Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Questran Light

Questran Light - Bula do remédio

Questran Light com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Questran Light têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Questran Light devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Bristol

Apresentação de Questran Light

Questran Light pó é apres. em caixas c/ 10 env. c/ 4 g.

Questran Light - Indicações

1. Redução dos níveis séricos de colesterol e prevenção da doença arterial coronariana (DAC). Questran Light é indicado como terapia complementar à dieta para redução dos níveis séricos elevados de colesterol em pacientes com hipercolesterolemia do tipo IIa de Frederickson ou primária (teor elevado de lipoproteínas de baixa densidade). QUESTRAN Light pode ser útil para reduzir o colesterol elevado que ocorre em pacientes com hipercolesterolemia e hipertrigliceridemia combinadas, desde que a hipertrigliceridemia não seja e o distúrbio mais importante. Em um estudo multiclínico controlado com placebo, o Lipid Research Clinics Coronary Primary Prevention Trial (LRC-CPPT), que analisou 3.806 homens com idades entre 35 e 59 anos apresentando níveis séricos de colesterol de 265 mg/100 ml ou mais, a combinação de colestiramina e uma dieta pobre em colesterol diminuiu a taxa de eventos cardíacos fatais em 24% e a de eventos cardíacos não-fatais em 19%, em relação à dieta isolada, durante o período de observação, de 7 a 10 anos. Além disso, os pacientes que receberam colestiramina não mostraram efeitos colaterais debilitantes; as únicas queixas foram constipação, azia, náusea e timpanite. Relata-se que a terapia a longo prazo com colestiramina pode provocar um leve aumento (10%) do nível de colesterol-HDL, que pode ser associado com a diminuição da progressão da aterosclerose. Em estudos randomizados e controlados a arteriografia em pacientes hiperlipidêmicos com doença da artéria coronária, tratados com colestiramina e dietoterapia, mostraram regressão das lesões ateroscleróticas. 2. Redução do quadro pruriginoso associado à obstrução biliar parcial Demonstra-se que o efeito de Questran Light sobre os níveis séricos de colesterol destes pacientes é variável. Portadores de cirrose biliar primária podem apresentar níveis elevados de colesterol como parte da doença. 3. Como coadjuvante da terapia de reidratação no quadro diarréico devido à má absorção de ácidos biliares, associada aos seguintes grupos etiológicos: diarréia resultante de doença e/ou ausência de íleo diarréia resultante de distúrbios funcionais (orgânicos ou cirúrgicos) ou de doenças infecciosas 4. Para desintoxicação de pacientes expostos ao CLORDECONE ou em casos de superdose de FEMPROCUMONA Questran Light liga-se a estas substâncias no intestino, interrompendo sua circulação êntero-hepática e diminuindo, conseqüentemente, seus níveis séricos.

Contra-indicações de Questran Light

Questran Light é contra-indicado para pacientes que apresentam histórico de hipersensibilidade a qualquer um dos seus componentes e para pacientes com obstrução biliar completa, cuja bile não é secretada no intestino.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Questran Light

A reação adversa mais comum é a constipação. Os fatores Predisponentes para a maioria das queixas quando da utilização de Questran Light como agente redutor de colesterol são doses elevadas e idade avançada (paciente acima dos 60 anos). A constipação normalmente é leve, transitória e pode ser controlada com terapia convencional. Alguns pacientes requerem diminuição temporária da Dose ou interrupção da terapia. Eventos adversos menos freqüentes Desconforto abdominal, flatulência, náuseas, vômitos, diarréia, pirose, anorexia, dispepsia e esteatorréia, tendências a sangramento por hipoprotrombinemia (deficiências de vitamina k), assim como deficiências de vitamina a (relata-se cegueira noturna raramente) e vitamina d, acidose hiperclorêmica em crianças e osteoporose, erupções e irritação da pele, da língua e região perianal. Após comercialização do produto houve relatos de (raros) casos de obstrução intestinal, inclusive duas mortes em pacientes pediátricos. Observa-se, ocasionalmente, material calcificado nos dutos biliares, inclusive calcificação da vesícula biliar, em pacientes que receberam resina colestiramina, o que, no entanto, pode ser manifestação de doença hepática, sem vinculação com o uso da droga. Um paciente apresentou cólica biliar em cada uma das três ocasiões em que tomou colestiramina. Em um paciente, com diagnóstico de quadro abdominal agudo, detectou-se uma massa pastosa no cólon transverso quando observado através de raios-x. Houve outros eventos (não necessariamente relacionados com a droga) ocorridos em pacientes que tomavam Questran Light, a saber: Gastrintestinais: sangramento retal, fezes negras, sangramento Hemorroidal, hemorragia de úlcera duodenal conhecida, disfagia, soluços, úlcera aguda, sabor ácido, pancreatite, dor retal, diverticulite, eructação.

Questran Light - Posologia

Questran Light não deve ser tomado na sua forma de pó e, sim Misturando sempre com água ou outros líquidos antes da ingestão. A cor de Questran Light pode variar um pouco de lote para lote, porém esta variação não afeta o desempenho do produto. Devido ao fato de a colestiramina poder ligar-se a outras drogas administradas concomitantemente, os pacientes devem tomar outras drogas pelo menos 1 hora antes ou 4 a 6 horas após a administração de Questran Light para que não haja impedimento da absorção destes medicamentos, ou num intervalo tão longo quanto possível. Adultos Para reduzir os níveis de colesterol e a incidência de eventos Cardíacos, proceda como a seguir: Comece com 1 envelope (equivalente a 4 g de resina colestiramina anidra; veja Composições completas) em 60 a 90 ml de líquido pela manhã e à noite. Após uma ou duas semanas, aumente a dose para 8 g de resina colestiramina em 120 a 180 ml de líquido pela manhã e à noite. Se necessário, aumente a medicação até o máximo de 24 g de resina colestiramina para a máxima redução do colesterol. Sugere-se que a administração de Questran Light seja feita às refeições, mas este esquema pode ser modificado para evitar a interferência na absorção de outras medicações. Embora o esquema posológico proposto seja de duas vezes por dia, Questran Light pode ser administrado em 1 a 6 doses ao dia. Se houver necessidade de aumentar a dose, o aumento deverá ser realizado gradativamente e com monitoração periódica dos níveis de lipídios/lipoproteínas. Doses acima de 24 g diárias de colestiramina podem interferir com a absorção normal de gordura. Terapia concomitante: o efeito redutor do colesterol proporcionado pela Colestiramina sobre o colesterol-total ou o ldl-colesterol aumenta quando o produto é associado a um inibidor do hmg-coa redutase (por exemplo, pravastatina, sinvastatina, lovastatina). Constata-se também maior redução do ldl-colesterol com a combinação de ácido nicotínico e colestiramina. Há igualmente evidência de que a adição de colestiramina à terapia com o genfibrozil pode reforçar a tentativa de diminuir ainda mais o ldlcolesterol em pacientes com níveis de ldl-colesterol e triglicérides elevados e baixos de hdl-colesterol. Para o alívio do prurido devido à obstrução biliar parcial, proceda como segue: Use de 4 a 8 g de resina colestiramina diariamente. Para o alívio da diarréia induzida por má absorção dos ácidos biliares, proceda como a seguir: A dose inicial de Questran Light deve ser de 4 g de colestiramina três vezes por dia, com ajuste posterior da dose, se necessário. Para o tratamento da intoxicação por clordecone proceda como a seguir: Utilize 16 g de colestiramina por dia, em doses divididas, com ajuste posterior da Quantidade, se necessário. Para o tratamento de superdose de femprocumona, proceda como a seguir Utilize 4 g de colestiramina três vezes por dia, com ajuste posterior da quantidade, se necessário. Crianças Para minimizar potenciais efeitos colaterais de natureza gastrintestinal, é desejável iniciar toda a terapia em crianças com uma dose diária de Questran Light. A dose será, então, gradativamente aumentada a cada cinco a sete dias, até o nível desejado para um controle eficaz. Para reduzir os níveis de colesterol, proceda como a seguir : Dose: 0,06 g/kg duas a quatro vezes por dia. A dose poderá ser aumentada até o máximo de 0,36 g/kg/dia. Para o alívio do prurido: Dose: 0,06 g/kg uma ou duas vezes ao dia. Para o alívio da diarréia induzida por má absorção de ácidos biliares: A dose inicial de Questran Light deve ser moderada; 2 a 8 g/dia de colestiramina divididos em três vezes estará, provavelmente, dentro de uma faixa de iniciação aceitável nestes pacientes; as menores doses são indicadas para recém-nascidos. A dose deverá então, ser ajustada às necessidades e à resposta do paciente. Nota: em todos os pacientes que apresentem diarréia induzida por má absorção de ácidos biliares, deve ser observada uma resposta dentro de 3 dias. Caso contrário, deve se iniciar uma terapia alternativa. Para a desintoxicação de crianças expostas ao clodercone, proceda Como a seguir: Não se estabeleceram diretrizes precisas de doses; entretanto, recomenda-se 0,06 g/kg quatro vezes por dia, com ajuste posterior, se necessário. Para o tratamento de casos de superdose de femprocumona, proceda Como a seguir: Utiliza a dose recomendável de 0,06 g/kg três vezes por dia, com ajuste posterior, se necessário. Para o alívio dos sintomas da diarréia aguda, proceda como a seguir: Na diarréia aguda do lactente, a terapia essencial é a rápida reidratação, adotando-se a clássica solução para a reidratação oral da organização mundial de saúde (sro-oms). Questran Light não deve ser usado em pacientes com diarréia sanguinolenta ou exudativa.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal