FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Cloridrato de Dobutamina

Última revisão: 24/05/2010

Comentários de assinantes: 0

>Reproduzido de:>>>>>

>Formulário Terapêutico Nacional 2008: Rename 2006 [>Link Livre para o Documento Original>>]>>>>>

>Série B. Textos Básicos de Saúde>>>>>

>MINISTÉRIO DA SAÚDE>>>>>

>Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos>>>>>

>Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos>>>>>

>Brasília / DF2008>>>>>

>>> >>>>

>>Cloridrato de Dobutamina>>>>>

>> >>>

>Priscila Gebrim Louly>>>>>

>>> >>>>

>>Na Rename 2006: item 13.6>>>>>

>>> >>>>

>>APRESENTAÇÃO>>>>>>>

>      >>>Solução injetável 12,5 mg/mL.>>>>

>>> >>>>

>>INDICAÇÕES>2>>>>>>>>

>      >>>Choque cardiovascular.>>>>

>      >>>Choques de outras naturezas refratários à reposição hídrica.>>>>

>>> >>>>

>>CONTRA-INDICAÇÕES>5,7>>>>>>>>

>      >>>Hipersensibilidade a dobutamina ou sulfitos.>>>>

>      >>>Estenose subaórtica hipertrófica idiopática.>>>>

>>> >>>>

>>PRECAUÇÕES>4,5,6>>>>>>>>

>      >>>Cuidado em pacientes com arritmia, infarto do miocárdio, doença coronariana grave.>>>>

>      >>>Em idosos, iniciar com as menores doses.>>>>

>      >>>Recomenda-se reverter a hipovolemia antes de iniciar a dobutamina.>>>>

>      >>>Não adicionar bicarbonato de sódio ou qualquer outra solução alcalina à solução de dobutamina.>>>>

>      >>>Categoria de risco na gravidez (FDA): B.>>>>

>      >>>Lactação.>>>>

>> >>>

>>ESQUEMAS DE ADMINISTRAÇÃO>2,4,5>>>>>>>>

>Adultos>>

>      >>>2 a 10 microgramas/kg/minutos, em infusão intravenosa.>>>>

>      >>>Diluir 250 mg em 230 mL de solução glicosada a 5% (concentração de 1 mg/mL).>>>>

>      >>>Velocidade inicial da infusão: 0,5 a 1 microgramas/kg/minuto, ajustando conforme a resposta do paciente.>>>>

>> >>>

>Adolescentes>>

>      >>>12 a 18 anos: iniciar com 5 microgramas/kg/minutos, ajustar a 2 a 5 microgramas/kg/minutos de acordo com a resposta, até o máximo 40 microgramas/kg/minutos.>>>>

>>> >>>>

>Crianças>>

>      >>>Neonatos: iniciar com 5 microgramas/kg/minutos, ajustar a 2 a 5 microgramas/kg/minutos de acordo com a resposta, até o máximo de 20 microgramas/kg/minutos.>>>>

>      >>>Crianças de 1 mês a 12 anos: iniciar com 5 microgramas/kg/minutos, ajustar a 2 a 5 microgramas/kg/minutos de acordo com a resposta, até o máximo 40 microgramas/kg/minutos.>>>>

>> >>>

>>ASPECTOS FARMACOCINÉTICOS CLINICAMENTE RELEVANTES>5>>>>>>>>

>      >>>Início da ação: 1 a 10 minutos.>>>>

>      >>>Pico de efeito: 10 a 20 minutos.>>>>

>      >>>Duração da ação: 10 minutos após uma única dose e até 1 semana após dose múltipla.>>>>

>      >>>Meia-vida: 2 minutos.>>>>

>      >>>Metabolismo: hepático.>>>>

>      >>>Excreção: renal.>>>>

>> >>>

>>EFEITOS ADVERSOS>2,5,7>>>>>>>>

>      >>>Taquiarritmias, ansiedade, tremores, dor anginosa (1 a 3%), hipertensão, palpitação (1 a 3%), extra-sistolia (5%).>>>>

>      >>>Reação no local da injeção, flebite.>>>>

>      >>>Hipocalemia.>>>>

>      >>>Náusea (1 a 3%), vômito.>>>>

>      >>>Dor de cabeça (1 a 3%), parestesia, cãibras nas pernas.>>>>

>      >>>Dispnéia (1 a 3%).>>>>

>      >>>Febre (1 a 3%).>>>>

>> >>>

>>INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS>5>>>>>>>>

>      >>>Aumento de efeito de dobutamina: anestésicos gerais, betabloqueadores não seletivos, bretílio, cocaína, inibidores da MAO, antidepressivos tricíclicos, antiadrenérgicos, entacapona.>>>>

>> >>>

>>ASPECTOS FARMACÊUTICOS>4,5>>>>>>>>

>      >>>Antes da diluição, armazenar à temperatura ambiente (15 a 30°C).>>>>

>      >>>Após sua preparação, a solução para infusão intravenosa se mantém estável por 24 horas à temperatura ambiente e 48 horas sob refrigeração.>>>>

>      >>>A solução altamente concentrada (500 mg/50 mL) se mantém estável por 24 horas quando protegida da luz.>>>>

>      >>>Não congelar, pois pode cristalizar.>>>>

>      >>>A solução pode exibir coloração rosa, que fica mais forte com o passar do tempo, devido à oxidação. Porém não significa perda de atividade até 24 horas.>>>>

>      >>>Recomenda-se não misturar na mesma solução contendo outros medicamentos.>>>>

>      >>>Incompatibilidade com: heparina, cefazolina, penicilina, bicarbonato de sódio.>>>>

>      >>>Compatível com dopamina, epinefrina, isoprenalina, lidocaína.>>>>

>> >>>

>>ATENÇÃO: dobutamina apresenta um número elevado de incompatibilidades, por isso não se recomenda a mistura na mesma solução com outros medicamentos.>>>>>>

>> >>>

>>SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO>>>>>>>

>Consta no documento:>>>>

>Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.”>>>>

>O objetivo do site MedicinaNet e seus editores é divulgar este importante documento. Esta reprodução permanecerá aberta para não assinantes indefinidamente.>>>>

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal