Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Tensulan

Tensulan - Bula do remédio

Tensulan com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Tensulan têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Tensulan devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Marjan

Apresentação de Tensulan

cáps. - caixa c/ 30 cáps.

Tensulan - Indicações

Suplemento vitamínico e/ou mineral em dietas restritivas e inadequadas.

Contra-indicações de Tensulan

Tensulan é contra-indicado na gravidez, na hipervitaminose A e em caso de hipersensibilidade a quaisquer de seus componentes. Se durante o tratamento de mulheres, em idade fértil, a menstruação não aparecer, o uso de Tensulan deverá ser suspenso e comunicar o fato ao médico. Tensulan deve ser usado com cautela em pacientes com insuficiência renal crônica. Informe ao seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início ou durante o tratamento.

Advertências

Se durante o tratamento de mulheres na fase fértil da vida a menstruação não surgir, o uso de Tensulan deverá ser imediatamente descontinuado. Usar com cuidado em pacientes com insuficiência renal crônica. Tensulan pode ser usado por pessoas acima de 65 anos de idade, desde que observadas as precauções comuns ao produto.

Uso na gravidez de Tensulan

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou que possam ficar grávidas durante o tratamento. A vitamina A, em doses superiores a 10.000 UI/dia, pode ocasionar deformações em fetos. Por isto, Tensulan não deve ser utilizado durante a gravidez. Informe ao se médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se está amamentando. Se durante o tratamento a menstruação da mulher não aparecer, suspender Tensulan e avisar ao médico.

Interações medicamentosas de Tensulan

Produtos à base de levodopa isolada têm sua eficácia terapêutica reduzida pela vitamina B6 , o mesmo não ocorrendo com aqueles produtos em que a levodopa é associada a um inibidor da descarboxilase. Os anticoncepcionais orais podem determinar níveis sangüíneos mais altos de vitamina A. O uso concomitante com colestiramina, óleo mineral, neomicina oral, aumenta a necessidade de vitamina A. Hidróxido de alumínio em doses elevadas diminui a absorção de vitamina A.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Tensulan

A vitamina A, em doses iguais ou superiores a 1.000.000 UI/dia, durante três dias, ou 50.000 UI/dia durante 12 ou mais meses, poderá causar intoxicações aguda ou crônica. Estas se manifestam por queda de cabelos, inchaço, boca ressecada, dor de cabeça, perda de apetite, enjôo, sonolência, cansaço, desânimo, aumento ou diminuição das regras, visão dupla, convulsões, dores articulares, sensibilidade aumentada à luz e sangramentos, inclusive debaixo da pele. Nestes casos, interromper imediatamente o uso de Tensulan e procurar o médico assistente.

Tensulan - Posologia

1 cápsula ao dia, ingerida durante ou após as refeições. O tempo de tratamento é de dois a três meses.

Superdosagem

As reações adversas dependem fundamentalmente da superdosagem da vitamina A. Nesse caso suspender imediatamente a ingestão do medicamento. Como não existe tratamento específico, utilizar medidas sintomáticas. Alguns sinais e sintomas desaparecem em uma semana, outros podem persistir durante várias semanas ou meses.

Características farmacológicas

Características químicas e farmacológicas Tensulan contém em sua fórmula as vitaminas A, B6 e E. Vitamina A (palmitato de retinol): a vitamina A é essencial para o bom funcionamento da retina, já que conserva as células epiteliais de todo o organismo. Previne ou regride alterações caracterizadas por hiperplasia e menor diferenciação celular. A vitamina A antagoniza a produção de estrogênio pelo folículo ovariano. A deficiência de vitamina A reduz a capacidade secretora de epitélios produtores de muco, aumentando o surgimento de processos irritativos e infecciosos. Sua deficiência também aumenta a sensibilidade a carcinogênicos. A deficiência de vitamina A é considerada uma das causas da Síndrome Pré-Menstrual, sendo que a oleosidade da pele e a acne poderão ser controladas por ela. Vitamina B6 (cloridrato de piridoxina): atua como coenzima em vários processos metabólicos envolvendo aminoácidos e neurotransmissores. Interage com complexos esteróide-receptores e melhora o metabolismo hepático dos estrógenos. Inibe a produção de prolactina e estimula a síntese de dopamina. Sua deficiência pode provocar dermatite seborréica, estomatite, glossite, anemia sideroblástica, convulsões, neurites, diminuição de Norepinefrina e 5-hidroxitriptamina. Aumenta a conversão de ácidos graxos essenciais em PGE1. Em virtude de sua participação na síntese de dopamina e serotonina, a deficiência da piridoxina tem sido relatada como possível fator associado à etiologia da Síndrome Pré-Menstrual. Vitamina E (acetato de tocoferol): é uma vitamina essencial na nutrição. Acredita-se que o tocoferol inibe a formação de radicais livres e seu efeito nocivo sobre os lipídios das membranas celulares. A vitamina E previne a esclerose do colágeno e facilita a absorção e a utilização de vitamina A, protegendo contra a hipervitaminose A. Além disso, inibe a oxidação e reduz o estradiol. Altera o nível de androgênios e gonadotrofinas, e modula o equilíbrio estrogênio/ progesterona. A vitamina E induz a ativação do sistema opióide endógeno, melhorando alguns sintomas presentes, por exemplo no período pré-menstrual. Portanto, a vitamina A, vitamina B6 e vitamina E poderão ser usadas no tratamento das displasias mamárias, onde ocorre um desequilíbrio na relação estrogênio/ progesterona. Esta utilização é devido à ação destas 3 vitaminas sobre a diferenciação epitelial e preservação do tecido conjuntivo, além de atuar nos hormônios.

Resultados de eficácia

Suprir as carências de vitaminas A, E e B6.

Uso em idosos, crianças e em outros grupos de risco

Não existem recomendações específicas para pacientes acima de 65 anos de idade, desde que observadas as precauções e contra-indicações comuns ao produto.

Armazenagem

Conservar em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C). Proteger da luz e umidade.

Tensulan - Informações

Ação esperada do medicamento Suprir as carências de vitaminas A, E e B6. Cuidados de armazenamento Conservar em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C). Proteger da luz e umidade. Prazo de validade 24 meses após data de fabricação impressa no cartucho. Não utilize medicamentos com o prazo de validade vencido. Gravidez e lactação Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou que possam ficar grávidas durante o tratamento. A vitamina A, em doses superiores a 10.000 UI/dia, pode ocasionar deformações em fetos. Por isto, Tensulan não deve ser utilizado durante a gravidez. Informe ao se médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se está amamentando. Se durante o tratamento a menstruação da mulher não aparecer, suspender Tensulan e avisar ao médico. Cuidados de administração Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. É recomendada a ingestão de uma a duas cápsulas de Tensulan ao dia por 2 a 3 meses. Interrupção do tratamento Não interromper o tratamento sem o conhecimento de seu médico. Reações adversas A vitamina B6 é hidrossolúvel e rapidamente excretada na urina. Algumas reações adversas são observadas como parestesia, sonolência e diminuição do nível de ácido fólico no soro. Uma neuropatia sensorial tóxica tem sido observada em indivíduos que usam cronicamente 2g de piridoxina por dia. Foram relatados sintomas de dependência física após a supressão da droga em adultos que recebiam 200mg por dia. Outros efeitos adversos atribuíveis à piridoxina em doses de 150 a 200mg/dia são: queixas sobre acidez estomacal, indigestão, náuseas, dores abdominais e falta de apetite. Em mulheres em fase de amamentação, a piridoxina provoca a diminuição da produção de leite materno. A vitamina A, em doses iguais ou superiores a 1.000.000 UI/dia, durante três dias, ou 50.000 UI/dia durante 12 ou mais meses, poderá causar intoxicações aguda ou crônica. Estas se manifestam por queda de cabelos, inchaço, boca ressecada, dor de cabeça, perda de apetite, enjôo, sonolência, cansaço, desânimo, aumento ou diminuição das regras, visão dupla, convulsões, dores articulares, sensibilidade aumentada à luz e sangramentos, inclusive debaixo da pele. Nestes casos, interromper imediatamente o uso de Tensulan e procurar o médico assistente. Informe ao médico a ocorrência de reações desagradáveis. TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS. Ingestão concomitante com outras substâncias Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento. Pacientes parkinsonianos, usando levodopa pura, não associada a inibidores de descarboxilase, não devem utilizar Tensulan já que a vitamina B6 inibe a ação terapêutica da levodopa pura. Mulheres usando anticoncepcional devem utilizar doses menores de Tensulan devido ao aumento do nível sanguíneo de vitamina A causada por esta medicação. A absorção de vitamina A está diminuída com o uso de doses elevadas de hidróxido de alumínio. O uso concomitante com colestiramina, óleo mineral, neomicina oral, aumenta a necessidade de vitamina A. Contra-indicações e precauções Tensulan é contra-indicado na gravidez, na hipervitaminose A e em caso de hipersensibilidade a quaisquer de seus componentes. Se durante o tratamento de mulheres, em idade fértil, a menstruação não aparecer, o uso de Tensulan deverá ser suspenso e comunicar o fato ao médico. Tensulan deve ser usado com cautela em pacientes com insuficiência renal crônica. Acetato de tocoferol concomitantemente usado com anticoagulantes, como por exemplo a varfarina, ou em pacientes portadores de deficiência de vitamina K pode causar sangramento e retardar a cicatrização. Informe ao seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início ou durante o tratamento. NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal