FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Trombofob

Trombofob - Bula do remédio

Trombofob com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Trombofob têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Trombofob devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Abbott

Apresentação de Trombofob

Gel 200 U/g:
-Embalagem com 1 bisnaga de 10 g
-Embalagem com 1 bisnaga de 40 g

USO TÓPICO
USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Composição:
Cada grama de gel Trombofob® GEL contém:
heparina sódica ...........................200 U
Excipientes: carbopol, softigen, álcool etílico, essência de água de colônia, polissorbato 60, dietanolamina, água purificada.
_________________________________________

Pomada dermatológica de:
- 50U + 2mg: Embalagem com 1 bisnaga de 40 g.

USO TÓPICO
USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Composição:
Cada grama de pomada de Trombofob® POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) contém:
heparina sódica ............................50 U
nicotinato de benzila .....................2,067 mg
Excipientes: álcool cetílico, álcool estearílico, laurilsulfato de sódio, álcool de lanolina, vaselina, parafina, éster decílico ácido oleico, hidróxido de sódio, metilparabeno, propilparabeno, água purificada.

Trombofob - Indicações

Trombofob® GEL é destinado ao tratamento de:
flebites e tromboflebites superficiais;
dores nas pernas relacionadas a varizes;
lesões desportivas e acidentais como hematomas, distensões e contusões;
tenossinovites;
flebites pós-injeção endovenosa e venóclise;
estases venosas nas extremidades;
dores após escleroterapia venosa.
__________________________________________________

Trombofob® POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) é destinado ao tratamento de:
distensões e contusões;
tromboflebites e tromboses superficiais;
infiltrados inflamatórios e hematomas;
tenossinovites e epicondilites;
flebites pós-injeções e venóclise.

Contra-indicações de Trombofob

Trombofob (heparina sódica e nicotinato de benzila) é contraindicado a pacientes com tendência a hemorragias, hiperssensibilidade aos componentes da fórmula, incompatibilidade com anticoagulantes.

Advertências

GEL
O produto deve ser usado com cuidado em pacientes que apresentem manifestações alérgicas. Deve-se compatibilizar a necessidade do medicamento com o tempo de sangramento.
O aparecimento de prurido (coceira), com formação ou não de pequenas bolhas locais, num período de 48h, sugere um processo alérgico a um dos componentes da fórmula. Neste caso, o tratamento com o produto deve ser interrompido.
Este produto não deve ser usado no tratamento de hemorroidas.
Categoria de risco: C
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião dentista.
___________________________________________

POMADA
Trombofob POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) deve ser utilizado com cuidado em pacientes que apresentam manifestações alérgicas. Deve-se compatibilizar a necessidade do medicamento com o tempo de sangramento.
O componente nicotinato de benzila, presente no Trombofob®POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila), pode produzir irritação na pele em alguns pacientes. A leve vermelhidão da área deve ser considerada normal, pois é um indicativo da ação do nicotinato de benzila, aumentando a irrigação sanguínea local.
O aparecimento de prurido (coceira), com formação ou não de pequenas bolhas locais, num período de 48 h, sugere um processo alérgico a um dos componentes da fórmula. Neste caso, o tratamento com o produto deve ser interrompido.

Cuidados e advertências para populações especiais:
Não há estudos clínicos específicos para grupos de risco, no entanto, não há relatos de eventos adversos graves devido à faixa etária do paciente ou a qualquer outra condição especial de saúde.
Categoria de risco: Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Interações medicamentosas de Trombofob

Não são conhecidas, até o momento, interações medicamentosas com o uso de Trombofob.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Trombofob

GEL
Relatos de reações cutâneas alérgicas são muito raros com o uso tópico de heparina. Entretanto, os componentes de base do gel podem ocasionar reações de hipersensibilidade em pessoas propensas, especialmente quando existe histórico de hipersensibilidade devido à exposição prévia.
A ocorrência de prurido, com ou sem a formação de vesículas locais, dentro de um período de 48 horas, sugere processo alérgico a um dos componentes da fórmula. Nesses casos, o tratamento com este produto deve ser descontinuado.
No caso de Trombofob® GEL ser aplicado em áreas extensas da pele, efeitos sistêmicos na coagulação do sangue (como intensificação do sangramento menstrual) não podem ser descartados.
Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária – NOTIVISA, disponível em http://www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.
_______________________________________

POMADA
A frequência das reações adversas com o uso de Trombofob®POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) apresentadas a seguir é desconhecida.
Relatos de reações cutâneas alérgicas são muito raros com o uso tópico de heparina. Entretanto, os componentes de base da pomada podem ocasionar reações de hipersensibilidade em pessoas propensas, especialmente quando existe história de hipersensibilidade devido à exposição prévia.
O nicotinato de benzila pode causar irritação cutânea, principalmente em pacientes com hipersensibilidade ao produto. Lembrar que a leve ruborização local é uma reação esperada do nicotinato de benzila e, portanto, deve ser considerada normal.
O aparecimento de prurido, com formação ou não de vesículas locais, num período de 48 horas, sugere um processo alérgico a um dos componentes da fórmula. Neste caso, o tratamento com o produto deve ser interrompido.
Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária – NOTIVISA, disponível em http://www.anvisa. gov.br/hotsite/notivisa/index.htm ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Trombofob - Posologia

GEL
Para uso tópico.
Após limpeza prévia da região, aplicar uma fina camada de Trombofob® GEL sobre as partes afetadas e vizinhas, , várias vezes ao dia, sem friccionar ou massagear.
Nas afecções cutâneas abertas, como por exemplo, nas úlceras varicosas ou lesões traumáticas sangrentas, aplicar o gel ao redor da lesão, mas não diretamente sobre a ferida. Evite o contato de Trombofob® GEL com mucosas, especialmente a conjuntiva ocular. Devido à presença de álcool na fórmula, este medicamento não pode ser usado em mucosas.
Aguardar a secagem completa do produto na pele antes de vestir meias ou roupas.
__________________________________________________

POMADA
Aplicar tênue camada de Trombofob® POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) sobre a pele da região afetada, 2 a 3 vezes ao dia. Evitar fricção ou massagem em casos de trombose e tromboflebite. Deve- se evitar aplicar a pomada sobre a úlcera, fazendo-se aplicação somente ao seu redor. Não usar Trombofob® POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) sobre feridas abertas, mas exclusivamente sobre as áreas cutâneas íntegras em volta. Também as mucosas, especialmente a conjuntiva ocular, não devem entrar em contato com a pomada.
Após a aplicação da pomada, as mãos devem ser lavadas com sabão. Continuar o tratamento durante alguns dias após desaparecimento dos sintomas.
A rubefação da pele após aplicação de Trombofob® POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) é indicativa de sua ação terapêutica.

Superdosagem

Não há relatos de superdosagem com efeitos sistêmicos através do uso tópico de preparados com heparina.
Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Características farmacológicas

GEL
A heparina é uma substância anticoagulante, normalmente encontrada no organismo, sendo definida como mucopolissacarídeo polissulfatado, relacionada ao ácido mucoitin-sulfúrico, de alto teor de enxofre. A heparina inibe a ação da trombina, impedindo a conversão do fibrinogênio na rede de fibrina que forma os coágulos.
A heparina assemelha-se, quimicamente, às substâncias básicas mesenquimais: ácido hialurônico, ácido mucoitínico sulfúrico e ácido condroitin sulfúrico. Estas substâncias apresentam-se constituídas de moléculas de elevado peso molecular e dispostas em longas cadeias; fixam-se às mucoproteínas, o que explica a sua alta eficácia fisiológica.
A heparina prolonga o tempo de coagulação e favorece a fibrinólise; além disso, dissolve trombos localizados e evita a formação de novos coágulos. Ademais, a heparina tem ação antiflogística e normaliza a consistência de tecidos endurecidos, por um processo de hidratação. Acelera a absorção de coágulos sanguíneos e estimula a regeneração do tecido conjuntivo. Finalmente, produz vasodilatação e melhora a circulação sanguínea, combatendo manifestações de estase.
Não há alteração significativa da heparinemia quando a heparina é aplicada sobre a derme. Os tempos de coagulação e de sangramento aumentam apenas na região em que é aplicado o produto. Por isso, a aplicação tópica de heparina não exige os cuidados da heparinoterapia ou cumarinoterapia por via sistêmica.
Pelo seu efeito anti-inflamatório, a heparina tem acentuado efeito antiexsudativo. Exerce efeito relaxante sobre a musculatura vascular, melhorando, desta forma, a circulação sanguínea. Trombofob® GEL contém heparina natural concentrada. Aplicada topicamente, penetra de forma rápida na pele e inicia diretamente o processo de cura do tecido afetado.
Trombofob® GEL estimula a fibrinólise e possui propriedades antiedematosas e anti-inflamatórias; melhora a circulação sanguínea local e produz, consequentemente, um rápido alívio da dor.
Trombofob® GEL, após aplicação tópica nas zonas afetadas, exerce agradável efeito refrescante; não resseca a pele, não é gorduroso nem pegajoso. O tempo médio estimado para o início da ação terapêutica de Trombofob® GEL pode variar de acordo com as características específicas de cada paciente.
__________________________________________

POMADA
A heparina é uma substância anticoagulante, normalmente encontrada no organismo, sendo definida como mucopolissacarídeo polissulfatado, relacionada ao ácido mucoitin-sulfúrico, de alto teor de enxofre. A heparina inibe a ação da trombina, impedindo a conversão do fibrinogênio na rede de fibrina que forma os coágulos.
A heparina assemelha-se, quimicamente, às substâncias básicas mesenquimais: ácido hialurônico, ácido mucoitínico sulfúrico e ácido condroitin sulfúrico. Estas substâncias apresentam-se constituídas de moléculas de elevado peso molecular e dispostas em longas cadeias; fixam-se às mucoproteínas, o que explica a sua alta eficácia fisiológica.
A heparina prolonga o tempo de coagulação e favorece a fibrinólise; além disso, dissolve trombos localizados e evita a formação de novos coágulos. Ademais, a heparina tem ação antiflogística e normaliza a consistência de tecidos endurecidos, por um processo de hidratação. Acelera a absorção de coágulos sanguíneos e estimula a regeneração do tecido conjuntivo. Finalmente, produz vasodilatação e melhora a circulação sanguínea, combatendo manifestações de estase.
Não há alteração significativa da heparinemia quando a heparina é aplicada sobre a derme. Os tempos de coagulação e de sangramento aumentam apenas na região em que é aplicado o produto. Por isso, a aplicação tópica de heparina não exige os cuidados da heparinoterapia ou cumarinoterapia por via sistêmica.
O nicotinato de benzila é o éster benzílico do ácido nicotínico, cujas propriedades farmacológicas promovem aumento da irrigação sanguínea capilar local e favorecem a absorção percutânea da heparina.
Este éster do ácido nicotínico, devido a sua ação lipolítica, é rapidamente absorvido através da pele, onde atua com propriedades enzimáticas sobre o metabolismo das células de Rouget, causando o relaxamento local dos capilares e vênulas, seguido de dilatação arteriolar com acentuada hiperemia arterial. A duração da hiperemia é aproximadamente proporcional à concentração do éster benzílico do ácido nicotínico. A termometria cutânea acusa aumento de 1,7ºC, independentemente da concentração deste éster. Concentrações de 0,25% podem determinar, em alguns casos de hipersensibilidade, reações locais mais ou menos intensas, tais como irritação cutânea e hiperemia exagerada simulando queimadura.
Como a heparina age diretamente sobre a substância fundamental conjuntiva, o emprego de Trombofob POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) exerce influência benéfica nas doenças que afetam o tecido conjuntivo: aumenta a hidratação do tecido, especialmente nas alterações cicatriciais e contraturas. Nas contusões e distensões, a aplicação imediata de Trombofob POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) pode evitar a formação de hematomas ou, pelo menos, acelerar sua reabsorção. Também casos de tendinite, tenossinovite e epicondilite respondem bem à terapêutica com Trombofob POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila). Seu emprego diminui acentuadamente a dor e permite volta mais rápida às atividades cotidianas.
O tempo médio estimado para o início da ação de Trombofob POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) pode variar de acordo com as características específicas de cada paciente.

Resultados de eficácia

GEL
Um estudo realizado com 102 indivíduos avaliou a efetividade de Trombofob® GEL nas seguintes condições: tromboflebite superficial aguda na coxa superior e inferior, síndromes pós-trombóticas (principalmente edemas pós- trombóticos), úlcera de perna (venosa e pós-trombótica), após finalização da série de tratamento (cura da tromboflebite, dissolução dos edemas, cicatrização da úlcera) e adaptação das meias elásticas. O tratamento foi realizado de modo que a aplicação de Trombofob® GEL era feita em combinação com bandagens de compressão ou com compressão através de meias elásticas. Em inflamações agudas foi aplicada somente uma camada fina e suave do preparado; inchaços e regiões ulcerosas foram massageados com Trombofob® GEL e depois, após o tratamento da ferida, empregada bandagem de compressão.
Aproximadamente metade dos pacientes recebeu bandagens por 4 a 7 dias, enquanto os demais tiveram tratamento das regiões lesionadas duas vezes ao dia com Trombofob® GEL e em seguida bandagens de compressão ou usaram meias elásticas.
Foram utilizados os seguintes critérios como parâmetro para avaliação da eficiência: tempo em que objetivamente desapareceram os sintomas da doença e tempo em que foi constatada melhora subjetiva. Os resultados foram classificados pelos médicos como “Muito Bom”, “Bom”, “Satisfatório” ou “Sem Sucesso”.
Das 102 pessoas tratadas com Trombofob® GEL, 61 casos apresentaram resultado “Muito Bom”, 31 pacientes tiveram resultado “Bom” e em 8 o resultado foi considerado “Satisfatório. Não houve êxito com a terapia em somente 2 casos com úlceras nas pernas e úlcera varicosa. A tolerância ao preparado pode ser classificada como excelente. Por parte dos pacientes foi constantemente ressaltado o efeito agradavelmente refrescante e principalmente o perfume. A observação comprovou que, através do tratamento combinado de Trombofob® GEL com as bandagens de compressão ou meias elásticas pode ser obtida uma cura mais rápida (Marx, 1971).
Em outro estudo, o Trombofob® GEL foi avaliado em 117 pacientes que sofreram acidentes de diversos tipos, durante 2 meses. O gel foi aplicado 3 vezes ao dia através de leve fricção. No caso de úlcera na perna, foi aplicado somente na região ao redor. As contusões foram tratadas adicionalmente com irradiação de ondas curtas, 3 vezes por semana. A reabsorção do Trombofob® GEL foi rápida e quase completa. Os pacientes elogiaram o efeito refrescante inicial, o aroma refrescante e a característica do preparado de não ser oleoso e consequentemente não provoca manchas nos tecidos (roupas) dos pacientes estudados. Clinicamente foi observada uma reabsorção surpreendentemente rápida dos hematomas e edemas. As inflamações apresentaram rápida diminuição e as distensões musculares e conjuntivas logo se resolveram. Também foi observada uma cicatrização muito boa e rápida das úlceras (Colombel, 1971).
_____________________________________________

POMADA
Em um estudo prospectivo, duplo-cego randomizado, a eficácia de um heparinoide na forma de pomada foi avaliada no tratamento da tromboflebite superficial em desenvolvimento após uma infusão intravenosa contínua. Cem pacientes cirúrgicos foram estudados, e exames clínicos e testes de iodo-125 foram utilizados para avaliar os resultados. O tempo médio necessário para o alívio dos sintomas e sinais locais e a taxa de declínio de radioatividade local diferiu significativamente entre os pacientes que receberam heparina e aqueles que receberam o placebo (Mehta et al, 1975).

Armazenagem

Trombofob“ GEL deve ser conservado em temperatura ambiente (15-30ºC).

Prazo de validade
Se armazenado nas condições indicadas, o medicamento se manterá próprio para consumo pelo prazo de validade de 36 meses, a partir de sua data de fabricação.
Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem
Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características físicas e organolépticas
Trombofob“ GEL apresenta-se como um gel incolor com odor característico.
Antes de usar, observe o aspecto do medicamento.
Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
___________________________________

Trombofob POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) deve ser conservado em temperatura ambiente (15-30ºC).

Prazo de validade
Se armazenado nas condições indicadas, o medicamento se manterá próprio para consumo pelo prazo de validade de 36 meses, a partir de sua data de fabricação.
Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características físicas e organolépticas
Trombofob POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) é apresentado como uma pomada de coloração branca com odor característico.
Antes de usar, observe o aspecto do medicamento.
Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Dizeres legais

MS: 1.0553.0323
Farm. Resp.: Ana Paula Antunes Azevedo
CRF-RJ nº 6572

Fabricado por: Abbott Laboratórios do Brasil Ltda.
Rio de Janeiro - RJ
INDÚSTRIA BRASILEIRA

Registrado por: Abbott Laboratórios do Brasil Ltda.
Rua Michigan, 735
São Paulo - SP
CNPJ 56.998.701/0001-16

ABBOTT CENTER
Central de Relacionamento com o Cliente 0800 703 1050
www.abbottbrasil.com.br
Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas procure orientação médica.

Trombofob - Bula para o Paciente

Gel

1. PARA QUÊ ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?
Trombofob® GEL é destinado ao tratamento de:
flebites (inflamação nas paredes das veias) e tromboflebites superficiais (inflamação da veia junto à formação de um trombo);
dores das pernas relacionadas a varizes;
tenossinovites (inflamação do tendão juntamente a sua bainha de revestimento);
dores após escleroterapia venosa (tratamento de varizes);
hematomas;
distensões;
lesões leves oriundas da prática esportiva;
flebites pós-injeção endovenosa e venóclise (punção da veia);
estases venosas (diminuição da circulação do sangue) nas extremidades.

2. COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?
Trombofob® GEL exerce efeito relaxante sobre a musculatura dos vasos, melhorando, desta forma, a circulação sanguínea.
Trombofob® GEL possui propriedades antiedematosas (diminuição de inchaços) e anti-inflamatórias; melhora a circulação sanguínea local e produz, consequentemente, um rápido alívio da dor.
O emprego de Trombofob® GEL oferece a vantagem de penetração instantânea da heparina nos locais afetados e o processo de cura é iniciado diretamente.
Trombofob® GEL, após aplicação tópica nas zonas afetadas, exerce agradável efeito refrescante; não resseca a pele, não é gorduroso nem pegajoso.
O tempo médio estimado para o início da ação terapêutica de Trombofob® GEL pode variar de acordo com as características específicas de cada paciente.

3. QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Trombofob® GEL é contraindicado em pacientes com tendência a hemorragias, hipersensibilidade à substância ativa ou aos componentes da fórmula e em casos de intolerância aos anticoagulantes.

4. O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Advertências e Precauções
O produto deve ser usado com cuidado em pacientes que apresentem manifestações alérgicas.
O aparecimento de prurido (coceira), com formação ou não de pequenas bolhas locais, num período de 48h, sugere um processo alérgico a um dos componentes da fórmula. Neste caso, o tratamento com o produto deve ser interrompido.
Este produto não deve ser usado no tratamento de hemorroidas.
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião dentista.

Interações medicamentosas
Não são conhecidas, até o momento, interações medicamentosas devido ao uso de Trombofob“GEL com outros medicamentos.
Informe ao seu médico ou cirurgião dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

5. ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?
Trombofob“ GEL deve ser conservado em temperatura ambiente (15-30ºC).
Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.
Não use medicamentos com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características físicas e organolépticas
Trombofob“ GEL apresenta-se como um gel incolor com odor característico.
Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.
Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

6. COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Para uso tópico.
Após a limpeza prévia da região, aplicar uma fina camada de Trombofob® GEL sobre as partes afetadas e vizinhas, várias vezes ao dia, sem friccionar ou massagear.
Nas afecções cutâneas abertas, como por exemplo, nas úlceras varicosas ou lesões traumáticas sangrentas, aplicar o gel ao redor da lesão, mas não diretamente sobre a ferida. Evite o contato de Trombofob® GEL com mucosas, especialmente a conjuntiva ocular. Devido à presença de álcool na fórmula, este medicamento não pode ser usado em mucosas.
Aguardar a secagem completa do produto na pele antes de vestir meias ou roupas.
Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica ou de seu cirurgião dentista.

7. O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Caso se esqueça de utilizar Trombofob® GEL, utilize tão logo se lembre. Não são necessárias ações especiais em caso de esquecimento da dose.
Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou se seu médico, ou cirurgião dentista.

8. QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?
Relatos de reações alérgicas da pele com o uso tópico de heparina são muito raros. Entretanto, os componentes básicos do gel podem causar reações de hipersensibilidade em pessoas propensas, especialmente quando existe histórico de hipersensibilidade devido a exposição anterior.
A ocorrência de prurido, com ou sem a formação de vesículas locais, dentro de um período de 48 horas, sugere processo alérgico a um dos componentes da fórmula. Nesses casos, o tratamento com este produto deve ser descontinuado.
No caso de Trombofob® GEL ser aplicado em áreas extensas da pele, efeitos sistêmicos na coagulação do sangue (como intensificação do sangramento menstrual) não podem ser descartados.
Informe ao seu médico, cirurgião dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

9. O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?
Não há relatos de superdosagem com efeitos sistêmicos através do uso tópico de produtos com heparina.
Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.
____________________________________________________

Pomada

1. PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?
Trombofob® POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) é destinado ao tratamento de:
distensões e contusões;
tromboflebites (inflamação da veia junto à formação de um trombo) e tromboses superficiais;
infiltrados inflamatórios e hematomas;
tenossinovites (inflamação dos tendões juntamente a sua bainha de revestimento) e epicondilites (inflamação do tendão responsável pelo movimento do punho e dos dedos das mãos);
flebites pós-injeções e venóclise (punção da veia).

2. COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?
Trombofob® POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) facilita a desintegração dos trombos, restabelecendo a circulação sanguínea, e evitando a formação de coágulos.
Nas contusões e distensões, a aplicação imediata de Trombofob POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) pode evitar a formação de hematomas ou, pelo menos, acelerar sua reabsorção. Em casos de tendinite (inflamação de um ou mais tendões), tenossinovite (inflamação dos tendões juntamente a sua bainha de revestimento) e epicondilite (inflamação da junta do cotovelo), seu emprego diminui a dor e permite volta mais rápida às atividades cotidianas.
O tempo médio estimado para o início da ação de Trombofob POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) pode variar de acordo com as características específicas de cada paciente.

3. QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Trombofob® POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) é contraindicado em pacientes com: tendência à hemorragia, hipersensibilidade (alergia) aos componentes da fórmula e para pacientes com incompatibilidade aos anticoagulantes.

4. O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Advertências e Precauções
O produto deve ser usado com cuidado em pacientes que apresentem manifestações alérgicas.
O componente nicotinato de benzila, presente no Trombofob® POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila), pode produzir irritação na pele em alguns pacientes. A leve vermelhidão da área deve ser considerada normal, pois é um indicativo da ação do nicotinato de benzila, aumentando a irrigação sanguínea local.
O aparecimento de prurido (coceira), com formação ou não de pequenas bolhas locais, num período de 48 h, sugere um processo alérgico a um dos componentes da fórmula. Neste caso, o tratamento com o produto deve ser interrompido.

Cuidados e advertências para populações especiais:
Não há estudos clínicos específicos para grupos de risco, no entanto, até o momento, não há relatos de reações adversas graves devido à faixa etária do paciente ou a qualquer outra condição especial de saúde.
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Interações medicamentosas
Não são conhecidas, até o momento, reações devido ao uso de Trombofob POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) com outros medicamentos.
Informe ao médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

5. ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?
Trombofob POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) deve ser conservado em temperatura ambiente (15-30ºC).
Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem. Não use medicamentos com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características físicas e organolépticas
Trombofob POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) é apresentado como uma pomada de coloração branca com odor característico.
Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.
Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

6. COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Aplicar fina camada de Trombofob® POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) sobre a pele da região afetada, 2 a 3 vezes ao dia. Evitar fricção ou massagem em casos de trombose e tromboflebite. Deve- se evitar aplicar a pomada sobre a ferida, fazendo-se aplicação somente ao seu redor. Também as mucosas, especialmente a conjuntiva ocular, não devem entrar em contato com a pomada.
Após a aplicação da pomada, as mãos devem ser lavadas com sabão. Continuar o tratamento durante alguns dias após desaparecimento dos sintomas.
A vermelhidão da pele após aplicação de Trombofob® POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) é normal, indicando a ação terapêutica do medicamento.
Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu médico ou de seu cirurgião-dentista.

7. O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Caso você se esqueça de utilizar Trombofob® POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila), utilize tão logo se lembre. Não são necessárias ações especiais em caso de esquecimento da dose.
Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou se seu médico, ou cirurgião dentista.

8. QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?
A frequência das reações adversas com o uso de Trombofob POMADA (heparina sódica e nicotinato de benzila) apresentadas a seguir é desconhecida.
Podem ocorrer reações de hipersensibilidade em pessoas propensas, especialmente quando existe história de hipersensibilidade (alergia) devido à exposição anterior.
O componente nicotinato de benzila pode causar irritação na pele, principalmente em pacientes com hipersensibilidade (alergia) ao produto. Lembrar que a leve ruborização (vermelhidão) local é uma reação esperada do nicotinato de benzila e, portanto, deve ser considerada normal.
Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

9. O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?
Não há relatos de superdosagem com efeitos sistêmicos através do uso tópico de produtos com heparina.
Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Data da bula

08/06/2016

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal