FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Brometo de Pancurônio

Última revisão: 27/12/2009

Comentários de assinantes: 0

>Reproduzido de:>>>>>

>Formulário Terapêutico Nacional 2008: Rename 2006 [>Link Livre para o Documento Original>>]>>>>>

>Série B. Textos Básicos de Saúde>>>>>

>MINISTÉRIO DA SAÚDE>>>>>

>Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos>>>>>

>Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos>>>>>

>Brasília / DF2008>>>>>

>> >>>

>>Brometo de Pancurônio>>>>>

>> >>>

>Sheila Silva Monteiro Lodder Lisboa>>>>>

>>> >>>>

>>Na Rename 2006: item 1.3>>>>>

>>> >>>>

>>APRESENTAÇÃO>>>>>>>>

>      >>>Solução injetável 2 mg/mL.>>>>

>>> >>>>

>>INDICAÇÕES>1,2,5,43>>>>>>>>>

>      >>>Relaxamento muscular durante cirurgias prolongadas (3-4 horas).>>>>

>      >>>Pacientes em ventilação mecânica prolongada em unidades de tratamento intensivo.>>>>

>> >>>

>>CONTRA-INDICAÇÕES>2,13>>>>>>>>>

>      >>>Miastenia grave.>>>>

>      >>>Hipersensibilidade ao fármaco e a brometos.>>>>

>>> >>>>

>>PRECAUÇÕES>2,4,13>>>>>>>>>

>      >>>Insuficiência hepática (ver apêndice C).>>>>

>      >>>Reduzir doses em idosos e pacientes com hipotermia e insuficiência renal (ver apêndice D).>>>>

>      >>>Pancurônio é eficaz na maioria dos pacientes internados em unidades de tratamento intensivo, exceto quando seu efeito vagolítico trouxer prejuízo, como em doenças cardiovasculares.>>>>

>      >>>Por ser vagolítico, mais de 90% dos pacientes apresentam aumento de freqüência cardíaca igual ou superior a 10 batimentos/minuto, limitando seu uso naqueles em que taquicardia é mal tolerada.>>>>

>      >>>Em neonatos até um mês de idade, as doses devem ser cuidadosamente individualizadas, uma vez que aqueles são particularmente sensíveis aos bloqueadores neuromusculares não-despolarizantes. Recomenda-se administrar dose-teste de 20 microgramas/kg para determinar nível de resposta.>>>>

>      >>>Pacientes com queimaduras em 25 a 30% da superfície cutânea podem requerer doses maiores por desenvolverem resistência.>>>>

>      >>>Para evitar dose excessiva em crianças, ela deve ser calculada com base no peso ideal para a altura.>>>>

>      >>>Em recém-nascidos submetidos à ventilação artificial, não se recomenda o uso de bloqueador neuromuscular periférico de rotina, embora haja significativa redução no número de hemorragias intraventriculares e tendência para redução de sua gravidade quando se evidencia esforço respiratório assincrônico. Não foi observada qualquer diferença em análise de subgrupo sem evidência de assincronia.>>>>

>      >>>Para evitar dose excessiva em pacientes obesos, a dose deve ser calculada com base no peso corporal ideal.>>>>

>      >>>Metemoglobinemia em neonatos prematuros associa-se ao uso conjunto de pancurônio, fentanila e atropina.>>>>

>      >>>Pancurônio pode ser empregado em mulheres submetidas a cesariana, podendo ser empregado como adjunto de anestesia geral e para intubação endotraqueal.>>>>

>      >>>Categoria de risco na gravidez (FDA): C (ver apêndice A).>>>>

>> >>>

>>ESQUEMAS DE ADMINISTRAÇÃO>2,3,13>>>>>>>>>

>Adultos e Crianças a Partir de 1 Mês>>

>>Relaxamento Muscular durante Cirurgia de Longa Duração>>>>>>>

>      >>>Inicialmente 60 a 100 microgramas/kg, por via intravenosa.>>>>

>      >>>Dose de manutenção: 10 microgramas/kg, por via intravenosa, 60 a 100 minutos após a dose inicial; repetidos conforme a necessidade.>>>>

>>> >>>>

>>Ventilação Mecânica em Pacientes Criticamente Enfermos em Unidades de Tratamento Intensivo>>>>>>>

>      >>>De 0,05 a 0,1 mg/kg, por via intravenosa, em injeção de bolus, seguida, assim que houver início de recuperação da dose, por 0,8-1,7 microgramas/kg/minuto, ou 0,1-0,2 mg/kg a cada 1 a 3 horas.>>>>

>> >>>

>Neonatos>>

>>Relaxamento Muscular durante Cirurgia de Longa Duração>>>>>>>

>      >>>Inicialmente 30 microgramas/kg/dose, repetidos por 2 vezes a intervalos de 5 a 10 minutos, se necessário.>>>>

>      >>>Depois 10 a 90 microgramas/kg, por via intravenosa, repetidos a cada 30 minutos, até 4 horas, se necessário.>>>>

>> >>>

>Observação>>>>>

>      >>>Por via intravenosa, administrar a solução injetável sem diluição ou diluída em glicose a 5% ou cloreto de sódio a 0,9%.>>>>

>> >>>

>>ASPECTOS FARMACOCINÉTICOS CLINICAMENTE RELEVANTES>2,13>>>>>>>>>

>      >>>Início de efeito: 2 a 3 minutos.>>>>

>      >>>Duração de efeito: 60 a 120 minutos (dose de início) e 30 a 40 minutos (dose de manutenção).>>>>

>      >>>Metabolismo: hepático (10 a 20%).>>>>

>      >>>Meia-vida: 2 horas (6 horas em insuficiência renal e 4 horas em insuficiência hepática).>>>>

>      >>>Excreção: renal (80%, principalmente em forma inalterada).>>>>

>>> >>>>

>>EFEITOS ADVERSOS>2,5,13>>>>>>>>>

>      >>>Taquicardia, hipertensão arterial.>>>>

>      >>>>Rash >>cutâneo.>>>>

>      >>>Sibilos, dispnéia, broncoespasmo.>>>>

>      >>>Salivação excessiva.>>>>

>      >>>Fraqueza muscular.>>>>

>>> >>>>

>>INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS>2,3>>>>>>>>>

>      >>>Aumento de efeito: aminoglicosídeos, enflurano, sevoflurano, nitroglicerina, suxametônio, furosemida, verapamil, erva-de-são-joão, bacitracina, colistina, polimixina B, clindamicina, betabloqueadores adrenérgicos, sulfato de magnésio, lidocaína, antagonistas dos canais de cálcio, fluoroquinolonas, tetraciclinas, vancomicina, lítio.>>>>

>      >>>Risco aumentado de depressão respiratória com isoflurano.>>>>

>      >>>Risco aumentado de arritmias cardíacas com digoxina.>>>>

>      >>>Risco aumentado de arritmias cardíacas graves com a associação de halotano, antidepressivos tricíclicos e pancurônio.>>>>

>      >>>Redução da efetividade do pancurônio: corticosteróides, teofilina, fenitoína, fosfenitoína, carbamazepina, simpaticomiméticos.>>>>

>>> >>>>

>>ASPECTOS FARMACÊUTICOS>3>>>>>>>>>

>      >>>Solução injetável é estável por seis meses à temperatura ambiente de 18 a 22 ºC.>>>>

>      >>>Pode precipitar se misturado a barbitúricos para administração parenteral.>>>>

>      >>>Incompatibilidade com diazepam na mesma via venosa.>>>>

>> >>>

>>SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO>>>>>>>

>Consta no documento:>>>>

>Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.”>>>>

>O objetivo do site MedicinaNet e seus editores é divulgar este importante documento. Esta reprodução permanecerá aberta para não assinantes indefinidamente.>>>>

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal