Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Posologia de Tramadol

SOLUÇÃO INJETÁVEL:

Modo de usar e cuidados de conservação depois de aberto:
DURANTE O CONSUMO ESTE PRODUTO DEVE SER MANTIDO NO CARTUCHO DE CARTOLINA, CONSERVADO EM TEMPERATURA AMBIENTE (15 A 30°C).
PROTEGER DA LUZ E UMIDADE.

Posologia: físicos: Solução límpida e incolor.
Posologia: Para se obter efeito ótimo, a posologia deve ser individualizada, ajustando-a a intensidade da dor.
O esquema posológico recomendado serve como regra geral. Em princípio, deve ser selecionada a menor dose analgésica eficaz. O tratamento da dor crônica exige um esquema fixo de dosagem.
As doses usuais diárias recomendadas a seguir preenchem as necessidades da maioria dos pacientes, embora existam casos que necessitem de doses mais elevadas.

Adultos e jovens com mais de 16 anos: Por via intravenosa, o conteúdo de 1 ampola por injeção lenta ou em solução por gotejamento; por via intramuscular, o conteúdo de 1 ampola.
Obs.: Quando necessário as doses acima poderão ser repetidas a cada 4 - 6 horas.
Normalmente não se deve exceder doses de 400mg/dia (correspondente a 8 ampolas de 50mg ou 4 ampolas de 100mg).
Entretanto, no tratamento de dor severa proveniente de tumor e na dor pós-operatória severa, podem ser necessárias doses mais elevadas, sempre a critério médico.
Dependendo da sensibilidade individual e com base no esquema posológico recomendado, o médico pode ajustar o intervalo entre as doses, no entanto, não deverá ser inferior a 6 horas.
Em casos de insuficiência renal ou hepática, a duração da ação do cloridrato de Tramadol pode ser prolongada. Nestes casos recomenda-se dose de 50mg a cada 12 horas. É discutível se a posologia deve ser diminuída para idosos.
Em caso de recorrência da dor, o intervalo entre as doses deve ser prolongado.

Duração do tratamento: O tratamento com este medicamento deve ser efetuado apenas pelo período de tempo necessário, uma vez que não se pode afastar o risco de dependência quando utiliza-se cloridrato de Tramadol por períodos prolongados. Por esta razão, em casos onde se requer tratamento prolongado, o médico deverá estabelecer sua duração, exercendo monitoramento regular e cuidadoso, e fazer algumas interrupções (pausas) na administração do fármaco.
____________________________________________________________________________________

CÁPSULA:
Para se obter efeito ótimo, a posologia deve ser individualizada, ajustando-a à intensidade da dor.
O esquema posológico recomendado serve como regra geral. Em princípio, deve ser selecionada a menor dose analgésica eficaz. O tratamento da dor crônica exige um esquema fixo de dosagem.
A dose usual diária recomendada a seguir preenche as necessidades da maioria dos pacientes, embora existam casos que necessitem doses mais elevadas.

Adultos e jovens com mais de 14 anos de idade: 1 cápsula (50 mg) com um pouco de água.
O cloridrato de Tramadol deve ser administrado fora das refeições.
OBS.: Quando necessário, a dose acima poderá ser repetida, a cada 4-6 horas. Normalmente não se deve exceder doses de 400 mg/dia (correspondente a 8 cápsulas de 50 mg).
Entretanto, no tratamento da dor severa proveniente de tumor e na dor pós-operatória severa, podem ser necessárias doses mais elevadas, sempre a critério médico.
Dependendo da sensibilidade individual e com base no esquema posológico recomendado, o médico pode ajustar o intervalo entre as doses, no entanto, não deverá ser inferior a 6 horas.
Em casos de insuficiência renal ou hepática, a duração da ação do cloridrato de Tramadol pode ser prolongada. Nestes casos recomenda-se dose de 50 mg a cada 12 horas. É discutível se a posologia deve ser diminuída para idosos. (ver: PACIENTES IDOSOS).
Em caso de recorrência da dor, o intervalo entre as doses deve ser prolongado.

Duração do tratamento
O tratamento com cloridrato de Tramadol deve ser efetuado apenas pelo período de tempo necessário, uma vez que não se pode afastar o risco de dependência quando utiliza-se cloridrato de Tramadol por períodos prolongados. Por esta razão, em casos onde se requer tratamento prolongado, o médico deverá estabelecer sua duração, exercendo monitoramento regular e cuidadoso, e fazer algumas interrupções (pausas) na administração do fármaco.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal