Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Serenus - Bula do remédio

Serenus com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Serenus têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Serenus devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Biolab

Apresentação de Serenus

Comprimido revestido. Caixa com 20 comprimidos.

Serenus - Indicações

Serenus é utilizado como sedativo das excitações nervosas; ansiedade; irritabilidade; insônias; distúrbios comportamentais do sono na criança; distúrbios neurovegetativos; enurese de origem não-orgânica e distúrbios da menopausa. Produto em estudo para avaliação científica das indicações terapêuticas e da toxicidade. O uso deste produto está baseado em indicações tradicionais.

Contra-indicações de Serenus

Em pacientes sensíveis aos componentes de Serenus.

Advertências

Evitar a prescrição para pacientes com úlceras gastrointestinais, déficit de coagulação, hemorragias ativas ou pacientes em tratamento com derivados do ácido acetil salicílico ou anticoagulantes. Pediatria - Serenus não é recomendado para o uso em crianças menores de 2 anos. Geriatria (idosos) - Não há recomendações específicas para pacientes idosos.

Uso na gravidez de Serenus

Serenus não deve ser usado na gravidez e/ou durante a amamentação, pois estudos in vitro e in vivo mostraram que o Crataegus oxyacantha reduz o tônus e a motilidade uterina. Os alcalóides contidos na Passiflora estimulam a atividade uterina em estudos em animais. Em vista disso, seu uso excessivo durante a gravidez e lactação deve ser evitado.

Interações medicamentosas de Serenus

O uso de barbitúricos, carbamazepina, hidantoína, fenilbutazona, sulfonamidas, clorpromazina, penicilinas, rifampicina, neomicina, nitrofurantoína, ampicilina, tetraciclina, cloranfenicol, fenacetina e pirazolona juntamente com contraceptivos orais pode provocar menor eficácia contraceptiva deste último, assim como a maior incidência de hemorragia intermenstrual e amenorréia. Os contraceptivos orais podem interferir no metabolismo oxidativo do diazepam e clordiazepóxido, provocando acúmulo dos mesmos no plasma. Pacientes em tratamento prolongado com benzodiazepínicos devem ser observadas com relação a intensificação dos efeitos sedantes. Como resultado da menor tolerância à glicose, as doses de agentes antidiabéticos e insulina podem alterar-se. Os contraceptivos orais podem antagonizar os efeitos terapêuticos dos anti-hipertensivos, anticonvulsivantes, anticoagulantes orais e hipoglicemiantes. As pacientes devem ser cuidadosamente monitoradas quanto à diminuição das respostas a estas drogas. Os contraceptivos orais podem estimular os efeitos farmacológicos ou diminuir o clearance da teofilina, cafeína, fenotiazinas, corticosteróides, antagonistas beta-adrenérgicos, antidepressivos tricíclicos e ciclosporina. • Interferência em Exames Laboratoriais: Não são conhecidas interferências em exames laboratorais com o uso de Serenus.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Serenus

Não são conhecidas as reações adversas.

Serenus - Posologia

Adultos: Insônia e irritabilidade leves: 1 a 2 drágeas de Serenus, 1 a 2 vezes ao dia. Insônia rebelde e estados depressivos acentuados: 2 a 4 drágeas de Serenus, 1 ou 2 vezes ao dia. Crianças: Metade das doses acima, ou conforme prescrição médica.

Superdosagem

Os sintomas de toxicidade aguda em animais que receberam Crataegus oxyacantha foram bradicardia e depressão respiratória, podendo levar à parada cardíaca com paralisia respiratória. Excessivas doses de Passiflora incarnata podem levar à sedação e potencializar os efeitos de inibidores da MAO. Os sinais de toxicidade associados com Salix alba podem ser irritação gástrica e renal, sangramento nas fezes, zumbido, náuseas e vômitos.

Serenus - Informações

Composição: Cada drágea contém: Extrato seco de Passiflora alata, Aiton (mínimo de 1,5% como isovitexina) 75 mg; Extrato seco de Crataegus oxyacantha, Linné (mínimo de 1,8% de vitexina - 2 - ramnosídeo) 60 mg; Extrato seco de Adonis vernalis, Linné 50 mg.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal