Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Vecasten

Vecasten - Bula do remédio

Vecasten com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Vecasten têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Vecasten devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Marjan

Apresentação de Vecasten

compr. rev. - caixas c/ 20 compr. de 26,7mg.

Vecasten - Indicações

Tratamento sintomático dos problemas relacionados a varizes, tais como dor, peso nas pernas, câimbras, prurido e edema. Insuficiência venosa crônica, tromboflebite e congestão linfática. Síndrome pós-trombótica, hemorróidas.

Contra-indicações de Vecasten

Hipersensibilidade a qualquer componente da fórmula. Não utilizar em grávidas e lactantes sem avaliação médica do risco/benefício. Está contra-indicado em pacientes com úlcera gástrica ou duodenal e pacientes em tratamento com anticoagulantes ou hemostáticos. Evitar seu uso em pacientes com insuficiência hepática ou com elevação das enzimas hepáticas. Deve-se observar hepatotoxicidade e monitorar as enzimas hepáticas.

Advertências

Observar hepatotoxicidade. A administração em doses mais altas pode levar à cefaléia, ao estupor e ao dano hepático transitório em pacientes susceptíveis. É recomendado o monitoramento das enzimas hepáticas. Usualmente, a elevação destas enzimas desaparece com a interrupção da droga. Contrariamente ao que se esperaria, não possui atividade anticoagulante. Houve um caso relatado de diátese hemorrágica relacionado à ingestão de chá de ervas contendo Melilotus officinalis. Contudo, houve muitos fatores envolvidos neste caso. Ao contrário, um estudo comparativo duplo - cego em 41 pacientes com insuficiência venosa crônica demonstrou que uma associação de cumarina e troxerutina por seis semanas não provocou efeitos anticoagulantes. Não houve alterações na coagulação, fatores de coagulação ou fibrinólise. Se o processo de dessecação não for adequado produz-se certa quantidade de dicumarol, com grande ação anticoagulante. A hemorragia pode ser rapidamente controlada com administração de vitamina K. Uso na gravidez e lactação: a administração intravenosa da cumarina 10 vezes e 100 vezes a dose terapêutica, durante as fases críticas do desenvolvimento fetal de coelhos, não resultou em aumento na taxa de malformação comparado ao controle. O tratamento por 13 dias não resultou em aumento da taxa de absorção ou de mortalidade fetal. Contudo, não se recomenda o uso do extrato de Melilotus officinalis em grávidas e lactantes por não haver mais dados disponíveis. Uso geriátrico: não existem recomendações específicas desde que observadas as contra-indicações e precauções comuns ao produto.

Uso na gravidez de Vecasten

a administração intravenosa da cumarina 10 vezes e 100 vezes a dose terapêutica, durante as fases críticas do desenvolvimento fetal de coelhos, não resultou em aumento na taxa de malformação comparado ao controle. O tratamento por 13 dias não resultou em aumento da taxa de absorção ou de mortalidade fetal. Contudo, não se recomenda o uso do extrato de Melilotus officinalis em grávidas e lactantes por não haver mais dados disponíveis.

Interações medicamentosas de Vecasten

Deve haver cautela na prescrição do extrato de Melilotus officinalis com ácido acetilsalicílico e anticoagulantes como a warfarina.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Vecasten

Geralmente seu uso é seguro. Há relatos de poucos efeitos adversos tais como: queimação epigástrica, cefaléia e diarréia. Nenhum efeito adverso severo foi observado.

Vecasten - Posologia

Um comprimido uma vez ao dia, podendo ser administrado 2 vezes ao dia.

Superdosagem

A administração em doses mais altas pode provocar cefaléia, estupor, náuseas, dano hepático transitório em pacientes susceptíveis. O monitoramento das enzimas hepáticas é recomendado. A elevação das enzimas hepáticas usualmente desaparece com a interrupção da droga. Em caso de superdosagem, devem ser realizados procedimentos gerais de lavagem gástrica, assim como tratamento de suporte.

Características farmacológicas

Partes utilizadas da planta: partes aéreas. Características químicas e farmacológicas Melilotus officinalis é uma planta perene, cuja distribuição geográfica inclui Europa, América do Norte e Austrália, bem como regiões temperadas da Ásia. Seu extrato contém: cumarina, ácido cumárico e hidrocumarina. Farmacocinética: estudos em voluntários sadios demonstraram que a cumarina, administrada por via oral, foi rapidamente absorvida, mas apenas 2 a 6% atingiram a circulação sistêmica em sua forma intacta. Isto ocorreu devido a um efeito extenso de primeira passagem com a transformação em 7 - hidroxicumarina e seu glicuronídeo. As meias-vidas de cumarina e o glicuronídeo da 7 hidroxicumarina foram 1,02 e 1,15 hs, respectivamente. Aproximadamente 90% da dose foi encontrada na urina como glicuronídeo da 7-hidroxicumarina e tem sido hipotetizado que a cumarina é a pró-droga e a 7-hidroxicumarina a droga farmacologicamente ativa. Farmacodinâmica: provavelmente, diferentes mecanismos de ação estão envolvidos na atividade do extrato de Melilotus officinalis: atividade linfocinética, aumento na drenagem linfática por estimulação direta dos vasos linfáticos, melhora da qualidade e velocidade do retorno venoso. O extrato de Melilotus officinalis possui atividade anti-edematosa e cardiovascular, além da atividade imunomoduladora. Estudos de segurança pré-clínicos: o DL50 da cumarina em várias linhagens de ratos variou de 290 mg/kg a 680 mg/kg.

Resultados de eficácia

Diminuir o inchaço causado por problemas venosos e linfáticos, por melhorar a circulação periférica.

Uso em idosos, crianças e em outros grupos de risco

Não existem recomendações específicas desde que observadas as contra-indicações e precauções comuns ao produto.

Armazenagem

Conservar em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C), protegido da luz e da umidade.

Vecasten - Informações

Ação esperada do medicamento Diminuir o inchaço causado por problemas venosos e linfáticos, por melhorar a circulação periférica. Cuidados de armazenamento Conservar em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C), protegido da luz e da umidade. Prazo de validade 24 meses após a data de fabricação impressa no cartucho. Não use medicamentos com o prazo de validade vencido. Gravidez e lactação Informe ao seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do seu tratamento ou após o seu término. Informe ao seu médico se estiver amamentando. Não deverá ser utilizado na gravidez e na lactação sem avaliação de seu médico do risco/benefício. Cuidados de administração Este medicamento não está indicado para uso contínuo. Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Interrupção do tratamento Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico. Reações adversas Informe ao seu médico o aparecimento de reações desagradáveis. Geralmente seu uso é seguro. Há relatos de poucos efeitos adversos tais como: queimação epigástrica, cefaléia e diarréia. Nenhum efeito adverso severo foi observado. TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DE CRIANÇAS. Ingestão concominante com outras substâncias Deve haver cautela na prescrição do extrato de Melilotus officinalis com ácido acetilsalicílico e anticoagulantes como a warfarina.

Dizeres legais

M.S. 1.0155.0228• Farm. Resp: Regina H. V. Souza / CRF-SP nº 6394 Marjan Indústria e Comércio Ltda Rua Gibraltar,165 • Santo Amaro - São Paulo / SP • CEP: 04755-070 TEL: (11) 5642-9888 • CNPJ nº 60.726.692/0001-81

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal