Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Spidufen 600

Spidufen 600 - Bula do remédio

Spidufen 600 com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Spidufen 600 têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Spidufen 600 devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Zambon

Apresentação de Spidufen 600

cx. c/ 10 env. de granulado. Cada env. contém : Ibuprofeno ..600 mg Arginina ...555 mg

Spidufen 600 - Indicações

No alívio da dor leve ou moderada: cefaléias, nevralgias, dismenorréia, pós-cirúrgico dental e dores dentárias, musculares e traumáticas. Spidufen 600 também está indicado na artrite reumatóide e na osteoartrite e em outras patologias musculares e ósseas que se manifestem com dor e inflamação.

Contra-indicações de Spidufen 600

Por causa do potencial de sensibilidade cruzada com outros antiinflamatórios não esteróides, o produto não deve ser administrado a pacientes nos quais aspirina ou outros antiinflamatórios tenham induzido sintomas de rinite, urticária, angioedema, broncoespasmo ou outros fenômenos de natureza alérgica. Como acontece com outros antiinflamatórios não esteróides, é aconselhável não administrar o produto a portadores de gastrite e úlcera péptica grave ou em fase ativa e na insuficiência hepática ou renal grave. O produto não deve ser administrado às crianças com idade inferior a 12 anos. SPIDUFEN contém aspartame como excipiente, motivo pelo qual é contra-indicado em pacientes com fenilcetonúria.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Spidufen 600

A incidência de reações adversas é relativamente baixa e o ibuprofeno parece ser um dos AINEs mais bem tolerados. As reações mais comuns são náuseas, vômitos, diarréia, constipação intestinal e epigastralgia, ocorrendo em menor quantidade. As reações de hipersensibilidade podem ser similares às descritas para o ácido acetilsalicílico, tais como rinitsinusite, asma, angioedema e urticária. Foi observada, em alguns pacientes, ambliopia tóxica com redução da acuidade visual e dificuldade na discriminação das cores. Os sintomas desaparecem com a interrupção do uso. Em menos de 1% dos pacientes pode ocorrer elevação significativa das transaminases. Foram relatadas icterícia, hepatite, e esporadicamente, hiperuricemia. Foram relatados também retenção de líquidos e edema. Ibuprofeno deve ser administrado, com cuidado, a pacientes com histórico de descompensação cardíaca. SPIDUFEN inibe a agregação plaquetária em menor grau do que o ácido salicílico e a indometacina. Casos raros de linfopenia, agranulocitose e anemia hemolítica também foram relatados.

Spidufen 600 - Posologia

O conteúdo do envelope deve ser dissolvido em meio copo de água antes de ser ingerido. Adultos: Dores leves ou moderadas; dismenorréia: 1 envelope de 600mg, 2 vezes ao dia (de 12 em 12 horas). Processos artríticos crônicos: No início do tratamento, aconselha-se uma dose diária de 1200 a 1600 mg divididas em 3 ou 4 administrações, podendo, se necessário, ser aumentada gradualmente até 2400 mg diários, dose que não se aconselha ser ultrapassada. Crianças com mais de 12 anos de idade: A dose diária recomendada é de 20 mg/kg dividida em 3 administrações. Em casos de artrite reumatóide juvenil, a dose pode ser aumentada para 40 mg/kg/dia, dividida em 3 administrações. A dose máxima diária, para crianças pesando menos de 30 kg, é de 800 mg.

Spidufen 600 - Informações

SPIDUFEN é um analgésico antiinflamatório de síntese. Seu mecanismo de ação, a exemplo dos outros agentes antiinflamatórios não esteróides, não é ainda exatamente definido. Entretanto, sua ação terapêutica não se deve ao estímulo hipófise-supra-renal. O produto é um potente inibidor da síntese das prostaglandinas em nível periférico. A sua ação analgésica, de tipo não narcótico, é 28 a 30 vezes superior ao ácido acetilsalicílico. Sua ação central, ainda que presente, é pouco intensa. A sua biotransformação processa-se por via hepática. O medicamento atinge a concentração máxima em cerca de 1,5 h e age de 4 a 6 horas, com eliminação rápida através da urina e excreção, virtualmente completa 24 horas após a administração da última dose. Além disso, a presença em sua fórmula, de um aminoácido básico, a arginina, facilita sua solubilização e promove ótima e rápida absorção do princípio ativo, após administração oral. Por isso, é aconselhável a administração do produto no intervalo das refeições.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal