FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Anemifer

Anemifer - Bula do remédio

Anemifer com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Anemifer têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Anemifer devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Pharmascience

Referência

Sulfato Ferroso

Apresentação de Anemifer

Drágeas de 190 mg de sulfato ferroso (60 mg de ferro elementar): embalagem contendo 50 drágeas
Solução oral (gotas) 125 mg/mL de sulfato ferroso heptaidratado (25 mg/mL de ferro elementar): embalagem contendo 01 frasco plástico opaco com 30 mL
Xarope 50 mg/mL de sulfato ferroso heptaidratado (10 mg/mL de ferro elementar): embalagem contendo 01 frasco plástico âmbar com 100 Ml

Anemifer - Indicações

Anemifer é indicado como auxiliar nas anemias carenciais.

Contra-indicações de Anemifer

Este medicamento é contraindicado para uso em pacientes com hipersensibilidade (alergia) aos sais de ferro ou a qualquer um dos componentes do produto.
Pacientes que recebem transfusão de sangue repetida ou com anemia não causada por deficiência de ferro. Pacientes alcoolistas, pois há um aumento da toxicidade do ferro.
Pacientes com hepatite ou disfunção hepática, pois levam ao acúmulo de ferro. Pacientes com úlcera péptica, pois há um agravamento após a administração oral.

Este medicamento é contraindicado para menores de 12 anos de idade. (Apresentação em drágeas) Este medicamento é contraindicado para lactentes (Apresentação em xarope).

Advertências

Os sais de ferro devem ser administrados com cautela a pacientes com doenças que interferem na absorção ou armazenamento de ferro, hemoglobinopatias ou doenças gastrintestinais extensas. Evitar o uso regular de grandes quantidades de suplementos de ferro, várias vezes por dia e por mais que um período de 6 meses, sem prescrição médica.
O sangramento do trato gastrintestinal também pode escurecer as fezes e frequentemente é acompanhado de outros sintomas: listras vermelhas nas fezes, câimbras, dores de estômago, ou na região abdominal. Nestes casos a atenção do médico é necessária para avaliar a causa.
Não administrar por períodos prolongados (mais que 6 meses) e em doses acima das recomendadas, exceto por recomendação médica.
Para o teste de ortotoluidina, a presença de ferro pode levar a um resultado falso positivo. Para determinação da concentração de bilirrubina sérica, a presença de ferro pode levar a valores elevados falsos. Para teste de glicose oxidada, a presença de ferro leva a resultados falso-negativos.

Pacientes Idosos
Alguns pacientes idosos podem requerer uma ingestão de ferro maior que a normal para corrigir uma deficiência do mesmo, devido a sua capacidade para absorver ferro estar diminuída, pela redução de secreções gástricas (secreções do estômago).

Gravidez
No 1º trimestre de gestação, a ingestão de ferro necessária para o organismo é obtida através de uma dieta adequada, entretanto, no 2º e 3º trimestres, o organismo necessita de uma quantidade superior de ferro, devendo a gestante fazer uso de um suplemento de ferro para suprir a carência desta vitamina no organismo.



Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião dentista. Atenção: Este medicamento contém Açúcar, portanto, deve ser usado com cautela em portadores de Diabetes.

Interações medicamentosas de Anemifer

Álcool: a utilização de ambos por períodos prolongados pode levar a um aumento da absorção, levando a toxicidade.
Antiácidos, suplementos de cálcio, café, ovos, alimentos contendo bicarbonato, carboidratos e oxalatos, leites e derivados do leite, chás contendo taninos podem levar a uma diminuição da absorção de íons férricos devido à formação de complexos menos solúveis sendo indicada a suplementação com ferro 1 hora antes ou 2 horas após.
Fluoroquinolonas: pode levar a redução da absorção de fluoroquinolonas, devido ao efeito quelante. Devendo, desta forma, fazer o uso da suplementação duas horas antes ou depois de administração.
Tetraciclina oral diminui a biodisponibilidade, portanto deve-se tomar o suplemento duas horas após a tetraciclina.
O ácido ascórbico (Vitamina C) aumenta a absorção de ferro medicinal em pelo menos 30%. No entanto, essa maior absorção está associada a um aumento da incidência de efeitos colaterais.

Anemifer - Posologia

Ingerir Anemifer® uma hora antes ou duas horas após uma das principais refeições, de preferência com alimentos ou bebidas ácidas, os quais atuam diminuindo o pH estomacal e facilitando a absorção do ferro.

Drágeas:
Considerando-se o limite máximo de 65 mg ao dia.
Adulto: ingerir 1 drágea ao dia.

Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.
Seguir esquema conforme tabela abaixo, respeitando limites estabelecidos (doses superiores às recomendadas devem ser tomadas somente com indicação médica):

Anemifer® drágeaPosologia diária recomendadaIDR*%IDR
Adultos60 mg (1 drágea)14 mg428,57%


Solução oral (gotas):
Lactentes (2,0 mg/kg peso corporal, considerando o limite máximo de 15 mg):
Lactentes de 0 a 6 meses: ingerir de 1 a 21 gotas ao dia.
Lactentes de 7 a 11 meses: ingerir de 13 a 21 gotas ao dia.
Pediátrico (2,0 mg/kg peso corporal, considerando o limite máximo de 50 mg):
Crianças de 1 a 6 anos: ingerir de 9 a 70 gotas ao dia.
Crianças de 7 a 10 anos: ingerir de 13 a 70 gotas ao dia.



Adultos: ingerir de 20 a 91 gotas ao dia.
1 mL corresponde a aproximadamente 35 gotas. Cada gota contém aproximadamente 0,71 mg de ferro elementar. Seguir esquema conforme tabela abaixo, respeitando limites estabelecidos (doses superiores às recomendadas devem ser tomadas somente com indicação médica):

Anemifer® solução
oral (gotas)

Posologia diária recomendada IDR*%IDR 
 MínimaMáxima MínimaMáxima
0-6 meses0,71 mg (1 gota)14,91 mg (21 gotas)0,27 mg262,96%5522,22%
7-11 meses9,23 mg (13 gotas)14,91 mg (21 gotas)9 mg102,56%165,67%
1-6 anos6,39 mg (9 gotas)49,7 mg (70 gotas)6 mg106,50%828,33%
7-10 anos9,23 mg (13 gotas)49,7 mg (70 gotas)9 mg102,56%552,22%
Adultos14,2 mg (20 gotas)64,61 mg (91 gotas)14 mg101,43%461,50%


Xarope:

Pediátrico (2,0 mg/kg peso corporal, considerando o limite máximo de 50 mg):
Adultos e crianças: ingerir de 1 colher das de chá (5 mL) ao dia.
Seguir esquema conforme tabela abaixo, respeitando limites estabelecidos (doses superiores às recomendadas devem ser tomadas somente com indicação médica):

Anemifer® xaropePosologia diária recomendadaIDR*%IDR
1-6 anos50 mg (5 mL)6mg833,33%
7 - 10  anos50 mg (5 mL)9mg555,56%
Adultos50 mg (5 mL)14mg357,14%




8. REAÇÕES ADVERSAS
Durante o tratamento, embora raramente, podem surgir reações adversas características como diarreia, náusea, vômito e constipação podem ocorrer. Além disso, pode ocorrer o escurecimento das fezes.
Para o teste de ortoluidina, a presença de ferro pode levar a um resultado falso positivo.
Para determinação de concentração de bilirrubina sérica, a presença de ferro pode levar a valores elevados e falsos. Para teste de glicose oxidada, a presença de ferro pode levar a resultado falso negativo.

Em casos de eventos adversos, notifique os eventos adversos pelo Sistema de Notificação em Vigilância Sanitária – NOTIVISA, disponível em http://www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Superdosagem

No caso de superdosagem procure atendimento médico imediatamente. Os sinais e sintomas de intoxicação são: diarreia algumas vezes contendo sangue, náusea severa, febre, dor estomacal e vômitos algumas vezes também com presença de sangue. Em ambiente hospitalar, no caso de superdosagem em crianças, pode ser feita uma intervenção de emergência determinando-se a concentração de ferro no plasma. Se a concentração for inferior a 500 mg/dL, a criança não se encontra em perigo imediato. Para diminuir a absorção, a indução de êmese com chá de Ipeca ou lavagem gástrica com bicarbonato de sódio. Quando a concentração de ferro no sangue for superior a 500 mg/dL, deve-se administrar a desferroxamina. Desidratação e manutenção do balanço eletrolítico devem ser tratadas de modo convencional. A diálise pode ser utilizada para aumentar a excreção do complexo formado pelo ferro e a desferroxamina.

Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Características farmacológicas

O ferro é componente essencial para a formação fisiológica do heme e a capacidade resultante em transportar o oxigênio, tendo uma função similar na produção de mioglobina. O ferro também serve como cofator de várias enzimas essenciais. Após a administração por via oral, o ferro passa através das células mucosas em estado ferroso e se une à proteína transferrina. Nesta forma, o ferro é transportado pelo organismo para a medula óssea para a produção de glóbulos vermelhos, estimulada pela eritropoetina. É geralmente absorvido na parte superior do intestino delgado e a absorção é aumentada quando os depósitos de ferro estão vazios ou quando aumenta a produção de glóbulos vermelhos. O ferro existe em seres humanos quase exclusivamente complexados à proteína (ferritina) ou em moléculas de hemossiderina. Aproximadamente 70% está na hemoglobina, 25% nos estoques de ferro com ferritina ou hemossiderina, 4% na mioglobina, 0,5% em enzimas e 0,1%na transferrina. Tanto os estoques de ferritina como os de hemossiderina do corpo estão localizados no fígado, sistema retículo endotelial, baço e medula óssea. Apresenta uma alta taxa de ligação à proteína (cerca de 90%). O ferro sob a forma ferrosa passa através da mucosa gastrintestinal diretamente para a corrente sanguínea e é imediatamente ligado à transferrina que transporta o ferro para a medula óssea onde é incorporada na molécula de hemoglobina. O tempo para se atingir a concentração máxima de ferro é de 2 a 3 horas após a administração de sulfato ferroso. Não existe um mecanismo fisiológico de eliminação de ferro, podendo o mesmo se acumular no organismo em quantidades tóxicas. Entretanto, pequenas quantidades, são perdidas diariamente na mudança de pêlos, cabelos, unhas, assim como fezes, transpiração, leite materno, urina e menstruação, totalizando cerca de 0,5 a 1,5mg ao dia.

Armazenagem

Anemifer® drágea apresenta-se como drágea circular, de cor rosa e isenta de partículas estranhas.


Anemifer® solução oral (gotas) apresenta-se como solução de cor amarela, sabor de amora e isento de partículas estranhas.
Anemifer® xarope apresenta-se como solução oral de cor marrom amarelada, com sabor de amora. Isento de partículas estranhas. Conservar o produto em sua embalagem original, em temperatura ambiente (15-30°C). Proteger da luz e umidade.
Prazo de validade: 24 meses a partir da data de fabricação.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.
Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original. Antes de usar observe o aspecto do medicamento.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Dizeres legais

Registro MS: 1.1717. 0015
Responsável Técnico: Dra. Anna K. F. Andrade – CRF/MG: 20.792
Pharmascience Laboratórios LTDA
Rua Texaco, nº 640 - Jardim Piemonte
CEP 32689-322 - Betim - MG
CNPJ: 25.773.037/0001-83
SAC: 0800 037 5000

Anemifer - Bula para o Paciente

1. PARA QUÊ ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?
Anemifer® é indicado como auxiliar nas anemias carenciais.

2. COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?
O Anemifer® apresenta como princípio ativo, o sulfato ferroso, que irá fornecer ao organismo uma suplementação dos íons férricos para auxiliar na deficiência de ferro como um antianêmico.

3. QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Este medicamento é contraindicado para uso em pacientes com hipersensibilidade (alergia) aos sais de ferro ou a qualquer um dos componentes do produto.
Pacientes que recebem transfusão de sangue repetida ou com anemia não causada por deficiência de ferro. Pacientes alcoolistas, pois há um aumento da toxicidade do ferro.
Pacientes com hepatite ou disfunção hepática, pois levam ao acúmulo de ferro. Pacientes com úlcera péptica, pois há um agravamento após a administração oral.

Este medicamento é contraindicado para menores de 12 anos de idade.

4. O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Os sais de ferro devem ser administrados com cautela a pacientes com doenças que interferem na absorção ou armazenamento de ferro, hemoglobinopatias ou doenças gastrintestinais extensas. Evitar o uso regular de grandes quantidades de suplementos de ferro, várias vezes por dia e por mais que um período de 6 meses, sem prescrição médica.
O sangramento do trato gastrintestinal também pode escurecer as fezes e frequentemente é acompanhado de outros sintomas: listras vermelhas nas fezes, câimbras, dores de estômago, ou na região abdominal. Nestes casos a atenção do médico é necessária para avaliar a causa.


Não administrar por períodos prolongados (mais que 6 meses) e em doses acima das recomendadas, exceto por recomendação médica.
Para o teste de ortotoluidina, a presença de ferro pode levar a um resultado falso positivo. Para determinação da concentração de bilirrubina sérica, a presença de ferro pode levar a valores elevados falsos. Para teste de glicose oxidada, a presença de ferro leva a resultados falso-negativos.

Pacientes Idosos
Alguns pacientes idosos podem requerer uma ingestão de ferro maior que a normal para corrigir uma deficiência do mesmo, devido a sua capacidade para absorver ferro estar diminuída, pela redução de secreções gástricas (secreções do estômago).

Gravidez
No 1º trimestre de gestação, a ingestão de ferro necessária para o organismo é obtida através de uma dieta adequada, entretanto, no 2º e 3º trimestres, o organismo necessita de uma quantidade superior de ferro, devendo a gestante fazer uso de um suplemento de ferro para suprir a carência desta vitamina no organismo.

Interação medicamentosa
Álcool: a utilização de ambos por períodos prolongados pode levar a um aumento da absorção, levando a toxicidade. Antiácidos, suplementos de cálcio, café, ovos, alimentos contendo bicarbonato, carboidratos e oxalatos, leites e derivados do leite, chás contendo taninos podem levar a uma diminuição da absorção de íons férricos devido à formação de complexos menos solúveis sendo indicada a suplementação com ferro 1 hora antes ou 2 horas após. Fluoroquinolonas: pode levar a redução da absorção de fluoroquinolonas, devido ao efeito quelante. Devendo, desta forma, fazer o uso da suplementação duas horas antes ou depois de administração.
Tetraciclina oral diminui a biodisponibilidade, portanto deve-se tomar o suplemento duas horas após a tetraciclina. O ácido ascórbico (Vitamina C) aumenta a absorção de ferro medicinal em pelo menos 30%. No entanto, essa maior absorção está associada a um aumento da incidência de efeitos colaterais.
Para o teste de ortoluidina, a presença de ferro pode levar a um resultado falso positivo.
Para determinação de concentração de bilirrubina sérica, a presença de ferro pode levar a valores elevados e falsos. Para teste de glicose oxidada, a presença de ferro pode levar a resultado falso negativo.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião dentista. Atenção: Este medicamento contém Açúcar, portanto, deve ser usado com cautela em portadores de Diabetes. Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.



5. ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?
Anemifer® drágea apresenta-se como drágea circular, de cor rosa e isenta de partículas estranhas.
Conservar o produto em sua embalagem original, em temperatura ambiente (15-30°C). Proteger da luz e umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.
Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Antes de usar observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

6. COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Ingerir Anemifer® drágea uma hora antes ou duas horas após uma das principais refeições, de preferência com alimentos ou bebidas ácidas, os quais atuam diminuindo o pH estomacal e facilitando a absorção do ferro.
Considerando-se o limite máximo de 65 mg ao dia.
Adulto: ingerir 1 drágea ao dia.
Seguir esquema conforme tabela abaixo, respeitando limites estabelecidos (doses superiores às recomendadas devem ser tomadas somente com indicação médica):

Anemifer® drágeaPosologia diária recomendadaIDR*%IDR
Adultos60 mg (1 drágea)14 mg428,57%


Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.
Siga corretamente o modo de usar. Em casos de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista.

7. O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Caso haja esquecimento da ingestão de uma dose deste medicamento, retome a posologia prescrita sem a necessidade de suplementação.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

8. QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?
Durante o tratamento, embora raramente, podem surgir reações adversas características como diarreia, náusea, vômito e constipação podem ocorrer. Além disso, pode ocorrer o escurecimento das fezes.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através de seu serviço de atendimento.



9. O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?
No caso de superdosagem procure atendimento médico imediatamente. Os sinais e sintomas de intoxicação são: diarreia algumas vezes contendo sangue, náusea severa, febre, dor estomacal e vômitos algumas vezes também com presença de sangue. O atendimento hospitalar pode ser fundamental para melhora do quadro de superdosagem, pois poderá ser feito uma dosagem da quantidade de ferro presente no sangue e determinar o melhor tratamento. Desidratação e manutenção do equilíbrio eletrolítico devem ser tratadas de modo convencional.

1. PARA QUÊ ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?
Anemifer® é indicado como auxiliar nas anemias carenciais.

2. COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?
O Anemifer® apresenta como princípio ativo, o sulfato ferroso heptaidratado, que irá fornecer ao organismo uma suplementação dos íons férricos para auxiliar na deficiência de ferro como um antianêmico.

3. QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Este medicamento é contraindicado para uso em pacientes com hipersensibilidade (alergia) aos sais de ferro ou a qualquer um dos componentes do produto.
Pacientes que recebem transfusão de sangue repetida ou com anemia não causada por deficiência de ferro. Pacientes alcoolistas, pois há um aumento da toxicidade do ferro.
Pacientes com hepatite ou disfunção hepática, pois levam ao acúmulo de ferro. Pacientes com úlcera péptica, pois há um agravamento após a administração oral.

4. O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Os sais de ferro devem ser administrados com cautela a pacientes com doenças que interferem na absorção ou armazenamento de ferro, hemoglobinopatias ou doenças gastrintestinais extensas. Evitar o uso regular de grandes quantidades de suplementos de ferro, várias vezes por dia e por mais que um período de 6 meses, sem prescrição médica.
O sangramento do trato gastrintestinal também pode escurecer as fezes e frequentemente é acompanhado de outros sintomas: listras vermelhas nas fezes, câimbras, dores de estômago, ou na região abdominal. Nestes casos a atenção do médico é necessária para avaliar a causa.
Não administrar por períodos prolongados (mais que 6 meses) e em doses acima das recomendadas, exceto por recomendação médica.
Para o teste de ortotoluidina, a presença de ferro pode levar a um resultado falso positivo. Para determinação da concentração de bilirrubina sérica, a presença de ferro pode levar a valores elevados falsos. Para teste de glicose oxidada, a presença de ferro leva a resultados falso-negativos.


Pacientes Idosos
Alguns pacientes idosos podem requerer uma ingestão de ferro maior que a normal para corrigir uma deficiência do mesmo, devido a sua capacidade para absorver ferro estar diminuída, pela redução de secreções gástricas (secreções do estômago).

Gravidez
No 1º trimestre de gestação, a ingestão de ferro necessária para o organismo é obtida através de uma dieta adequada, entretanto, no 2º e 3º trimestres, o organismo necessita de uma quantidade superior de ferro, devendo a gestante fazer uso de um suplemento de ferro para suprir a carência desta vitamina no organismo.

Interação medicamentosa
Álcool: a utilização de ambos por períodos prolongados pode levar a um aumento da absorção, levando a toxicidade. Antiácidos, suplementos de cálcio, café, ovos, alimentos contendo bicarbonato, carboidratos e oxalatos, leites e derivados do leite, chás contendo taninos podem levar a uma diminuição da absorção de íons férricos devido à formação de complexos menos solúveis sendo indicada a suplementação com ferro 1 hora antes ou 2 horas após. Fluoroquinolonas: pode levar a redução da absorção de fluoroquinolonas, devido ao efeito quelante. Devendo, desta forma, fazer o uso da suplementação duas horas antes ou depois de administração.
Tetraciclina oral diminui a biodisponibilidade, portanto deve-se tomar o suplemento duas horas após a tetraciclina. O ácido ascórbico (Vitamina C) aumenta a absorção de ferro medicinal em pelo menos 30%. No entanto, essa maior absorção está associada a um aumento da incidência de efeitos colaterais.
Para o teste de ortoluidina, a presença de ferro pode levar a um resultado falso positivo.
Para determinação de concentração de bilirrubina sérica, a presença de ferro pode levar a valores elevados e falsos. Para teste de glicose oxidada, a presença de ferro pode levar a resultado falso negativo.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião dentista. Atenção: Este medicamento contém Açúcar, portanto, deve ser usado com cautela em portadores de Diabetes. Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

5. ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?
Anemifer® solução oral (gotas) apresenta-se como solução de cor amarela, sabor de amora e isento de partículas estranhas.
Conservar o produto em sua embalagem original, em temperatura ambiente (15-30°C). Proteger da luz e umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.



Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.
Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.
Antes de usar observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

6. COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Ingerir Anemifer® solução oral (gotas) uma hora antes ou duas horas após uma das principais refeições, de preferência com alimentos ou bebidas ácidas, os quais atuam diminuindo o pH estomacal e facilitando a absorção do ferro.
Lactentes (2,0 mg/kg peso corporal, considerando o limite máximo de 15 mg):
Lactentes de 0 a 6 meses: ingerir de 1 a 21 gotas ao dia.
Lactentes de 7 a 11 meses: ingerir de 13 a 21 gotas ao dia.
Pediátrico (2,0 mg/kg peso corporal, considerando o limite máximo de 50 mg):
Crianças de 1 a 6 anos: ingerir de 9 a 70 gotas ao dia.
Crianças de 7 a 10 anos: ingerir de 13 a 70 gotas ao dia.
Adultos: ingerir de 20 a 91 gotas ao dia.
1 mL corresponde a aproximadamente 35 gotas. Cada gota contém aproximadamente 0,71 mg de ferro elementar. Seguir esquema conforme tabela abaixo, respeitando limites estabelecidos (doses superiores às recomendadas devem ser tomadas somente com indicação médica):

Anemifer® solução
oral (gotas)

Posologia diária recomendada IDR*%IDR 
 MínimaMáxima MínimaMáxima
0-6 meses0,71 mg (1 gota)14,91 mg (21 gotas)0,27 mg262,96%5522,22%
7-11 meses9,23 mg (13 gotas)14,91 mg (21 gotas)9 mg102,56%165,67%
1-6 anos6,39 mg (9 gotas)49,7 mg (70 gotas)6 mg106,50%828,33%
7-10 anos9,23 mg (13 gotas)49,7 mg (70 gotas)9 mg102,56%552,22%
Adultos14,2 mg (20 gotas)64,61 mg (91 gotas)14 mg101,43%461,50%




Siga corretamente o modo de usar. Em casos de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista.

7. O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Caso haja esquecimento da ingestão de uma dose deste medicamento, retome a posologia prescrita sem a necessidade de suplementação.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

8. QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?
Durante o tratamento, embora raramente, podem surgir reações adversas características como diarreia, náusea, vômito e constipação podem ocorrer. Além disso, pode ocorrer o escurecimento das fezes.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através de seu serviço de atendimento.

9. O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?
No caso de superdosagem procure atendimento médico imediatamente. Os sinais e sintomas de intoxicação são: diarreia algumas vezes contendo sangue, náusea severa, febre, dor estomacal e vômitos algumas vezes também com presença de sangue. O atendimento hospitalar pode ser fundamental para melhora do quadro de superdosagem, pois poderá ser feito uma dosagem da quantidade de ferro presente no sangue e determinar o melhor tratamento. Desidratação e manutenção do equilíbrio eletrolítico devem ser tratadas de modo convencional.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico, e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

1. PARA QUÊ ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?
Anemifer® é indicado como auxiliar nas anemias carenciais.

2. COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?
O Anemifer® apresenta como princípio ativo, o sulfato ferroso heptaidratado, que irá fornecer ao organismo uma suplementação dos íons férricos para auxiliar na deficiência de ferro como um antianêmico.

3. QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Este medicamento é contraindicado para uso em pacientes com hipersensibilidade (alergia) aos sais de ferro ou a qualquer um dos componentes do produto.
Pacientes que recebem transfusão de sangue repetida ou com anemia não causada por deficiência de ferro. Pacientes alcoolistas, pois há um aumento da toxicidade do ferro.


Pacientes com hepatite ou disfunção hepática, pois levam ao acúmulo de ferro. Pacientes com úlcera péptica, pois há um agravamento após a administração oral.
Este medicamento é contraindicado para lactentes.

4. O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Os sais de ferro devem ser administrados com cautela a pacientes com doenças que interferem na absorção ou armazenamento de ferro, hemoglobinopatias ou doenças gastrintestinais extensas. Evitar o uso regular de grandes quantidades de suplementos de ferro, várias vezes por dia e por mais que um período de 6 meses, sem prescrição médica.
O sangramento do trato gastrintestinal também pode escurecer as fezes e frequentemente é acompanhado de outros sintomas: listras vermelhas nas fezes, câimbras, dores de estômago, ou na região abdominal. Nestes casos a atenção do médico é necessária para avaliar a causa.
Não administrar por períodos prolongados (mais que 6 meses) e em doses acima das recomendadas, exceto por recomendação médica.
Para o teste de ortotoluidina, a presença de ferro pode levar a um resultado falso positivo. Para determinação da concentração de bilirrubina sérica, a presença de ferro pode levar a valores elevados falsos. Para teste de glicose oxidada, a presença de ferro leva a resultados falso-negativos.

Pacientes Idosos
Alguns pacientes idosos podem requerer uma ingestão de ferro maior que a normal para corrigir uma deficiência do mesmo, devido a sua capacidade para absorver ferro estar diminuída, pela redução de secreções gástricas (secreções do estômago).

Gravidez
No 1º trimestre de gestação, a ingestão de ferro necessária para o organismo é obtida através de uma dieta adequada, entretanto, no 2º e 3º trimestres, o organismo necessita de uma quantidade superior de ferro, devendo a gestante fazer uso de um suplemento de ferro para suprir a carência desta vitamina no organismo.

Interação medicamentosa
Álcool: a utilização de ambos por períodos prolongados pode levar a um aumento da absorção, levando a toxicidade. Antiácidos, suplementos de cálcio, café, ovos, alimentos contendo bicarbonato, carboidratos e oxalatos, leites e derivados do leite, chás contendo taninos podem levar a uma diminuição da absorção de íons férricos devido à formação de complexos menos solúveis sendo indicada a suplementação com ferro 1 hora antes ou 2 horas após. Fluoroquinolonas: pode levar a redução da absorção de fluoroquinolonas, devido ao efeito quelante. Devendo, desta forma, fazer o uso da suplementação duas horas antes ou depois de administração.


Tetraciclina oral diminui a biodisponibilidade, portanto deve-se tomar o suplemento duas horas após a tetraciclina. O ácido ascórbico (Vitamina C) aumenta a absorção de ferro medicinal em pelo menos 30%. No entanto, essa maior absorção está associada a um aumento da incidência de efeitos colaterais.
Para o teste de ortoluidina, a presença de ferro pode levar a um resultado falso positivo.
Para determinação de concentração de bilirrubina sérica, a presença de ferro pode levar a valores elevados e falsos. Para teste de glicose oxidada, a presença de ferro pode levar a resultado falso negativo.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião dentista. Atenção: Este medicamento contém Açúcar, portanto, deve ser usado com cautela em portadores de Diabetes. Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

5. ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?
Anemifer xarope apresenta-se como solução oral de cor marrom amarelada, com sabor de amora. Isento de partículas estranhas.
Conservar o produto em sua embalagem original, em temperatura ambiente (15-30°C). Proteger da luz e umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.
Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Antes de usar observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

6. COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Ingerir Anemifer® xarope uma hora antes ou duas horas após uma das principais refeições, de preferência com alimentos ou bebidas ácidas, os quais atuam diminuindo o pH estomacal e facilitando a absorção do ferro.
Pediátrico (2,0 mg/kg peso corporal, considerando o limite máximo de 50 mg):
Adultos e crianças: ingerir de 1 colher das de chá (5 mL) ao dia.
Seguir esquema conforme tabela abaixo, respeitando limites estabelecidos (doses superiores às recomendadas devem ser tomadas somente com indicação médica)

Anemifer® xaropePosologia diária recomendadaIDR*%IDR
1-6 anos50 mg (5 mL)6mg833,33%
7 - 10  anos50 mg (5 mL)9mg555,56%
Adultos50 mg (5 mL)14mg357,14%




Siga corretamente o modo de usar. Em casos de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista.

7. O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Caso haja esquecimento da ingestão de uma dose deste medicamento, retome a posologia prescrita sem a necessidade de suplementação.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

8. QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?
Durante o tratamento, embora raramente, podem surgir reações adversas características como diarreia, náusea, vômito e constipação podem ocorrer. Além disso, pode ocorrer o escurecimento das fezes.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através de seu serviço de atendimento.

9. O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?
No caso de superdosagem procure atendimento médico imediatamente. Os sinais e sintomas de intoxicação são: diarreia algumas vezes contendo sangue, náusea severa, febre, dor estomacal e vômitos algumas vezes também com presença de sangue. O atendimento hospitalar pode ser fundamental para melhora do quadro de superdosagem, pois poderá ser feito uma dosagem da quantidade de ferro presente no sangue e determinar o melhor tratamento. Desidratação e manutenção do equilíbrio eletrolítico devem ser tratadas de modo convencional.

Data da bula

16/12/2016

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal