Feed

Já é assinante?

Entrar

Nitrato de Isoconazol

Nitrato de Isoconazol - Bula do remédio

Nitrato de Isoconazol com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Nitrato de Isoconazol têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Nitrato de Isoconazol devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Cristália

Referência

Nitrato de Isoconazol

Apresentação de Nitrato de Isoconazol

Cartucho contendo 1 bisnaga com 40 g + 7 aplicadores descartáveis
Caixa contendo 25 ou 50 bisnagas com 40 g + 7 aplicadores descartáveis por bisnaga

Nitrato de Isoconazol - Indicações

O Nitrato de Isoconazol creme vaginal é indicado como antimicótico no tratamento de micoses vulvovaginais causadas por Candida e outras leveduras e fungos levuliformes (como o Torulopsis glabrata), balanite micótica e nas infecções mistas com bactérias Gram-positivas.

Contra-indicações de Nitrato de Isoconazol

O Nitrato de Isoconazol creme vaginal é contra-indicado em pacientes com hipersensibilidade conhecida ao fármaco ou a qualquer um dos componentes da fórmula.

Advertências

Para evitar a reinfecção, é aconselhável usar roupa íntima de algodão, trocada e fervida diariamente ou pelo menos passada a ferro bem quente após a lavagem.
Fica a critério médico indicar o tratamento simultâneo do cônjuge. Recomenda-se tratamento externo com Nitrato de Isoconazol creme vaginal caso a infecção seja acompanhada de vulvite.
No uso em áreas eczematosas recomenda-se tratar previamente a dermatite.

Uso na gravidez de Nitrato de Isoconazol

O produto somente deverá ser usado durante a gravidez se absolutamente necessário.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Nitrato de Isoconazol

O Nitrato de Isoconazol creme vaginal é bem tolerado e raramente pode ocorrer irritação da mucosa vaginal.

Nitrato de Isoconazol - Posologia

Vaginites micóticas:
Recomenda-se introduzir profundamente na vagina, com auxílio de aplicador, uma dose diária do produto durante 7 dias consecutivos e é conveniente fazer a aplicação à noite, antes de dormir.
Vulvovaginites micóticas:
Utilizar o mesmo esquema posológico do anterior, juntamente com duas aplicações diárias de Nitrato de Isoconazol creme na genitália externa, durante 7 dias.
Balanites micóticas (por Candida) e para evitar reinfecção:
Aplicar Nitrato de Isoconazol creme sobre a glande e face interna do prepúcio, duas vezes ao dia, durante 7 dias.

Superdosagem

Não foram encontrados dados na literatura para esta forma farmacêutica.

Modo de usar

Para Uso do Aplicador Vaginal
Enroscar o aplicador no tubo previamente destampado.
Encher o aplicador apertando suavemente o tubo até que o êmbolo chegue ao topo.
Desenroscar o aplicador do tubo. Introduzir o aplicador profundamente na vagina e esvaziá-lo empurrando o êmbolo. Após o uso, descarte o aplicador.

Uso em idosos, crianças e em outros grupos de risco

Não há informações disponíveis relacionando a idade aos efeitos de antimicóticos em pacientes idosos.

Nitrato de Isoconazol - Informações

O Isoconazol é um antimicótico de amplo espectro, sendo eficaz tanto contra dermatófitos quanto contra leveduras, fungos leveduriformes (incluindo o agente responsável pela pitiríase versicolor) e mofos. Além disso, é eficaz contra o agente patogênico do eritrasma e bactérias Gram-positivas.
O Nitrato de Isoconazol creme vaginal atua nos microrganismos suscetíveis, alterando a permeabilidade da membrana celular e, conseqüentemente, reduzindo a captação dos nutrientes essenciais, além de inibir as enzimas peroxidativas intracelulares.
O Nitrato de Isoconazol é pouco absorvido pela mucosa vaginal.

Dizeres legais

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA
N.º do lote, data de fabricação e prazo de validade: vide bisnaga/caixa
Reg. MS N.º 1.0298.0292
Farm. Resp.: Dr. Joaquim A. dos Reis - CRF-SP N.º 5061
SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente): 0800 701 19 18
CRISTÁLIA - Produtos Químicos Farmacêuticos Ltda.
Rod. Itapira-Lindóia, km 14 - Itapira-SP
CNPJ N.º 44.734.671/0001-51
Indústria Brasileira

Nitrato de Isoconazol - Bula para o Paciente

O Nitrato de Isoconazol creme vaginal é indicado no tratamento de micoses vulvovaginais e sua ação inicia-se imediatamente após entrar em contato com os fungos ou leveduras.
Conservar a embalagem do produto em temperatura ambiente, entre 15 e 30oC.
O prazo de validade é de 24 meses a partir da data de fabricação, impressa na embalagem. Não utilize medicamento com o prazo de validade vencido.
Informe seu médico sobre a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se está amamentando.
Introduzir o creme com o aplicador, profundamente na vagina. Para uma aplicação cômoda e fácil, aconselha-se à paciente ficar deitada de costas com as pernas dobradas e entreabertas. Aplicar sempre à noite, antes de dormir, para que o produto fique o maior tempo possível dentro da cavidade vaginal. O tratamento não deve ser realizado durante o período menstrual. Recomenda-se evitar o uso de duchas vaginais durante o tratamento e uma semana após o término do mesmo. Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.
Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
Informe seu médico sobre o aparecimento de reações desagradáveis como irritação local. Sintomas irritativos preexistentes (como ardência e irritação em caso de micose vaginal), podem tornar-se mais intensos.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.
Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento.
NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA A SAÚDE.

Data da bula

07/10/2011

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal