FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Grávidas e uso de valproato para enxaqueca – Alerta de segurança do FDA

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado pela Disciplina de Emergências Clínicas Faculdade de Medicina da USP; Médico e Especialista em Clínica Médica pelo HC-FMUSP; Diretor Científico do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente (IBSP); Membro da Academia Brasileira de Medicina Hospitalar (ABMH); Assessor da Diretoria Médica do Hospital Samaritano de São Paulo.

Última revisão: 30/10/2013

Comentários de assinantes: 0

Especialidades: Segurança do Paciente / Neurologia / Obstetrícia

 

Resumo

Este é um alerta de segurança do Food and Drug Administration (FDA – órgão regulamentador nos EUA) contraindicando o uso de valproato por gestantes.

 

O alerta

Os medicamentos à base de valproato são aprovados para o tratamento de algumas epilepsias, para transtorno bipolar com ocorrência de mania e para profilaxia de enxaqueca.

O Food and Drug Administration (FDA – órgão regulamentador nos EUA) está alertando mulheres e profissionais de saúde sobre a contraindicação do uso de valproato de sódio, ácido valpróico e divalproato de sódio por gestantes para prevenção de enxaquecas. Há evidências recentes na literatura mostrando que crianças de mães que utilizaram estas medicações durante a gestação podem ter seu QI diminuído.

 

As recomendações

Até então, essas medicações eram consideradas risco D durante a gestação (Risco D: o benefício potencial em gestantes é aceitável, a despeito de seus potenciais riscos), mas agora passarão a ser risco X para gestantes quando a indicação for para profilaxia de enxaquecas (Risco X: o risco do uso em gestantes claramente supera os possíveis benefícios do medicamento). As medicações ainda serão consideradas risco D quando a indicação de uso for para epilepsia ou controle de episódios de mania.

Sendo assim, a recomendação é que produtos à base de valproato não sejam utilizados por mulheres grávidas quando a indicação for profilaxia de enxaqueca. Só devem ser utilizados em mulheres grávidas com epilepsia ou transtorno bipolar, caso outros tratamento não tenham promovido controle adequado dos sintomas ou tenham sido contraindicados por outros fatores.

Mulheres que se tornam gestantes durante o uso dessas medicações não devem interromper o tratamento, mas devem consultar seu médico de confiança imediatamente, uma vez que a suspensão abrupta destas medicações não é desprovida de riscos.

 

Bibliografia

1.    Valproate anti-seizure products: drug safety communication – Contraindicated for pregnant women for prevention of migraine headaches valproate anti-seizure products: drug safety communication – Contraindicated for pregnant women for prevention of migraine headaches (link para o artigo).

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal