FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Haloperidol e Decanoato de Haloperidol

Última revisão: 02/05/2010

Comentários de assinantes: 0

>Reproduzido de:>>>>>

>Formulário Terapêutico Nacional 2008: Rename 2006 [>Link Livre para o Documento Original>>]>>>>>

>Série B. Textos Básicos de Saúde>>>>>

>MINISTÉRIO DA SAÚDE>>>>>

>Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos>>>>>

>Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos>>>>>

>Brasília / DF2008>>>>>

>>> >>>>

>>Haloperidol e Decanoato de Haloperidol>>>>>

>> >>>

>Rachel Magarinos-Torres>>>>>

>>> >>>>

>>Na Rename 2006: item 12.4>>>>>

>>> >>>>

>>APRESENTAÇÕES>>>>>>>

>Haloperidol>>

>      >>>Comprimidos de 1 mg e 5 mg.>>>>

>      >>>Solução oral 2 mg/mL.>>>>

>      >>>Solução injetável 5 mg/mL.>>>>

>>> >>>>

>Decanoato de Haloperidol>>

>Solução injetável com 50 mg/mL (forma injetável de depósito).>>>>

>>> >>>>

>>INDICAÇÕES>1-8>>>>>>>>

>      >>>Tratamento de manifestações agudas de esquizofrenia e transtornos psicóticos.>>>>

>      >>>Controle de agitação psicomotora aguda em síndromes demenciais em idosos, intoxicações exógenas e síndromes cerebrais orgânicas.>>>>

>      >>>Tratamento de manutenção de esquizofrenia e transtornos psicóticos.>>>>

>      >>>Tratamento de manutenção de pacientes psicóticos sem adesão a tratamento oral (decanoato de haloperidol).>>>>

>> >>>

>>CONTRA-INDICAÇÕES>1-4,6-8>>>>>>>>

>      >>>Coma ou depressão do sistema nervoso central.>>>>

>      >>>Supressão medular.>>>>

>      >>>Porfiria.>>>>

>      >>>Feocromocitoma.>>>>

>      >>>Lesão nos gânglios de base.>>>>

>      >>>Hipersensibilidade a haloperidol.>>>>

>>> >>>>

>>PRECAUÇÕES>1-8>>>>>>>>

>      >>>A suspensão de tratamentos longos deve ser lenta e gradual, pelo risco de recaídas.>>>>

>      >>>As doses devem ser reduzidas em idosos.>>>>

>      >>>Tratamento agudo de crianças não é recomendado.>>>>

>      >>>Evitar retirada abrupta.>>>>

>      >>>Discinesia tardia acentua-se com a suspensão do antipsicótico e o uso de antiparkinsonianos.>>>>

>      >>>Cautela em pacientes com epilepsia, doença de Parkinson, problemas cerebrovasculares e cardiovasculares, doença respiratória, glaucoma de ângulo estreito, insuficiências hepática (ver apêndice C) e renal, hipertiroidismo, distúrbios metabólicos (hipocalemia, hipocalcemia, hipomagnesemia).>>>>

>      >>>Lactação (ver apêndice B).>>>>

>      >>>Categoria de risco na gravidez (FDA): C.>>>>

>>> >>>>

>>ESQUEMAS DE ADMINISTRAÇÃO>1-3,6-8>>>>>>>>

>Adultos>>

>>Tratamento Agudo>>>>>>>

>      >>>Em >bolus>, via intravenosa, 15 a 24 mg; repetir dose a cada 30 minutos e, após sedação, administrar 50% da dose máxima a cada 6 horas.>>>>

>      >>>Infusão contínua: até 600 mg/dia, 1 a 40 mg/hora.>>>>

>> >>>

>>Tratamento de Manutenção>>>>>>>

>      >>>Haloperidol: 0,5 a 5 mg, por via oral, a cada 12 ou 24 horas.>>>>

>      >>>Dose de manutenção 30 mg/dia.>>>>

>      >>>Dose máxima: 100 mg/dia.>>>>

>>> >>>>

>Idosos>>

>>Tratamento Agudo>>>>>>>

>      >>>Iniciar com metade da dose para adultos jovens.>>>>

>>> >>>>

>>Tratamento de Manutenção>>>>>>>

>      >>>Iniciar com metade da dose para adultos jovens.>>>>

>>> >>>>

>Crianças>>

>>Tratamento de Manutenção>>>>>>>

>      >>>De 0,25 a 0,5 mg/kg/dia, por via oral, divididos em 2 ou 3 tomadas.>>>>

>      >>>Dose máxima: 10 mg/dia.>>>>

>> >>>

>Observações>>>>>

>      >>>A forma de depósito (decanoato de haloperidol) não pode ser administrada por via intravenosa.>>>>

>      >>>O decanoato, em forma de depósito, corresponde a 10 a 15 vezes a dose oral administrada, por via intramuscular profunda, a intervalos de 3 ou 4 semanas. A rotação de sítios de injeção é fundamental.>>>>

>      >>>A forma líquida oral pode ser ingerida junto com água ou sucos.>>>>

>> >>>

>>ASPECTOS FARMACOCINÉTICOS CLINICAMENTE RELEVANTES>1-8>>>>>>>>

>      >>>Boa absorção gastrintestinal.>>>>

>      >>>Pico de concentração plasmática:>>>>

>-      >>>>Haloperidol 3 a 6 horas (oral) e 10 a 20 minutos (intramuscular).>>>>

>-      >>>>Decanoato de haloperidol: 3 a 9 dias.>>>>

>      >>>Meia-vida de eliminação:>>>>

>-      >>>>Haloperidol: 12 a 38 horas (oral), 17 a 25 horas.>>>>

>-      >>>>Decanoato de haloperidol: aproximadamente 3 semanas.>>>>

>-      >>>>Duração do efeito de decanoato: 3 a 4 semanas.>>>>

>-      >>>>Não é necessário aumento de dose em função de diálise.>>>>

>>> >>>>

>>EFEITOS ADVERSOS>1-6>>>>>>>>

>      >>>Sintomas extrapiramidais (parkinsonismo, distonia aguda, acatisia e discinesia tardia), sedação, hipotensão, efeitos anticolinérgicos, interferência na liberação do hormônio de crescimento, aumento da prolactina, secreção inapropriada do hormônio antidiurético (HAD), síndrome neuroléptica maligna.>>>>

>      >>>Agranulocitose.>>>>

>> >>>

>>INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS>4-6>>>>>>>>

>      >>>Com prometazina e benzodiazepínicos, inexistem estudos que comprovem sinergia com essas associações.>>>>

>      >>>Com alprazolam, diminui a necessidade de haloperidol, reduzindo também seus efeitos adversos.>>>>

>      >>>Com lítio, administrar durante o período de latência do lítio para pacientes em crise maníaca.>>>>

>      >>>Com antiparkinsonianos anticolinérgicos (biperideno, triexifenidil) – efeito corretivo de parkinsonismo e distonia aguda.>>>>

>      >>>Diminuição dos efeitos de haloperidol: carbamazepina, rifampicina e rifapentina.>>>>

>      >>>Aumento de efeitos de haloperidol: fluvoxamina, fluoxetina, bupropiona.>>>>

>> >>>

>>ORIENTAÇÕES AOS PACIENTES>1,7,8>>>>>>>>

>      >>>Orientar para evitar o uso de bebidas alcoólicas ou sedativos.>>>>

>      >>>Alertar para notificar o aparecimento de movimentos involuntários.>>>>

>      >>>Orientar para não suspender tratamento abruptamente.>>>>

>      >>>Alertar que pode afetar a capacidade de realizar atividades que exigem atenção e coordenação motora como operar máquinas e dirigir.>>>>

>      >>>Informar mulheres em idade fértil quanto aos riscos e aconselhar a comunicar suspeita de gravidez.>>>>

>>> >>>>

>>ASPECTOS FARMACÊUTICOS>5-8>>>>>>>>

>      >>>Conservar a temperaturas entre 15 e 30°C, em recipientes bem fechados e ao abrigo da luz.>>>>

>      >>>Evitar o congelamento das formas líquidas. Não refrigerar a forma injetável de deposição.>>>>

>      >>>Incompatibilidades: solução oral de haloperidol com xarope de citrato de lítio; lactato de haloperidol diluído em cloreto de sódio 0,9% precipita quando a concentração final de haloperidol for igual ou superior a 1 mg/mL; solução injetável de haloperidol (5 mg/mL) com heparina sódica e nitroprusseto de sódio.>>>>

>> >>>

>>SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO>>>>>>>

>Consta no documento:>>>>

>Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.”>>>>

>O objetivo do site MedicinaNet e seus editores é divulgar este importante documento. Esta reprodução permanecerá aberta para não assinantes indefinidamente.>>>>

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal