FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Dipropionato de Beclometasona

Última revisão: 05/12/2010

Comentários de assinantes: 0

>Reproduzido de:>>>>>

>Formulário Terapêutico Nacional 2008: Rename 2006 [>Link Livre para o Documento Original>>]>>>>>

>Série B. Textos Básicos de Saúde>>>>>

>MINISTÉRIO DA SAÚDE>>>>>

>Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos>>>>>

>Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos>>>>>

>Brasília / DF2008>>>>>

>>> >>>>

>>Dipropionato de Beclometasona>>>>>

>> >>>

>Maurício Fábio Gomes>>>>>

>>> >>>>

>>Na Rename 2006: item 16.1>>>>>

>>> >>>>

>>APRESENTAÇÃO>>>>>>>

>      >>>, solução inalante ou aerossol 50 microgramas/dose e 200 microgramas/dose.>>>>

>>> >>>>

>>INDICAÇÕES>1,2,5>>>>>>>>>>

>      >>>Asma (broncoespasmo) crônica: leve intermitente e persistente, e moderada.>>>>

>>> >>>>

>>CONTRA-INDICAÇÕES>4,5>>>>>>>>>>

>      >>>Asma aguda.>>>>

>      >>>Hipersensibilidade a beclometasona e constituintes das formulações.>>>>

>>> >>>>

>>PRECAUÇÕES>1,2,4,5>>>>>>>>>>

>      >>>Cautela em pacientes com tuberculose ativa ou latente; glaucoma; hipotiroidismo; osteoporose; cirrose; infecções virais (varicela, sarampo, herpes simples ocular), fúngicas e bacterianas.>>>>

>      >>>Cautela em pacientes recebendo corticoterapia sistêmica.>>>>

>      >>>Crianças com menos de 12 anos não devem receber inalação por .>>>>

>      >>>Categoria de risco na gravidez (FDA): C (ver apêndice A).>>>>

>      >>>Crianças cujas mães utilizaram doses substanciais de beclometasona durante a gravidez devem ser monitoradas no pós-parto para sinais de hipoadrenalismo.>>>>

>> >>>

>>ESQUEMAS DE ADMINISTRAÇÃO>1,2,5>>>>>>>>>>

>Adultos>>

>>Asma Leve>>>>>>>

>      >>>200 microgramas (aerossol), por via respiratória, a cada 6-12 horas.>>>>

>>> >>>>

>>Asma Moderada>>>>>>>

>      >>>200-400 microgramas (aerossol), por via respiratória, a cada 6-12 horas.>>>>

>>> >>>>

>Crianças>>

>>Asma Leve>>>>>>>

>      >>>50 a 100 microgramas (aerossol), por via respiratória, a cada 12 horas.>>>>

>      >>>Não se recomenda uso de doses mais altas em crianças.>>>>

>> >>>

>Administração>>>>>

>      >>>A demonstração da técnica de uso é necessária.>>>>

>      >>>Agitar o frasco antes da administração. O bocal é colocado a 3 a 4 cm dos lábios; o paciente expira profundamente; o jato do aerossol é emitido no início da inspiração, mantendo a boca aberta; e a respiração é sustada por 10 segundos, permitindo que as partículas progridam até os bronquíolos terminais.>>>>

>      >>>Considerar o uso de espaçador para crianças com menos de 8 anos de idade.>>>>

>> >>>

>>ASPECTOS FARMACOCINÉTICOS CLINICAMENTE RELEVANTES>4,5>>>>>>>>>>

>      >>>Absorção rápida por pulmões e trato gastrintestinal.>>>>

>      >>>Cerca de 61 a 90% da dose que chega ao pulmão alcança a circulação sistêmica.>>>>

>      >>>A porção da dose que é absorvida no trato gastrintestinal alcança minimamente a circulação sistêmica, devido ao efeito de primeira passagem pelo fígado.>>>>

>      >>>Quando administrada sem espaçador, somente 10 a 25% da dose da formulação em aerossol são depositados nas vias aéreas.>>>>

>      >>>A resposta inicial ao tratamento da asma se em 1 a 4 semanas.>>>>

>      >>>A maior parte da beclometasona absorvida sistemicamente é excretada nas fezes.>>>>

>      >>>Meia-vida de eliminação: 3 horas.>>>>

>> >>>

>>EFEITOS ADVERSOS>1,2,5>>>>>>>>>>

>      >>>Candidíase orofaringeana; tosse e rouquidão (usualmente em altas doses).>>>>

>      >>>Supressão adrenal (com uso de altas doses).>>>>

>      >>>Broncoespasmo paradoxal (pode requerer interrupção e terapia alternativa).>>>>

>      >>>Urticária, erupções cutâneas, angioedema.>>>>

>      >>>Ansiedade, distúrbios do sono, mudanças comportamentais, enxaqueca.>>>>

>>> >>>>

>>INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS>4>>>>>>>>>>

>      >>>É incomum a ocorrência de interações medicamentosas significantes em doses usuais de corticosteróides inalados. O uso de agonistas beta-2 adrenérgicos em doses fixas melhora a resposta ao corticóide inalatório.>>>>

>> >>>

>>ORIENTAÇÕES AO PACIENTE>4>>>>>>>>>>

>      >>>Orientar o paciente quanto à utilização correta de aerossol e de espaçadores.>>>>

>      >>>Alertar que o enxágüe bucal após administração e o uso de espaçador reduzem o risco de candidíase oral, rouquidão e disfonia.>>>>

>      >>>Alertar que o uso de espaçador nas formas aerossol favorece a ação do medicamento e reduz efeitos adversos.>>>>

>      >>>Orientar para não interromper o uso abruptamente, devido aos riscos de efeitos adversos importantes.>>>>

>      >>>Orientar para notificar a falta de resposta ao tratamento, para possível ajuste de dose.>>>>

>      >>>Orientar para a realização periódica de manutenção e limpeza dos artefatos.>>>>

>> >>>

>>ASPECTOS FARMACÊUTICOS>4,5>>>>>>>>>>

>      >>>Estocar as formas aerossol a temperaturas entre 15 e 30°C, sendo 25°C a temperatura ótima. risco de explosão do frasco aerossol quando exposto a temperaturas acima de 50°C.>>>>

>      >>>Orientação e treinamento adequado de uso, manutenção e limpeza das formas inalatórias de beclometasona devem ser dados no momento da dispensação.>>>>

>      >>>As cápsulas com de beclometasona devem ser estocadas em frascos bem fechados, a temperaturas entre 15 e 30°C e protegidas da umidade. O frasco deve ser aberto e a cápsula inserida no dispensador somente no momento do uso.>>>>

>      >>>Valores laboratoriais de glicose sérica ou urinária, leucograma e osteocalcina sérica podem ser modificados pelo uso de corticosteróides inalados.>>>>

>> >>>

>>SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO>>>>>>>

>Consta no documento:>>>>

>Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.”>>>>

>O objetivo do site MedicinaNet e seus editores é divulgar este importante documento. Esta reprodução permanecerá aberta para não assinantes indefinidamente.>>>>

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal