Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Interações medicamentosas de Risperidona

Os riscos do uso de Risperidona em associação com outros medicamentos não foram avaliados sistematicamente.
Devido a seus efeitos primários sobre o SNC, Risperidona deve ser administrada com cautela em associação com outros medicamentos com ação central. Risperidona pode antagonizar o efeito da levodopa e de outros agonistas dopaminérgicos. A dose de
Risperidona deve ser reavaliada e, se necessário, diminuída no caso de uma suspensão do uso de carbamazepina ou de outros indutores de enzimas hepáticas.
A carbamazepina diminui os níveis plasmáticos da fração antipsicótica ativa de
Risperidona. Efeitos similares podem ser observados com outros indutores de enzimas hepáticas. Na descontinuação da carbamazepina ou outros indutores de enzimas hepáticas, a dose de Risperidona deve ser reavaliada e, se necessário, reduzida.
O topiramato reduz ligeiramente a biodisponibilidade da Risperidona, mas não da fração antipsicótica ativa. Portanto, esta interação provavelmente não apresenta significância clínica.
Fenotiazínicos, antidepressivos tricíclicos e alguns beta-bloqueadores podem aumentar as concentrações plasmáticas da Risperidona, mas não da fração
antipsicótica ativa. Amitriptilina não afeta a farmacocinética da Risperidona ou da fração antipsicótica ativa. Cimetidina e ranitidina aumentam a biodisponibilidade da Risperidona, mas apenas de forma marginal a biodisponibilidade da fração antipsicótica ativa. Fluoxetina e paroxetina, inibidores do cyp 2d6, aumentam a concentração plasmática de Risperidona, mas menos que a fração antipsicótica ativa.
Quando fluoxetina ou paroxetina é iniciada concomitantemente ou descontinuada, o médico deve reavaliar a dose de Risperidona. Eritromicina, um inibidor do cyp 3a4, não altera a farmacocinética da Risperidona e da fração antipsicótica ativa. Inibidores da colinesterase, galantamina e donezepil, não mostraram efeito clinicamente relevante na farmacocinética da Risperidona e da fração antipsicótica ativa. Quando Risperidona é tomado junto com outros medicamentos com alto índice de ligação protéica, não há um deslocamento das proteínas plasmáticas clinicamente relevantes e nenhum deles. Risperidona não apresentou efeitos clinicamente relevantes na farmacocinética do lítio, valproato ou digoxina.
Alimentos não afetam a absorção de Risperidona.
Veja, no item “precauções e advertências”, o aumento da mortalidade em pacientes idosos com demência recebendo concomitantemente furosemida.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal