Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Efeitos Colaterais de Amitriptilina

FORAM INCLUÍDAS NA RELAÇÃO QUE SE SEGUE ALGUMAS
REAÇÕES ADVERSAS QUE NÃO FORAM RELACIONADAS COM ESTA SUBSTÂNCIA ESPECÍFICA; ENTRETANTO, AS SIMILARIDADES FARMACOLÓGICAS ENTRE OS ANTIDEPRESSIVOS TRICÍCLICOS REQUEREM QUE CADA UMA DESSAS REAÇÕES SEJA CONSIDERADA QUANDO A Amitriptilina É ADMINISTRADA.

CARDIOVASCULARES: HIPOTENSÃO, HIPERTENSÃO, TAQUICARDIA, PALPITAÇÃO, SÍNCOPE, INFARTO DO MIOCÁRDIO, ARRITMIAS, BLOQUEIO CARDÍACO, ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL, ALTERAÇÕES NÃO ESPECÍFICAS NO ECG E ALTERAÇÕES NA CONDUÇÃO AV.

RELACIONADAS AO SNC E NEUROMUSCULARES: ESTADOS CONFUS IONA I S, DI S TÚRB IOS DE CONCENTRAÇÃO, DESORIENTAÇÃO, DELÍRIOS, ALUCINAÇÕES, EXCITAÇÃO, ANSIEDADE, INQUIETAÇÃO, SONOLÊNCIA, INSÔNIA, PESADELOS, TORPOR, FORMIGAMENTO E PARESTESIAS DAS EXTREMIDADES, NEUROPATIA PERIFÉRICA, FALTA DE COORDENAÇÃO, ATAXIA, TREMORES, COMA, TONTURAS, ALTERAÇÃO DOS TRAÇADOS DO EEG, SINTOMAS EXTRAPIRAMIDAIS (INCLUINDO MOVIMENTOS INVOLUNTÁRIOS ANORMAIS E DISCINESIA TARDIA), DISARTRIA E ZUMBIDOS.

ANTICOLINÉRGICAS: SECURA NA BOCA, TURVAÇÃO VISUAL,
MIDRÍASE, DISTÚRBIOS DA ACOMODAÇÃO, AUMENTO DA PRESSÃO
INTRAOCULAR, CONSTIPAÇÃO, ÍLEO PARALÍTICO, HIPERPIREXIA,
RETENÇÃO URINÁRIA, DILATAÇÃO DO TRATO URINÁRIO.

A L É R G I C A S: E R U P Ç Ã O C U T Â N E A , U R T I C Á R I A S , FOTOSSENSIBILIZAÇÃO, PRURIDO, EDEMA DA FACE E DA LÍNGUA.

HEMATOLÓGICAS: DEPRESSÃO DA MEDULA ÓSSEA (INCLUINDO AGRANULOCITOSE, LEUCOPENIA, EOSINOFILIA, PÚRPURA, TROMBOCITOPENIA).

GASTRINTESTINAIS: NÁUSEA, DESCONFORTO EPIGÁSTRICO, VÔMITOS, ANOREXIA, ESTOMATITE, ALTERAÇÃO DO PALADAR, DIARREIA, TUMEFAÇÃO DA PARÓTIDA, LÍNGUA NEGRA E, RARAMENTE, HEPATITE (INCLUSIVE DISFUNÇÃO HEPÁTICA E ICTERÍCIA).

ENDÓCRINAS: NO HOMEM: TUMEFAÇÃO TESTICULAR E GINECOMASTIA; NA MULHER: AUMENTO DAS MAMAS E GALACTORREIA; AUMENTO OU DIMINUIÇÃO DA LIBIDO, IMPOTÊNCIA, ELEVAÇÃO OU REDUÇÃO DOS NÍVEIS DA GLICEMIA, SÍNDROME DA SECREÇÃO INAPROPRIADA DO ADH (HORMÔNIO ANTIDIURÉTICO).

OUTRAS: TONTURA, FRAQUEZA, FADIGA, CEFALEIA, AUMENTO OU PERDA DE PESO, EDEMA, AUMENTO DA TRANSPIRAÇÃO E DA FREQUÊNCIA URINÁRIA E ALOPECIA.

SINTOMAS CAUSADOS PELA INTERRUPÇÃO DO MEDICAMENTO: A INTERRUPÇÃO ABRUPTA DO TRATAMENTO APÓS ADMINISTRAÇÃO PROLONGADA PODE PRODUZIR NÁUSEA, CEFALEIA E MAL-ESTAR. OBSERVOU-SE QUE A REDUÇÃO GRADUAL DA POSOLOGIA EM DUAS SEMANAS PRODUZ SINTOMAS TRANSITÓRIOS QUE COMPREENDEM IRRITABILIDADE, INQUIETAÇÃO E DISTÚRBIOS DO SONO E DOS SONHOS; ESSES SINTOMAS NÃO SÃO INDICATIVOS DE DEPENDÊNCIA. RAROS CASOS DE MANIA OU HIPOMANIA FORAM RELATADOS ENTRE 2-7 DIAS APÓS A INTERRUPÇÃO DA TERAPIA CRÔNICA COM OS ANTIDEPRESSIVOS TRICÍCLICOS.

NA ENURESE: AS DOSES DE Amitriptilina RECOMENDADAS PARA O TRATAMENTO DA ENURESE SÃO BAIXAS SE COMPARADAS COM AS QUE SÃO UTILIZADAS NO TRATAMENTO DA DEPRESSÃO, MESMO CONSIDERANDO AS DIFERENÇAS DE IDADE E DE PESO. CONSEQUENTEMENTE, AS REAÇÕES ADVERSAS SÃO AINDA MENOS FREQUENTES DO QUE AS OBSERVADAS QUANDO SE UTILIZA O MEDICAMENTO NO TRATAMENTO DA DEPRESSÃO. QUANDO OCORREM, AS MAIS COMUNS SÃO:
1. SONOLÊNCIA - É IMPROVÁVEL CONSTITUIR DESVANTAGEM QUANDO O MEDICAMENTO É TOMADO AO DEITAR (NESSE CASO, NA VERDADE, PODE SER VANTAJOSO).
2. EFEITOS ANTICOLINÉRGICOS - TAMBÉM PODE SER VANTAJOSO, POIS HÁ MUITO TEMPO OS ANTICOLINÉRGICOS SÃO UTILIZADOS NO TRATAMENTO DA ENURESE. AS ÚNICAS OUTRAS REAÇÕES ADVERSAS RELATADAS COM AS DOSES DE Amitriptilina RECOMENDADAS PARA ENURESE TÊM SIDO SUDORESE E PRURIDO MODERADOS; ESTAS, NO ENTANTO, TÊM OCORRIDO COM POUCA FREQUÊNCIA.

RELAÇÃO CAUSAL DESCONHECIDA: AS SEGUINTES REAÇÕES ADVERSAS ADICIONAIS ESTÃO SENDO REPORTADAS; PORÉM, A RELAÇÃO CAUSAL DA TERAPIA COM A Amitriptilina NÃO TEM SIDO ESTABELECIDA: ORGANISMO COMO UM TODO: SÍNDROME TIPO LÚPUS (ARTRITE MIGRATÓRIA, ANA POSITIVO E FATOR REUMATOIDE).

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal