de tacrolimo aplicado de forma tópica em mulheres grávidas. Os estudos de reprodução foram realizados com tacrolimo administrado de forma sistêmica em ratos e coelhos. Os efeitos adversos nos fetos foram observados principalmente nos níveis de dose oral que foram tóxicos para as crias. Tacrolimo, administrado por via oral em doses de 0,32 e 1,0 mg/kg durante a organogênese em coelhos, foi associado com toxicidade materna assim como com o aumento na incidência de abortos. Somente em doses mais altas, também foi observada a incidência aumentada de malformações e variações de desenvolvimento. Protopic (tacrolimo) pomada deve ser usado durante a gravidez somente se o benefício potencial para a mãe justifica o risco potencial para o feto. Lactação: embora a absorção sistêmica de tacrolimo após a aplicação tópica de Protopic (tacrolimo) pomada é mínima em relação à administração sistêmica, sabe-se que tacrolimo é excretado no leite humano. Portanto, a amamentação deve ser evitada durante o uso de Protopic (tacrolimo) pomada.

Interações medicamentosas de Protopic

Não foram realizados estudos formais de interação medicamentosa tópica com Protopic (tacrolimo) pomada. Baseado em sua extensão mínima de absorção, as interações de Protopic (tacrolimo) pomada com drogas administradas de forma sistêmica não podem ser excluídas, mas é improvável que ocorram. Provável interação de Protopic (tacrolimo) durante administração concomitante com os inibidores da CYP 3A4.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Protopic

No total, 1228 pacientes tratados com Protopic (tacrolimo) pomada foram avaliados nos estudos fase 3; 655 nos três estudos veículo-controlados, randomizados e 571 em dois estudos de segurança a longo prazo. Nos três estudos clínicos controlados, as experiências adversas mais freqüentes associadas com Protopic (tacrolimo) pomada estavam limitadas a irritação local da pele. A taxa de incidência dentro de 12 semanas para os eventos mais comuns, por grupo de tratamento (veículo, Protopic (tacrolimo) pomada 0,03%, e Protopic (tacrolimo) pomada 0,1%, respectivamente) foi de 27%, 45%, 49% para sensação de queimação na pele e de 33%, 44%, 41% para prurido. Estes eventos foram observados tipicamente durante os primeiros dias de tratamento, tendendo a ser de gravidade leve ou moderada, e diminuíram após os primeiros dias de tratamento. Os eventos menos comuns ocorrendo em 1% - 5% dos pacientes em ordem decrescente de freqüência, incluem formigamento da pele, acne, foliculite, hiperestesia (sensibilidade da pele, sensibilidade aumentada à temperatura fria / de calor), intolerância ao álcool (rubor facial, vermelhidão, sensação de calor), dispepsia, herpes-zoster, mialgia e cisto. Nos dois estudos de segurança a longo prazo, 255 pacientes pediátricos e 316 pacientes adultos receberam aplicação de Protopic (tacrolimo) pomada 0,1% durante até 1 ano. A incidência de eventos adversos, incluindo infecções, não aumentou com o tempo prolongado de exposição da droga do estudo ou com a quantidade de pomada usada. Em estudos de segurança dérmica com voluntários normais, Protopic (tacrolimo) pomada não foi fototóxico, fotoalergênico, nem sensibilizador de contato.

Protopic - Posologia

Protopic (tacrolimo) 0,03% e Protopic (tacrolimo) 0,1% devem ser aplicados de forma tópica duas vezes ao dia como uma fina camada sobre as áreas afetadas da pele. O uso de Protopic (tacrolimo) pomada sob oclusão não foi estudado, portanto, não é recomendado usar proteções oclusivas.

Superdosagem

Protopic (tacrolimo) pomada não deve ser usado por via oral. A ingestão oral de Protopic (tacrolimo) pode causar efeitos adversos associados com a administração sistêmica de tacrolimo. Caso ocorra ingestão oral, deve ser procurado suporte médico.

Protopic - Informações

Protopic (tacrolimo) pomada contém tacrolimo, um macrolídeo imunossupressor produzido por Streptomyces tsukubaensis. Está indicado para uso derm. tópico. A fórmula química do Protopic (tacrolimo) pomada é C44H69NO12 -H2O. Protopic (tacrolimo) inibe a ativação do linfócito-T, ligando-se inicialmente a uma proteína intracelular, FKBP-12. Um complexo de tacrolimo-FKBP-12, cálcio, calmodulina e calcineurina é formado a seguir, inibindo a atividade da fosfatase-calcineurina. Foi demonstrado que este efeito previne a desfosforilação e translocação do fator nuclear das células T ativadas (NF-AT), um componente nuclear previsto para iniciar a transcrição do gene e formação de linfocinas (tais como interleucina-2, interferon-gama). Protopic (tacrolimo) também inibe a transcrição de genes que incluem o código IL-3, IL-4, IL-5, GM-CSF e TNF-a, todos envolvidos nos primeiros estágios das células T ativadas e postulados a desempenhar papéis significativos na patogênese da dermatite atópica. Adicionalmente, Protopic (tacrolimo) demonstrou inibir a liberação de mediadores pré-formados das células tronco da pele e basófilos, e regularde forma decrescente a expressão de FceRI nas células de Langerhans. Os dados disponíveis demonstram que a penetração de Protopic (tacrolimo) pomada na pele intacta é muito limitada ou inexistente após aplicação única ou repetida em voluntários sadios. Estudos clínicos em pacientes com dermatite atópica demonstraram que o Protopic (tacrolimo) pomada é absorvido de forma mínima na circulação sistêmica após aplicação única ou repetida de Protopic (tacrolimo) pomada nas concentrações de 0,03% a 0,3%. Apesar da aplicação tópica prolongada e repetida durante períodos de até 1 ano, não existe evidência baseada nas concentrações sanguíneas de que tacrolimo se acumula de forma sistêmica. Não foi realizada uma determinação direta de biodisponibilidade; porém, uma comparação dos dados da área sob a curva (AUC) após a administração tópica em relação aos dados históricos da AUC após administração oral e intravenosa indica que a biodisponibilidade de Protopic (tacrolimo) pomada aplicada sobre a pele irritada (dermatite atópica) em relação à administração oral é < 5%; a biodisponibilidade absoluta é < 0,5%. A aplicação de tacrolimo pomada (0,03% - 0,3%) não afetou a pigmentação cutânea em microporcos. Protopic (tacrolimo) pomada não afeta a síntese de colágeno, reduz a espessura da pele ou causa atrofia da pele em humanos.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal