FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Revitam Junior

Revitam Junior - Bula do remédio

Revitam Junior com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Revitam Junior têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Revitam Junior devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Biolab

Apresentação de Revitam Junior

Solução oral. Frasco contendo 40 ml, 120 ml, 200 ml e 240 ml com dosador

•USO ORAL
•USO PEDIÁTRICO ACIMA DE 6 MESES DE IDADE E ADULTO

•COMPOSIÇÃO:

 % da IDR* por faixa etária
Cada ml da solução contém:

6 meses a
1ano (1 ml)

1-3 anos
(1,5 ml)

4-6 anos (2 ml)

7-10 anos
(2,5 ml)

11-14 anos
(3 ml)

Vitamina A (palmitato)1250 UI94%141%167%188%188%
Vitamina B1 (cloridrato)0,4 mg133%120%133%111%100%
Vitamina B2 (fosfato sódico)0,5 mg125%150%167%139%115%
Vitamina B6 (cloridrato)0,6 mg600%180%240%150%138%
Vitamina B12 (cianocobalamina)0,5mcg100%73%83%69%63%
Vitamina C (ácido ascórbico)35 mg117%175%233%250%233%
Vitamina D3 (colecalciferol)400 UI200%300%400%500%600%
Vitamina E (acetato)4 UI100%81%107%96%81%
Nicotinamida6 mg150%150%150%125%113%
Ácido fólico35 mcg73%55%59%49%44%
Pantenol3 mg167%225%200%188%180%

 


* IDR = Ingestão Diária Recomendada

Veículo: edetato dissódico, polissorbato 80, benzoato de sódio, bicarbonato de sódio, ascorbato sódico, macrogol, etil maltol, sacarato sódico, ciclamato de sódio, óleo de rícino, metilparabeno, propilparabeno, propilenoglicol, sacarose, butilhidroxianisol, butilhidroxitolueno, aroma de laranja, água purificada.

Revitam Junior - Indicações

Suplemento vitamínico para recém-nascidos, lactentes e crianças em fase de crescimento, em períodos de crescimento acelerado, como também auxiliar nas anemias carenciais e em doenças agudas crônicas/convalescença.

Contra-indicações de Revitam Junior

Em pacientes sensíveis aos componentes da fórmula. Pacientes com hipervitaminose A e/ou D. Hipercalcemia.

Advertências

Gerais - a relação risco/benefício deve ser avaliada nas seguintes situações clínicas: hemofilia (o pantenol pode prolongar o tempo de hemorragia); cálculos renais (a vitamina C pode precipitar oxalatos)
Atenção diabéticos: contém açúcar.

Gravidez, Amamentação, Pediatria e Geriatria: não foram relatados problemas em humanos com a “Ingestão Diária Recomendada - IDR” conforme consta na Posologia.

Interações medicamentosas de Revitam Junior

Derivados da cumarina: juntamente com grandes doses de vitamina A e E podem dar resposta hipoprotrombínica.
Antiácidos, colestiramina, óleo mineral, neomicina e sucralfato: podem diminuir a absorção das vitaminas A, D e E.
Barbitúricos e derivados de hidantoína: podem reduzir o efeito da vitamina D3.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Revitam Junior

Reação rara (>1/10.000 e < 1/1.000): prurido e rash cutâneo
Ingestão excessiva e prolongada de Revitam® Júnior pode dar lugar a reações que se manifestam por irritação na mucosa da boca, diarreia, náusea, vômitos, dor de cabeça, mal-estar, confusão ou excitação, descamação da pele, sede, visão turva e perda de apetite.

Em caso de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária – NOTIVISA, disponível em www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Revitam Junior - Posologia

Utilizando-se como referência a tabela de “Ingestão Diária Recomendada - IDR” de vitaminas, eis a posologia recomendada:

 Crianças entre
6 meses a 1 ano1 a 3 anos4 a 6 anos7 a 10 anos11 a 14 anos

REVITAM ®
JÚNIOR

1 ml/dia1,5 ml/dia2 ml/dia2,5 ml/dia3 ml/dia

As doses recomendadas podem ser administradas juntamente com sucos e leite, em uma única tomada/dia ou divididas em duas tomadas/dia, preferencialmente junto às refeições.

Superdosagem

Doses excessivas e por tempo prolongado podem provocar alguns dos sintomas indicados nas reações adversas. Nestes casos, deve-se suspender a medicação e procurar um médico para tratamento sintomatológico, se for o caso.
Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Características farmacológicas

A vitamina A previne, retarda e preserva o crescimento e a integridade do tecido epitelial, assim como é essencial para o bom funcionamento da retina (adaptação da visão ao escuro), o crescimento dos ossos, função testicular e ovariana, desenvolvimento do embrião e como cofator para as reações bioquímicas no organismo.
A vitamina B1 se combina com o ATP (adenosina trifosfato) formando uma coenzima (cocarboxilase) que é necessária para o metabolismo dos carboidratos.
A vitamina B2 é convertida em duas coenzimas que são necessárias para a respiração tissular. É importante para a ativação da vitamina B6, estando envolvida na manutenção da integridade dos eritrócitos.
A vitamina B6 é convertida em coenzima (fosfato de piridoxal) que atua em inúmeros processos metabólicos que envolvem o uso de proteínas, carboidratos e lipídios. A vitamina B6 está envolvida também na conversão do triptofano em ácido nicotínico ou em serotonina.
A vitamina B12 atua como coenzima em várias funções metabólicas, incluindo o metabolismo de gorduras, carboidratos e síntese de proteínas. É necessária para o crescimento, replicação celular, hematopoiese e sínteses de nucleoproteínas e mielina devido em grande parte às suas ações sobre o metabolismo da metionina, do ácido fólico e do ácido malônico.
A vitamina C é necessária para a formação do colágeno e reparação dos tecidos corporais, estando envolvida em várias reações de oxirredução. Também intervém no metabolismo da fenilalanina, tirosina, ácido fólico e do ferro, na utilização dos carboidratos, na síntese de lipídios e proteínas e na conservação da integridade dos vasos sanguíneos.
A vitamina D3 é essencial para favorecer a absorção e utilização do cálcio, fósforo e para a calcificação normal dos ossos. Juntamente com o hormônio paratireoideano e a calcitonina, regula as concentrações séricas de cálcio, aumentando as concentrações de cálcio e fósforo no sangue conforme seja necessário.
A vitamina E é considerada como elemento essencial da nutrição, ainda que sua função exata não esteja totalmente elucidada. Como antioxidante, evita a ação da peroxidase sobre as ligações insaturadas das membranas celulares e protege os eritrócitos frente a hemólise. Também atua como cofator em vários sistemas enzimáticos.
A nicotinamida é um componente de duas coenzimas, o NAD e o NADP, que são necessários para o metabolismo lipídico, a respiração tissular e a glucogenólise.
O pantenol é um precursor da coenzima A, sendo necessário para várias funções metabólicas incluindo o metabolismo de carboidratos, proteínas e lipídeos. O pantenol também é necessário para a função epitelial normal.

Resultados de eficácia

De acordo com Fishman SM e cols. (2000), a suplementação vitamínica contendo, por exemplo, vitamina B12, vitamina C, A e E, pode auxiliar no controle da anemia nutricional.
A Sociedade Brasileira de Pediatria, de acordo com o Tratado de Pediatria (2007) relata que as carências de vitaminas e minerais determinam o aparecimento de várias manifestações clínicas e participam da fisiopatologia de várias doenças crônicas não transmissíveis. Assim, faz-se necessário a suplementação vitamínica para a manutenção da saúde.

Referências bibliográficas:
1.Fishman SM, Christian P, West KP. The role of vitamins in the prevention and control of anaemia. Public Health Nutr. 2000 Jun;3(2):125-50.

2.Tratado Brasileiro de Pediatria. Sociedade Brasileira de Pediatria. 2007 1ª Edição. Ed Manole:1503-16.

Armazenagem

Mantenha Revitam® Júnior em temperatura ambiente (15 a 30ºC), protegido da luz. Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.
Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Característica: Líquido xaroposo, límpido, amarelo alaranjado, odor e sabor de laranja. Antes de usar, observe o aspecto do medicamento.
Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance de crianças.

Dizeres legais

MS – 1.0974.0198
Farm. Resp.: Dr. Dante Alario Junior - CRF-SP nº 5143

Fabricado por
AVERT Laboratórios Ltda
Rua Domingos Graziano, 104
Araras SP 13600-718
CNPJ 44.211.936/0001-37
Indústria Brasileira

Registrado por
BIOLAB SANUS Farmacêutica Ltda
Av. Paulo Ayres, 280
Taboão da Serra - SP - 06767-220
SAC 0800 724 6522
CNPJ: 49.475.833/0001-06
Indústria Brasileira

Revitam Junior - Bula para o Paciente

1. PARA QUÊ ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?
O seu médico lhe receitou Revitam® Júnior que é um polivitamínico utilizado nos estados carenciais originados de doenças agudas ou crônicas, assim como para assegurar o crescimento e desenvolvimento normais da criança.

2. COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?
A vitamina A previne, retarda e preserva o crescimento e a integridade da pele, assim como é essencial para o bom funcionamento da retina (adaptação da visão ao escuro), o crescimento dos ossos, função testicular e ovariana, desenvolvimento do embrião e para as reações bioquímicas no organismo.
A vitamina B1, em combinação com o ATP (adenosina trifosfato) é necessária para o metabolismo dos carboidratos.
A vitamina B2 é convertida em duas coenzimas que são necessárias para a respiração dos tecidos do organismo (tissular). É importante para a ativação da vitamina B6, estando envolvida na manutenção da integridade dos glóbulos vermelhos (eritrócitos).
A vitamina B6 é convertida em coenzima (fosfato de piridoxal) que atua em inúmeros processos metabólicos que envolvem o uso de proteínas, carboidratos e lipídios. A vitamina B6 está envolvida também na conversão do triptofano em ácido nicotínico ou em serotonina.
A vitamina B12 atua como coenzima em várias funções metabólicas, incluindo o metabolismo de gorduras, carboidratos e síntese de proteínas. É necessária para o crescimento, multiplicação celular, formação de células do sangue e sínteses de proteínas e mielina (importante substância do sistema nervoso central.
A vitamina C é necessária para a formação do colágeno e reparação dos tecidos corporais, estando envolvida em várias reações que diminuem a oxidação dos tecidos. Também intervém no metabolismo da fenilalanina, tirosina, ácido fólico e do ferro, na utilização dos carboidratos, na síntese de lipídios e proteínas e na conservação da integridade dos vasos sanguíneos.
A vitamina D3 é essencial para favorecer a absorção e utilização do cálcio, fósforo e para a calcificação normal dos ossos. Juntamente com o hormônio paratireoideano e a calcitonina, regula as concentrações sanguíneas de cálcio.
A vitamina E é considerada como elemento essencial da nutrição, ainda que sua função exata não esteja totalmente elucidada. Tem ação antioxidante, protegendo as células e os glóbulos vermelhos (eritrócitos). Também auxilia em diversos sistemas enzimáticos importantes no organismo.
A nicotinamida é necessária para o metabolismo das gorduras (lipídeos), para a respiração dos tecidos do organismo (tissular) e a para a quebra do glicogênio (glucogenólise).
O pantenol é necessário para várias funções metabólicas incluindo o metabolismo de carboidratos, proteínas e lipídeos. O pantenol também é necessário para a função normal da pele.

3. QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Revitam® Júnior não deve ser usado por pacientes com hipersensibilidade aos componentes da fórmula, com altos níveis de vitamina A e/ou D (hipervitaminose A e/ou D) e altos níveis de cálcio no sangue (hipercalcemia).

4.O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Deve ser usado com cautela em casos de hemofilia e cálculos renais.
Atenção diabéticos: contém açúcar
Interações medicamentosas
Derivados da cumarina (exemplo varfarina): juntamente com grandes doses de vitamina A e E podem aumentar o risco de sangramento.
Antiácidos, colestiramina, óleo mineral, neomicina e sucralfato: podem diminuir a absorção das vitaminas A, D e E.
Barbitúricos (fenobarbital) e derivados de hidantoína: podem reduzir o efeito da vitamina D3.
Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.
Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

5.ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESSE MEDICAMENTO?
Mantenha Revitam® Júnior em temperatura ambiente (15 a 30ºC), protegido da luz. Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.
Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Característica: Líquido xaroposo, límpido, amarelo alaranjado, odor e sabor de laranja.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.
Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance de crianças.

6.COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Utilizando-se como referência a tabela de “Ingestão Diária Recomendada - IDR” de vitaminas, eis a posologia recomendada:

 Crianças entre
6 meses a 1 ano1 a 3 anos4 a 6 anos7 a 10 anos11 a 14 anos

REVITAM ®
JÚNIOR

1 ml/dia1,5 ml/dia2 ml/dia2,5 ml/dia3 ml/dia

As doses recomendadas podem ser administradas juntamente com sucos e leite, em uma única tomada/dia ou divididas em duas tomadas/dia, preferencialmente junto às refeições.
Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

7.O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Você deve tomar o Revitam Junior® conforme a receita médica. Se você deixou de tomar uma dose, deverá tomá-la como de costume, isto é, na hora regular e sem dobrar a dose.
Em caso de dúvida, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião dentista.

8.QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?
Qualquer medicamento pode apresentar efeitos inesperados ou indesejáveis, denominados, reações adversas. As reações adversas que podem ocorrer são:
Reação rara (ocorre entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento): prurido (coceira) e rash cutâneo (vermelhidão na pele)
Ingestão excessiva e prolongada de Revitam® Júnior pode dar lugar a reações que se manifestam por irritação na mucosa da boca, diarréia, náusea, vômitos, dor de cabeça, mal-estar, confusão ou excitação, descamação da pele, sede, visão turva e perda de apetite.
Informe ao seu médico, cirurgião dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

9. O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?
Doses excessivas e por tempo prolongado podem provocar alguns dos sintomas indicados nas reações adversas. Nestes casos, deve-se suspender a medicação e procurar um médico para tratamento sintomatológico, se for o caso.
Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Data da bula

22/06/2015

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal