FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Características do Coronavírus em Pediatria

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado pela Disciplina de Emergências Clínicas Faculdade de Medicina da USP; Médico e Especialista em Clínica Médica pelo HC-FMUSP; Diretor Científico do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente (IBSP); Membro da Academia Brasileira de Medicina Hospitalar (ABMH); Assessor da Diretoria Médica do Hospital Samaritano de São Paulo.

Última revisão: 29/05/2020

Comentários de assinantes: 0

Contexto Clínico

 

Com a pandemia do coronavírus, muitas dúvidas surgemsobre a apresentação da doença em diferentes faixas de idade. De fato, parecehaver diferenças quando se trata da população pediátrica afetada pela COVID-19.

 

O Estudo

 

Este é um estudo observacional no qual foram incluídosos casos de 2.143 pacientes pediátricos com COVID-19 relatados ao Centro Chinêsde Controle e Prevenção de Doenças de 16 de janeiro a 8 de fevereiro de 2020.As curvas epidêmicas foram construídas pelas principais datas de início dadoença e diagnóstico de caso.

Houve 731 (34,1%) casos confirmados em laboratório e1.412 (65,9%) casos suspeitos. A idade média de todos os pacientes foi de 7anos (intervalo interquartil: 2-13), e 1.213 casos (56,6%) eram de meninos.Cerca de 18% dos casos foram em bebês menores de 1 ano. Mais de 90% de todos ospacientes eram casos assintomáticos, leves (apenas sintomas de infecção de viaaérea alta) ou moderados (pneumonia sem repercussão clínica). O tempo médiodesde o início da doença até o diagnóstico foi de 2 dias (intervalo: 0 a 42dias). Houve rápido aumento da doença no estágio inicial da epidemia, e, emseguida, houve diminuição gradual e constante. A doença se espalhou rapidamenteda província de Hubei para as províncias vizinhas ao longo do tempo. Maiscrianças foram infectadas na província de Hubei do que em qualquer outraprovíncia. Apenas um óbito foi registrado nesta série de casos.

 

Aplicação Prática

 

Este estudo demonstra que crianças de todas asidades parecem suscetíveis à COVID-19, e não houve diferença significativaentre os sexos. Embora as manifestações clínicas dos casos de COVID-19 decrianças geralmente sejam menos graves do que as de pacientes adultos, criançaspequenas, principalmente bebês, parecem ser mais vulneráveis ??à infecção. Adistribuição dos casos de crianças com COVID-19 variou com o tempo e o espaço,e a maioria dos casos se concentrou na província de Hubei e arredores. Alémdisso, este estudo fornece fortes evidências para a transmissão de humano parahumano.

 

 

Bibliografia

 

1.            Dong Y et al. Epidemiological Characteristicsof 2143 Pediatric Patients With 2019 Coronavirus Disease in China. PediatricsMarch 2020, e20200702. 

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.