Feed

Já é assinante?

Entrar

Mebendazol 100

Mebendazol 100 - Bula do remédio

Mebendazol 100 com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Mebendazol 100 têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Mebendazol 100 devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Obs.: A MedicinaNET não vende nenhum tipo de medicamento.

Laboratório

Ems

Referência

Pantelmin

Apresentação de Mebendazol 100

Comprimido. Embalagem com 6 comprimidos de 100 mg

USO ADULTO E PEDIÁTRICO
USO ORAL

COMPOSIÇÃO
Cada comprimido contém:
mebendazol. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .100 mg
excipiente* q.s.p. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. .1 com.
* amido, talco, croscarmelose sódica, celulose microcristalina, manitol, estearato de magnésio, essência de laranja.

Mebendazol 100 - Indicações

Como anti-helmíntico polivalente, especificamente destinado ao tratamento das infestações isoladas ou mistas, causadas por Ascaris lumbricoides, Trichuris trichiura, Enterobius vermicularis, Ancylostoma duodenale, Necator americanus, Taenia solium, Taenia sanginata.

Contra-indicações de Mebendazol 100

Este produto é contra indicado durante a gravidez e lactação e para pacientes alérgicos ao mebendazol ou portadores de epilepsia.

Advertências

O uso em crianças menores de 1 ano é raro. Houve relatos esporádicos de convulsões nestes pacientes. Assim mebendazol só deve ser usado em crianças menores de 1 ano de idade se a verminose causar uma desnutrição significativa ou prejudicar o desenvolvimento da criança.

Uso na gravidez de Mebendazol 100

Gravidez: nos estudos conduzidos em ratas grávidas, com doses de 10 mg/kg, foram evidenciados efeitos embriotóxicos e teratogênicos. Tendo em vista estes achados não se recomenda a administração de mebendazol durante a gravidez especialmente no primeiro trimestre. Cabe assinalar que num levantamento baseado em relatos de 170 pacientes gestantes de vários países, que haviam inadvertidamente tomado o medicamento durante o primeiro trimestre de gestação, não foram observadas má formação atribuíveis ao mebendazol. Neste levantamento a incidência de abortamento espontâneo e má formação não foram superiores à observada na população em geral.

Lactação: não se sabe se o mebendazol é excretado no leite humano. Como muitas drogas são excretadas no leite materno, deve-se ter em mente esta possibilidade ao administrar-se mebendazol a lactantes.

Interações medicamentosas de Mebendazol 100

Interações medicamentosas
O uso concomitante de cimetidina pode inibir o metabolismo do mebendazol no fígado, resultando um aumento da concentração plasmática do medicamento, especialmente em uso crônico. Nestes casos, recomenda-se a dosagem da concentração plasmática para determinação da dose. A carbamazepina reduz as concentrações plasmáticas do mebendazol. O mebendazol potencializa a ação de insulina e hipoglicemiantes orais.

Interações alimentares
A absorção de mebendazol aumenta quando tomado com alimento. Apresenta melhor biodisponibilidade com alimentos gordurosos.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Mebendazol 100

O mebendazol é em geral muito bem tolerado. Em casos de infestação maciça, com grande eliminação de vermes, podem ocorrer dor abdominal e diarreia transitórias, constipação, cefaleia, tontura, febre, prurido. Reações alérgicas tipo exantema, urticária e angioedema foram raramente observadas. Pode causar, em doses elevadas, neutropenia reversível. Com altas doses, pode ocorrer aumento dos valores das enzimas do fígado, alopecia, e depressão da medula óssea, que pode ser severa.

Alteração de exames laboratoriais
Amostras para contagem de ovos deveriam ser retiradas 3 semanas após o tratamento para detectar a frequência de infestações persistentes, que necessitam de retratamento. Em pacientes que recebem doses elevadas, pode provocar leucopenia com neutropenia reversível.

Mebendazol 100 - Posologia

Infestação por nematódeos:
Um comprimido 2 vezes ao dia durante 3 dias consecutivos, independente do peso corpóreo e idade.

Infestação por cestódeos:
Dois comprimidos, 2 vezes ao dia durante 3 dias consecutivos. A posologia para crianças é de 1 comprimido 2 vezes por dia, durante 3 dias consecutivos. Os comprimidos podem ser mastigados, deglutidos com água, triturados ou dissolvidos.

Superdosagem

No caso de superdosagem acidental, cólicas abdominais, náusea, vômito e diarreia podem ocorrer. Apesar de o tempo de tratamento recomendado ser de 3 dias, casos de distúrbios reversíveis da função hepática, hepatite e neutropenia foram descritos em pacientes tratados por hidatidose com doses elevadas para um tempo prolongado. Não existe antídoto específico. Lavagem gástrica com solução de permanganato de potássio a 20% pode ser feita. Carvão ativado pode ser administrado.

Características farmacológicas

O mebendazol é um pó branco a levemente amarelo, quase inodoro. Praticamente insolúvel em água, álcool, éter, clorofórmio e ácidos minerais diluídos. Livremente solúvel em ácido fórmico. Trata-se do 5-Benzoil-1H-benzimidazol-2il, éster metil ácido cabônico. Fórmula química: C16H13N3O3 , peso molecular: 295,3.
O mebendazol é um anti-hemíntico de amplo espectro, dotado de ação contra nematódeos, cestoides e trematódeos, que pertence aos derivados benzimidazólicos, como o albendazol e o tiabendazol. Pelo seu mecanismo de ação antiparasitário inibe de forma seletiva e irreversível a absorção de glicose, o que provoca a depleção dos depósitos de glicogênio nos micro túbulos das células tegumentárias e intestinais do parasita. Tudo isso gera imobilidade, paralisia motora e morte dos diferentes nematódeos. É polivalente, pois além de ser vermicida, pode ser também ovicida. Sua biodisponibilidade é baixa, apenas 2,1% a 3,3%. Administrado por via oral é pouco absorvido (aproximadamente 5 a 10%) do trato gastrintestinal, a absorção aumenta quando tomado com alimento, especialmente alimentos gordurosos. Liga-se fortemente às proteínas (95%). Atinge níveis plasmáticos máximos dentro de 2 a 5 horas. Volume de distribuição é de 1 a 2 litros/quilo. Sofre uma intensa eliminação de primeiro passo hepático (descarboxilação) (80%), originando pelo menos três metabólitos inativos; o metabólito primário é o 2-amino-5-benzoilbenzimidazol. Sua meia vida de eliminação, de 1,5 a 5,5 horas, pode ser prolongada nos pacientes com insuficiência hepática (colestase). Excretado na forma íntegra ou como metabólito primário, aproximadamente 90% a 98% pelas fezes e 2% a 10% pela urina.

Uso em idosos, crianças e em outros grupos de risco

Pacientes idosos
Não foram relatados cuidados especiais com pacientes idosos.

Siga corretamente o modo de usar; não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.

Dizeres legais

Reg. M.S. no 1.0235.0516
Farm. Resp. Dra Claudia dos Reis Tassinari
CRF-SP no 15.346

EMS S/A.
Rua Comendador Carlo Mário Gardano, 450
S. B. do Campo/SP – CEP 09720-470
CNPJ: 57.507.378/0001-01
INDÚSTRIA BRASILEIRA
Lote, fabricação e validade: vide cartucho.

Mebendazol 100 - Bula para o Paciente

O mebendazol tem efeito antiparasitário sobre diversos vermes. Manter o produto à temperatura ambiente (15 ̊C a 30 ̊C). Proteger da luz e manter em lugar seco. As datas de fabricação e validade estão gravadas na embalagem externa do produto. Este produto não deve ser utilizado com o prazo de validade vencido, sob o risco do efeito desejado não ocorrer. Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se está amamentando. Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico. Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis, tais como: dor abdominal e diarreia.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Sua absorção aumenta quando tomado com alimentos. O mebendazol não deve ser utilizado durante a gravidez e lactação e por pacientes alérgicos ao mebendazol ou portadores de epilepsia. Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento. Não deve ser utilizado durante a gravidez e a lactação.

NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA A SAÚDE.

Medidas de prevenção à verminose
1. Manter limpas as instalações sanitárias e lavar as mãos após utilizá-las.
2. Evitar andar descalço.
3. Cortar e manter limpas as unhas.
4. Beber água filtrada ou fervida.
5. Lavar e cozinhar bem os alimentos.
6. Manter os alimentos e depósitos de água cobertos.
7. Combater os insetos.
8. Lavar as mãos antes das refeições e após usar os sanitários.
9. Lavar os utensílios domésticos.
10. Ferver roupas íntimas e de cama.
11. Comer apenas carne bem passada.

ESTAS MEDIDAS SE ESTENDEM A TODOS OS MEMBROS DA FAMÍLIA.

Data da bula

29/07/2013

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal