Feed

Já é assinante?

Entrar

Pozato Uni

Pozato Uni - Bula do remédio

Pozato Uni com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Pozato Uni têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Pozato Uni devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Libbs

Apresentação de Pozato Uni

Comprimidos revestidos contendo 1,5 mg de levonorgestrel. Embalagem contendo 1 comprimido revestido.

Pozato Uni - Indicações

Pozato Uni é indicado para contracepção de emergência. Deve ser tomado até 72 horas após relação sexual desprotegida, falha do contraceptivo ou violência sexual e administrado conforme o item POSOLOGIA.

Contra-indicações de Pozato Uni

Pozato Uni não deve ser administrado em casos de gravidez confirmada ou suspeita. Pozato Uni está contra-indicado em caso de hipersensibilidade a qualquer componente da formulação ou em situações onde haja ocorrência de sangramento genital anormal ou de etiologia desconhecida.

Advertências

Pozato Uni deve ser cautelosamente administrado após avaliação do risco-benefício nos seguintes casos: - Portadoras ou com história de doenças hepáticas ativas ou tumores hepáticos; - Doenças da vesícula biliar; - Carcinoma de mama, útero ou ovário; - Tromboflebite ativa ou doenças tromboembólicas; - Cardiopatia isquêmica, acidente vascular cerebral, trombose de retina, embolia pulmonar prévia; - Diátese hemorrágica, histórico de hipertensão intracraniana idiopática; - Histórico de gestação ectópica, icterícia gravídica ou decorrente do uso de anticoncepcionais. Outras condições que também requerem avaliação cautelosa: - Asma, doenças cardiovasculares severas, hipertensão; - Enxaqueca, epilepsia, doenças renais, diabetes melitus; - Hiperlipidêmicas (hipertrigliceridemia, hipercolesterolemia); - Histórico de estados depressivos severos. Pozato Uni é indicado somente para contracepção de emergência com eficácia menor que o anticoncepcional hormonal regular. É eficaz apenas quando tomado em até 72 horas após o ato sexual, sendo mais efetivo nas primeiras 48 horas, podendo diminuir a seguir. Deve-se certificar que a paciente não está grávida antes de iniciar o tratamento. Em caso de atraso menstrual após a utilização de Pozato Uni, a possibilidade de gravidez deverá ser descartada. Em caso de gravidez decorrente de falha da contracepção de emergência, deve ser realizado exame complementar para avaliação e localização da gravidez. Usuária com atraso menstrual acompanhado de dor no baixo ventre pode ser indicativa de gravidez ectópica, sendo necessária sua confirmação. Pozato Uni não é recomendado para uso rotineiro como contraceptivo. Pozato Uni não deve ser administrado e não terá eficácia caso haja vigência de gravidez. Em caso de suspeita de gravidez, é recomendado o diagnóstico laboratorial antes da administração da medicação. Pozato Uni não auxilia na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis.

Uso na gravidez de Pozato Uni

Categoria de risco: X Estudos com animais ou em humanos demonstraram anormalidades fetais ou evidência de risco fetal baseado na experiência em humanos ou ambos. Deve-se certificar que a paciente não está grávida antes de iniciar o tratamento. Pozato Uni não deve ser administrado em caso de gravidez confirmada ou suspeita. O levonorgestrel é contra-indicado para mulheres grávidas. Este medicamento causa malformação ao bebê se utilizado durante a gravidez. O levonorgestrel passa para o leite materno. Seu uso está contra-indicado durante a lactação nas primeiras 6 semanas após o parto. Estudos em lactentes de usuárias portadoras de implantes com levonorgestrel não evidenciaram alterações nos bebês. No entanto, não foram realizados estudos sobre os efeitos sobre o lactente e sobre a lactação nas usuárias de levonorgestrel no esquema empregado na contracepção de emergência. É recomendada a interrupção temporária da amamentação no caso da utilização de POZATO UNI.

Interações medicamentosas de Pozato Uni

Alguns fármacos podem acelerar o metabolismo dos contraceptivos orais quando da ingestão concomitante. Os fármacos suspeitos por reduzir a eficácia dos contraceptivos orais incluem a fenitoína, os barbitúricos, a rifampicina, a ampicilina, a fenilbutazona, a griseofulvina, tetraciclinas (tetraciclina, oxitetraciclina, doxiciclina, limeciclina ou minociclina), oxcarbazepina, carbamazepina, primidona e aminoglutetimida. Foi relatada interação do levonorgestrel com varfarina em usuária de anticoncepção de emergência, é recomendada a monitorização da coagulação.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Pozato Uni

Náusea é a principal reação adversa que afeta as pacientes tratadas com levonorgestrel. As reações adversas relacionadas ao uso de levonorgestrel como contraceptivo de emergência foram: - Náusea, dor na parte inferior do abdômen e fadiga (14%), - Tontura e cefaléia (10%), - Sensibilidade dolorosa nos seios (8%), - Diarréia (4%) e vômito (1%); - Alteração no volume do fluxo ou data esperada do ciclo menstrual, sangramentos de escape. Outras reações possíveis relacionadas ao uso dos progestagênios são: aumento de peso, icterícia, hipertensão arterial, hipercolesterolemia, hiperglicemia. Atenção: na ocorrência de vômito até duas horas após a administração do Pozato Uni, a dose deve ser repetida. Na maioria das pacientes espera-se que ocorra a menstruação no período correto. Se não ocorrer, deve-se considerar a possibilidade de gravidez.

Pozato Uni - Posologia

Deve - se tomar 1 comprimido de Pozato Uni após relação sexual desprotegida ou acidente contraceptivo o mais rapidamente possível, dentro de, no máximo, 72 horas. Se ocorrer vômito dentro de 2 horas após a tomada da dose, deve-se repeti-la. Pozato Uni pode ser usado independentemente da fase do ciclo menstrual.

Superdosagem

Em mulheres a superdosagem pode causar sangramento de supressão e náuseas. Não se observaram efeitos adversos maiores quando ocorreram ingestões de grandes quantidades do fármaco por crianças. Em caso de superdosagem, o médico deve ser consultado.

Pozato Uni - Informações

O princípio ativo de Pozato Uni é o levonorgestrel que é um progestogênio sintético biologicamente ativo, quimicamente denominado de d(-)-13-beta-etil-17-alfa-etinil-17-betahidroxigon- 4-en-3-ona. PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS O mecanismo de ação do levonorgestrel na contracepção de emergência pode variar dependendo da fase do ciclo menstrual em que for utilizado. Pode inibir ou retardar a ovulação, dificultando a penetração do espermatozóide no muco cervical; dificultando a passagem do óvulo e/ou do espermatozóide pela tuba uterina. Não está totalmente elucidado se o medicamento pode ter ação após a ocorrência da fecundação. Não é efetivo após a implantação da blástula no endométrio. O medicamento não exerce efeitos de interrupção sobre uma gravidez estabelecida. PROPRIEDADES FARMACOCINÉTICAS Absorção O levonorgestrel é bem absorvido no trato gastrintestinal e sua concentração sérica máxima foi atingida 1,6 horas após a ingestão de dose oral única, com biodisponibilidade cerca de 100%. Distribuição O levonorgestrel apresenta um volume de distribuição de cerca de 260 L. Liga-se às proteínas plasmáticas à taxa de aproximadamente 50% (albumina) e 47,5 % (globulina de ligação dos hormônios sexuais). Metabolismo O levonorgestrel apresenta vários metabólitos sendo os principais, 3alfa, 5beta e 3alfa, 5alfatetraidrolevonorgestrel, com 16-beta-hidroxinorgestrel também identificado. Juntos, representam menos de 10% dos níveis plasmáticos. Foram identificados também metabólitos urinários hidroxilados nas posições 2 alfa e 16 beta. Pequenas quantidades dos metabólitos estão presentes no plasma nas formas conjugadas de sulfatos e glicuronídios. Ainda não está estabelecido se os seus metabólitos são biologicamente ativos ou não. O levonorgestrel radiomarcado passa ao leite materno. Eliminação A meia-vida de eliminação é de 24,4 ± 5,3 horas após dose única oral. Taxas de 40 a 50% são eliminadas por via renal como sulfatos conjugados (25%) ou glicuronídios (32%) e com cerca de 20% eliminados na forma não conjugada. A principal via de eliminação é a renal, apenas pequenas quantidades são eliminadas pelas fezes.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal