Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Indicações de Celestone

Celestone é indicado em vários distúrbios endócrinos, osteomusculares, do colágeno, dermatológicos, alérgicos, oftálmicos, respiratórios, hematológicos, neoplásicos e outras doenças sensíveis à corticoterapia. É também indicado em situações onde se exige efeito corticosteroide rápido e intenso, sendo medicação adjuvante e não substitutiva à convencional.
Distúrbios endócrinos – Insuficiência suprarrenal primária ou secundária (associada a mineralocorticoides, se necessário), tireoidites não supurativas e hipercalcemia associada ao câncer e hiperplasia adrenal congênita.
Distúrbios osteomusculares – Como auxiliar no tratamento em curto prazo (em período de agudização ou exacerbação) da artrite psoríaca; artrite reumatoide (alguns casos podem necessitar de tratamento com dose de manutenção reduzida); espondilite anquilosante; bursite aguda e subaguda; tenossinovite inespecífica aguda; artrite gotosa; febre reumática aguda e osteoartrite.
Doenças do colágeno – Durante exacerbação ou como medicamento de manutenção em certos casos de lúpus eritematoso sistêmico, cardite reumática aguda, esclerodermia e dermatomiosite.
Afecções dermatológicas – Pênfigo, dermatite herpetiforme bolhosa, eritema multiforme grave, síndrome de Stevens-Johnson, dermatite esfoliativa, micose fungoide, psoríase grave, eczema alérgico (dermatite crônica), dermatite seborreica grave e urticária.
Estados alérgicos – No controle de estados alérgicos graves ou incapacitantes sem resposta aos tratamentos convencionais, como rinite alérgica sazonal ou perene, polipose nasal, asma brônquica (inclusive estado de mal asmático), dermatite de contato, dermatite atópica (neurodermatite), reações medicamentosas, doença do soro e edema laríngeo não infeccioso. Doenças oftálmicas – Processos alérgicos e inflamatórios graves agudos e crônicos envolvendo os olhos e anexos, como conjuntivite alérgica, ceratite, úlceras marginais de córnea, herpes-zoster oftálmico, irite e iridociclite, corioretinite, inflamação do segmento anterior, uveíte e coroidite posteriores difusas, neurite óptica e oftalmia do simpático, retinite central e neurite retrobulbar.
Afecções respiratórias – Sarcoidose sintomática, síndrome de Loeffler não controlada por outros meios, beriliose, tuberculose pulmonar fulminante ou disseminada, quando associada à quimioterapia antituberculosa adequada, enfisema pulmonar, fibrose pulmonar e pneumonite por aspiração.
Distúrbios hematológicos – Trombocitopenia idiopática e secundária em adultos, anemia hemolítica adquirida (auto imunológica), eritroblastopenia, anemia hipoplástica congênita (eritroide), reações transfusionais.
Neoplasias – Para o tratamento paliativo de leucemias e linfomas em adultos e leucemia aguda em crianças.
Estados edematosos – Para indução da diurese ou remissão da proteinúria na síndrome nefrótica idiopática não urêmica ou na síndrome nefrótica causada pelo lúpus eritematoso sistêmico e por angioedema.
Outras – Meningite tuberculosa com bloqueio subaracnoide ou bloqueio iminente, quando acompanhada de quimioterapia antituberculosa adequada, paralisia de Bell e traquinose associada a distúrbios neurológicos e miocárdicos.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal