Feed

Já é assinante?

Entrar

Bacfar - Bula do remédio

Bacfar com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Bacfar têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Bacfar devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Elofar

Apresentação de Bacfar

Comprimido - caixas com 20 ou 100
Comprimido F - caixas com 10
Suspensão - frascos com 50 ou 100 ml
Suspensão F - frascos com 100 ml

COMPOSIÇÃO
Cada comprimido de Bacfar® contém:
Sulfametoxazol............................................................400 mg
Trimetoprima.................................................................80 mg
Excipientes: amido, povidona, silicato de magnésio, estearato de magnésio e amidoglicolato de sódio.

Cada comprimido Bacfar® F contém:
Sulfametoxazol............................................................800 mg
Trimetoprima...............................................................160 mg
Excipientes: amido, povidona, talco, estearato de magnésio e amidoglicolato de sódio.

Cada 5 ml de Bacfar® suspensão contém:
Sulfametoxazol............................................................200 mg
Trimetoprima.................................................................40 mg
Excipientes: metilparabeno, propilparabeno, sacarina sódica, aroma de ovo, aroma de tutti frutti,
glicirrizinato monoamônio, simeticona, glicerol, edetato dissódico, polissorbato 80, sorbitol (xarope70%), celulose microcristalina+carboximetilcelulose e água de osmose reversa.

Cada 5 ml de Bacfar® F suspensão contém:
Sulfametoxazol...........................................................400 mg
Trimetoprima................................................................80 mg
Excipientes: metilparabeno, propilparabeno, sacarina sódica, aroma de morango, aroma de tutti frutti, glicirrizinato monoamônio, simeticona, glicerol, edetato dissódico, polissorbato 80, sorbitol (xarope70%), celulose microcristalina+carboximetilcelulose e água de osmose reversa.

USO ADULTO E PEDIÁTRICO - VIA ORAL

Bacfar - Indicações

Bacfar® é utilizado em casos de infecções causadas por germes sensíveis aos compostos do produto.

Contra-indicações de Bacfar

Bacfar® não deve ser utilizado em pacientes com doença grave no fígado e no rim quando não se puder determinar regularmente a concentração da droga no sangue.
Bacfar® também está contraindicado aos pacientes com alergia à sulfonamida ou à trimetoprima.
Bacfar® não deve ser administrado a prematuros e recém-nascidos durante as primeiras 6 semanas de vida. Bacfar® não deve ser utilizado por pacientes com sérias alterações hematológicas (no sangue) nem a pacientes portadores de deficiência de G6PD (desidrogenase de glicose 6- fosfato), a não ser em casos de absoluta necessidade e em doses mínimas.

Advertências

Deve-se ter cuidados especiais com pacientes idosos e pacientes com problemas renais e hepáticos onde há maior probabilidade de ocorrer efeitos indesejáveis relacionados à dose ou à duração do tratamento.
Para diminuir os efeitos indesejáveis, recomenda-se que a duração do tratamento seja a menor possível para o paciente idoso. Em caso de comprometimento renal, a dose deve ser ajustada conforme tabela do item “Posologia especial”. Pacientes em uso prolongado devem fazer regularmente exames de sangue e urina.

Precauções
O tratamento deve ser descontinuado imediatamente ao primeiro sinal de aparecimento de erupção cutânea ou qualquer outra reação adversa grave. Bacfar® deve ser administrado com cautela a pacientes com história de alergia e asma brônquica.
A não ser em casos excepcionais, Bacfar® não deve ser administrado a pacientes com sérias alterações hematológicas. Bacfar® não deve ser administrado a pacientes portadores de deficiência de G6PD (desidrogenase de glicose 6-fosfato) a não ser em casos de absoluta necessidade e em doses mínimas. Nos pacientes idosos ou em pacientes com história de deficiência de ácido fólico ou insuficiência renal, podem ocorrer alterações hematológicas indicativas de deficiência de ácido fólico.
Estas alterações são reversíveis administrando-se ácido folínico. Como com todas as drogas contendo sulfonamidas, cuidado é desejável em pacientes com porfíria ou disfunção da tireoide.

Interações medicamentosas de Bacfar

Informe o seu médico se estiver utilizando algum dos medicamentos ou substâncias mencionados a seguir, pois podem ocorrer interações entre eles e as substâncias que fazem parte da fórmula do Bacfar®:
- medicamentos para a pressão ou coração: diuréticos, digoxina.
- medicamentos para doenças do sistema nervoso: depressores do sistema central, como, por exemplo, os antidepressivos, fenitoína.
- medicamentos que contêm em sua fórmula amantadina, antidiabéticos orais, ciclosporina, indometacina, metotrexato, pirimetamina, varfarina.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Bacfar

Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis. Em ordem de frequência encontramos efeitos gastrintestinais (náuseas, lesões na boca, diarreia), reações de pele e zumbidos que desaparecem com a suspensão do tratamento. Bacfar® pode aumentar a produção de urina em pacientes com edema de origem cardíaca. Alterações no exame de sangue também podem surgir de forma leve e sem sintomas, desaparecendo com a suspensão do tratamento.

Superdosagem

Em caso de ingestão aguda de doses excessivas, intencionalmente ou acidentalmente, podem ocorrer os seguintes sintomas: náuseas, vômito, diarreia, cefaleia, vertigens, tontura e distúrbios mentais e visuais.
Em superdosagem crônica, podem ocorrer alterações no sangue. Nesses casos, o médico deve ser procurado o mais rapidamente possível para que o tratamento adequado seja instituído. Na ingestão aguda de grandes quantidades deve-se provocar o vômito o mais rapidamente possível para eliminar a quantidade máxima possível do medicamento ingerido.

Modo de usar

Aspecto físico
Bacfar® comprimidos apresentam formatos cilíndricos, biconvexo, liso de cor branca.
Bacfar® F comprimidos apresentam formato oblongo, biconvexo, liso de cor branca.
Bacfar® e Bacfar® F suspensão apresentam aspecto homogêneo de cor branca.

Características organolépticas
Bacfar® suspensão possui odor/sabor de ovo adocicado e Bacfar® F suspensão possui odor/sabor frutal adocicado.

SIGA A ORIENTAÇÃO DE SEU MÉDICO, RESPEITANDO SEMPRE OS HORÁRIOS, AS DOSES E A DURAÇÃO DO TRATAMENTO. NÃO INTERROMPA O TRATAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO.

Seu médico sabe quando parar com Bacfar®. Informe-o se você for suspender o tratamento antes do prazo determinado.

ANTES DE USAR OBSERVE O ASPECTO DO MEDICAMENTO. NÃO USE O MEDICAMENTO COM O PRAZO DE VALIDADE VENCIDO.

As doses de Bacfar® comprimidos e suspensão de uso oral devem ser administradas pela manhã e à noite, de preferência após uma refeição e com suficiente quantidade de líquido. O frasco de suspensão deve ser agitado antes da administração. A posologia deve ser orientada pelo seu médico de acordo com a sua doença.

As doses usualmente recomendadas para Bacfar®, comprimidos e suspensão oral são as seguintes:
a) Adultos e crianças acima de 12 anos:
Dose habitual: 2 comprimidos de Bacfar® ou 1 comprimido de Bacfar® F ou 20 ml da suspensão a cada 12 horas ou 10 ml da suspensão F a cada 12 horas.
Dose mínima e dose para tratamento prolongado (mais de 14 dias): 1 comprimido de Bacfar® ou ½ comprimido de Bacfar® F ou 10 ml da suspensão a cada 12 horas ou 5 ml da suspensão F a cada 12 horas.
Dose máxima (casos especialmente graves): 3 comprimidos de Bacfar® ou 1 e ½ comprimido de Bacfar® F ou 30 ml da suspensão a cada 12 horas ou 15 ml da suspensão F a cada 12 horas.

b) Crianças abaixo de 12 anos:
6 semanas a 5 meses: 2,5 ml da suspensão pediátrica a cada 12 horas.
6 meses a 5 anos: 5 ml da suspensão pediátrica a cada 12 horas ou 2,5 ml da suspensão F a cada 12 horas.
6 a 12 anos: 10 ml da suspensão pediátrica a cada 12 horas ou 5 ml da suspensão F a cada 12 horas.
A posologia acima indicada corresponde aproximadamente à dose diária média de 6 mg de trimetoprima e 30 mg de sulfametoxazol por kg de peso. Nas infecções graves a dosagem recomendada pode ser aumentada em 50%.

Duração do tratamento:
Em infecções agudas, Bacfar® deve ser administrado por pelo menos 5 dias ou até que o paciente esteja assintomático por pelo menos 2 dias. Se a melhora clínica não for evidente após 7 dias de tratamento, o paciente deve ser reavaliado. Posologias especiais são recomendadas em determinadas doenças e condições clínicas dos pacientes. O seu médico saberá identificar essas situações e adotar o esquema de doses adequado.

Uso em idosos, crianças e em outros grupos de risco

ESTE MEDICAMENTO NÃO DEVE SER UTILIZADO POR GRÁVIDAS SEM ORIENTAÇÃO MÉDICA OU DO CIRURGIÃO-DENTISTA. NÃO DEVE SER UTILIZADO DURANTE A AMAMENTAÇÃO, EXCETO SOB ORIENTAÇÃO MÉDICA. INFORME O SEU MÉDICO OU CIRURGIÃO-DENTISTA SE OCORRER GRAVIDEZ OU SE INICIAR A AMAMENTAÇÃO DURANTE O USO DESTE MEDICAMENTO. INFORME O SEU MÉDICO A OCORRÊNCIA DE GRAVIDEZ NA VIGÊNCIA DO TRATAMENTO OU APÓS O SEU TÉRMINO.

Uma vez que os dois compostos de Bacfar® atravessam a barreira placentária, podem interferir com o metabolismo humano do ácido fólico, devendo ser usado na gestação somente se o risco para o feto for justificado pelo benefício para a gestante. No caso de haver necessidade de uso, toda gestante deve receber concomitantemente 5 a 10 mg de ácido fólico diariamente. Deve-se evitar o uso no último trimestre de gestação, tanto quanto possível, devido ao risco do recém-nascido apresentar problemas neurológicos devido ao acúmulo de bilirrubina no cérebro (kernicterus). Informar ao médico se está amamentando. Os dois compostos de Bacfar® são excretados pelo leite, devendo-se levar em consideração os riscos já citados acima.

Este medicamento é contraindicado na faixa etária de 0 a 6 semanas.

Armazenagem

Bacfar® comprimidos, Bacfar® suspensão e Bacfar® F suspensão devem ser mantidos a temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C), protegidos da luz e umidade. Bacfar® F comprimidos deve ser mantido protegido do calor excessivo (acima de 40°C), luz e umidade.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DE CRIANÇAS.

Prazo de validade
A data de fabricação e o prazo de validade de Bacfar® estão impressos na embalagem externa do produto.

NÃO USE QUALQUER MEDICAMENTO FORA DO PRAZO DE VALIDADE; PODE SER PREJUDICIAL À SAÚDE.

Dizeres legais

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA - SÓ PODE SER VENDIDO COM RETENÇÃO DA RECEITA

Bacfar® F COMPRIMIDO C/10 - REGISTRO M.S. Nº 1.0385.0003.002-5
Bacfar® F SUSPENSÃO C/100 ML - REGISTRO M.S. Nº 1.0385.0003.001-7
Bacfar® COMPRIMIDO C/100 - REGISTRO M.S. Nº 1.0385.0003.005-1
Bacfar® COMPRIMIDO C/20 - REGISTRO M.S. Nº 1.0385.0003.003-3
Bacfar® SUSPENSÃO ORAL C/100 ML - REGISTRO M.S. Nº 1.0385.0003.006-8
Bacfar® SUSPENSÃO ORAL C/50 ML - REGISTRO M.S. Nº 1.0385.0003.004-1

Nº lote, data de fabricação e prazo de validade: VIDE CARTUCHO

Farmacêutico Responsável: Alexandre Madeira de Oliveira CRF-SC Nº 3684

LABORATÓRIO FARMACÊUTICO ELOFAR LTDA.
S.A.C. 0800-600-1344 - sac@elofar.com.br - www.elofar.com.br
Rua Tereza Cristina, 67 - Florianópolis - Santa Catarina - CEP 88070-790
CNPJ: 83.874.628/0001-43 - INDÚSTRIA BRASILEIRA

Bacfar - Bula para o Paciente

AÇÃO DO MEDICAMENTO
Bacfar® é utilizado em casos de infecções causadas por germes sensíveis aos compostos do produto.
É indicado para o tratamento de infecções respiratórias, urinárias, gastrintestinais e outros tipos de infecções. O Bacfar® é um quimioterápico com propriedades bactericidas (capaz de matar a bactéria), com duplo mecanismo de ação. O Bacfar® contém dois compostos ativos que agem sinergicamente inibindo dois passos consecutivos da biossíntese do ácido folínico necessário aos microrganismos, e assim eliminando-os. É composto por sulfametoxazol + trimetoprima. A ação medicamentosa de Bacfar® começa logo após a primeira dose; no entanto, os germes não são eliminados de imediato.
Por isso, mesmo que alguns sintomas como febre, dor, etc., desapareçam, é necessário continuar a ingerir o medicamento pelo período que o médico estabeleceu.

INDICAÇÕES DO MEDICAMENTO
Bacfar® é utilizado em casos de infecções causadas por germes sensíveis aos compostos do produto.

RISCOS DO MEDICAMENTO
Contraindicações
Bacfar® não deve ser utilizado em pacientes com doença grave no fígado e no rim quando não se puder determinar regularmente a concentração da droga no sangue.
Bacfar® também está contraindicado aos pacientes com alergia à sulfonamida ou à trimetoprima.
Bacfar® não deve ser administrado a prematuros e recém-nascidos durante as primeiras 6 semanas de vida. Bacfar® não deve ser utilizado por pacientes com sérias alterações hematológicas (no sangue) nem a pacientes portadores de deficiência de G6PD (desidrogenase de glicose 6- fosfato), a não ser em casos de absoluta necessidade e em doses mínimas.

Advertências
Deve-se ter cuidados especiais com pacientes idosos e pacientes com problemas renais e hepáticos onde há maior probabilidade de ocorrer efeitos indesejáveis relacionados à dose ou à duração do tratamento.
Para diminuir os efeitos indesejáveis, recomenda-se que a duração do tratamento seja a menor possível para o paciente idoso. Em caso de comprometimento renal, a dose deve ser ajustada conforme tabela do item “Posologia especial”. Pacientes em uso prolongado devem fazer regularmente exames de sangue e urina.

Precauções
O tratamento deve ser descontinuado imediatamente ao primeiro sinal de aparecimento de erupção cutânea ou qualquer outra reação adversa grave. Bacfar® deve ser administrado com cautela a pacientes com história de alergia e asma brônquica.
A não ser em casos excepcionais, Bacfar® não deve ser administrado a pacientes com sérias alterações hematológicas. Bacfar® não deve ser administrado a pacientes portadores de deficiência de G6PD (desidrogenase de glicose 6-fosfato) a não ser em casos de absoluta necessidade e em doses mínimas. Nos pacientes idosos ou em pacientes com história de deficiência de ácido fólico ou insuficiência renal, podem ocorrer alterações hematológicas indicativas de deficiência de ácido fólico.
Estas alterações são reversíveis administrando-se ácido folínico. Como com todas as drogas contendo sulfonamidas, cuidado é desejável em pacientes com porfíria ou disfunção da tireoide.

Interações medicamentosas
Informe o seu médico se estiver utilizando algum dos medicamentos ou substâncias mencionados a seguir, pois podem ocorrer interações entre eles e as substâncias que fazem parte da fórmula do Bacfar®:
- medicamentos para a pressão ou coração: diuréticos, digoxina.
- medicamentos para doenças do sistema nervoso: depressores do sistema central, como, por exemplo, os antidepressivos, fenitoína.
- medicamentos que contêm em sua fórmula amantadina, antidiabéticos orais, ciclosporina, indometacina, metotrexato, pirimetamina, varfarina.

Restrições a grupos de risco
ESTE MEDICAMENTO NÃO DEVE SER UTILIZADO POR GRÁVIDAS SEM ORIENTAÇÃO MÉDICA OU DO CIRURGIÃO-DENTISTA. NÃO DEVE SER UTILIZADO DURANTE A AMAMENTAÇÃO, EXCETO SOB ORIENTAÇÃO MÉDICA. INFORME O SEU MÉDICO OU CIRURGIÃO-DENTISTA SE OCORRER GRAVIDEZ OU SE INICIAR A AMAMENTAÇÃO DURANTE O USO DESTE MEDICAMENTO. INFORME O SEU MÉDICO A OCORRÊNCIA DE GRAVIDEZ NA VIGÊNCIA DO TRATAMENTO OU APÓS O SEU TÉRMINO.

Uma vez que os dois compostos de Bacfar® atravessam a barreira placentária, podem interferir com o metabolismo humano do ácido fólico, devendo ser usado na gestação somente se o risco para o feto for justificado pelo benefício para a gestante. No caso de haver necessidade de uso, toda gestante deve receber concomitantemente 5 a 10 mg de ácido fólico diariamente. Deve-se evitar o uso no último trimestre de gestação, tanto quanto possível, devido ao risco do recém-nascido apresentar problemas neurológicos devido ao acúmulo de bilirrubina no cérebro (kernicterus). Informar ao médico se está amamentando. Os dois compostos de Bacfar® são excretados pelo leite, devendo-se levar em consideração os riscos já citados acima.

Este medicamento é contraindicado na faixa etária de 0 a 6 semanas.

INFORME AO SEU MÉDICO OU CIRURGIÃO-DENTISTA O APARECIMENTO DE REAÇÕES INDESEJÁVEIS, BEM COMO SE VOCÊ ESTA FAZENDO USO DE ALGUM OUTRO MEDICAMENTO. NÃO USE MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE.

MODO DE USO
Aspecto físico
Bacfar® comprimidos apresentam formatos cilíndricos, biconvexo, liso de cor branca.
Bacfar® F comprimidos apresentam formato oblongo, biconvexo, liso de cor branca.
Bacfar® e Bacfar® F suspensão apresentam aspecto homogêneo de cor branca.

Características organolépticas
Bacfar® suspensão possui odor/sabor de ovo adocicado e Bacfar® F suspensão possui odor/sabor frutal adocicado.

SIGA A ORIENTAÇÃO DE SEU MÉDICO, RESPEITANDO SEMPRE OS HORÁRIOS, AS DOSES E A DURAÇÃO DO TRATAMENTO. NÃO INTERROMPA O TRATAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO.

Seu médico sabe quando parar com Bacfar®. Informe-o se você for suspender o tratamento antes do prazo determinado.

ANTES DE USAR OBSERVE O ASPECTO DO MEDICAMENTO. NÃO USE O MEDICAMENTO COM O PRAZO DE VALIDADE VENCIDO.

As doses de Bacfar® comprimidos e suspensão de uso oral devem ser administradas pela manhã e à noite, de preferência após uma refeição e com suficiente quantidade de líquido. O frasco de suspensão deve ser agitado antes da administração. A posologia deve ser orientada pelo seu médico de acordo com a sua doença.

As doses usualmente recomendadas para Bacfar®, comprimidos e suspensão oral são as seguintes:
a) Adultos e crianças acima de 12 anos:
Dose habitual: 2 comprimidos de Bacfar® ou 1 comprimido de Bacfar® F ou 20 ml da suspensão a cada 12 horas ou 10 ml da suspensão F a cada 12 horas.
Dose mínima e dose para tratamento prolongado (mais de 14 dias): 1 comprimido de Bacfar® ou ½ comprimido de Bacfar® F ou 10 ml da suspensão a cada 12 horas ou 5 ml da suspensão F a cada 12 horas.
Dose máxima (casos especialmente graves): 3 comprimidos de Bacfar® ou 1 e ½ comprimido de Bacfar® F ou 30 ml da suspensão a cada 12 horas ou 15 ml da suspensão F a cada 12 horas.

b) Crianças abaixo de 12 anos:
6 semanas a 5 meses: 2,5 ml da suspensão pediátrica a cada 12 horas.
6 meses a 5 anos: 5 ml da suspensão pediátrica a cada 12 horas ou 2,5 ml da suspensão F a cada 12 horas.
6 a 12 anos: 10 ml da suspensão pediátrica a cada 12 horas ou 5 ml da suspensão F a cada 12 horas.
A posologia acima indicada corresponde aproximadamente à dose diária média de 6 mg de trimetoprima e 30 mg de sulfametoxazol por kg de peso. Nas infecções graves a dosagem recomendada pode ser aumentada em 50%.

Duração do tratamento:
Em infecções agudas, Bacfar® deve ser administrado por pelo menos 5 dias ou até que o paciente esteja assintomático por pelo menos 2 dias. Se a melhora clínica não for evidente após 7 dias de tratamento, o paciente deve ser reavaliado. Posologias especiais são recomendadas em determinadas doenças e condições clínicas dos pacientes. O seu médico saberá identificar essas situações e adotar o esquema de doses adequado.

REAÇÕES ADVERSAS
Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis. Em ordem de frequência encontramos efeitos gastrintestinais (náuseas, lesões na boca, diarreia), reações de pele e zumbidos que desaparecem com a suspensão do tratamento. Bacfar® pode aumentar a produção de urina em pacientes com edema de origem cardíaca. Alterações no exame de sangue também podem surgir de forma leve e sem sintomas, desaparecendo com a suspensão do tratamento.

CONDUTA EM CASO DE SUPERDOSE
Em caso de ingestão aguda de doses excessivas, intencionalmente ou acidentalmente, podem ocorrer os seguintes sintomas: náuseas, vômito, diarreia, cefaleia, vertigens, tontura e distúrbios mentais e visuais.
Em superdosagem crônica, podem ocorrer alterações no sangue. Nesses casos, o médico deve ser procurado o mais rapidamente possível para que o tratamento adequado seja instituído. Na ingestão aguda de grandes quantidades deve-se provocar o vômito o mais rapidamente possível para eliminar a quantidade máxima possível do medicamento ingerido.

EM CASO DE SUPERDOSE PROCURE UM CENTRO DE INTOXICAÇÃO OU SOCORRO MÉDICO.
CUIDADOS DE CONSERVAÇÃO E USO

Bacfar® comprimidos, Bacfar® suspensão e Bacfar® F suspensão devem ser mantidos a temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C), protegidos da luz e umidade. Bacfar® F comprimidos deve ser mantido protegido do calor excessivo (acima de 40°C), luz e umidade.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DE CRIANÇAS.

Prazo de validade
A data de fabricação e o prazo de validade de Bacfar® estão impressos na embalagem externa do produto.

NÃO USE QUALQUER MEDICAMENTO FORA DO PRAZO DE VALIDADE; PODE SER PREJUDICIAL À SAÚDE.

Data da bula

03/09/2013

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal