Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Cloreto de Sódio

Última revisão: 14/06/2010

Comentários de assinantes: 0

Cloreto de Sódio (INJETÁVEL) (nome genérico) (substância ativa). Informações sobre contra-indicações, efeitos colaterais/adversos, formas de administração, posologia, indicações e interações medicamentosas.

 

O QUE É

O Cloreto de Sódio é um eletrólito; solução salina normal (0,9%); solução salina isotônica (0,9%); solução salina hipertônica (3% ou 5%) [sal de sódio].

 

PARA QUE SERVE

Cloreto (reposição); diluição de drogas injetáveis compatíveis; sódio (reposição).

 

Solução a 0,9% (solução salina normal) (solução salina isotônica)

Reposição de água e Cloreto de Sódio, diluente de drogas injetáveis (intravenosa, intramuscular ou subcutânea); limpeza de catéteres; reposição de líquido extracelular; alcalose metabólica (quando há perda líquida e depleção leve de sódio).

 

Solução a 3% ou 5% (solução salina hipertônica)

Hiponatremia grave.

 

COMO AGE

O Cloreto de Sódio fornece eletrólitos para a manutenção da tonicidade do plasma. Umidifica as membranas mucosas.

 

COMO SE USA

Uso Injetável

      Via intravenosa.

      Doses individualizadas, de acordo com determinações médicas.

 

CUIDADOS ESPECIAIS

Risco na Gravidez

Risco C: Não há estudos adequados em mulheres (em experimentos animais ocorreram alguns efeitos adversos para o feto). O benefício potencial do produto pode justificar o risco potencial durante a gravidez.

 

Não Usar o Produto

Hipernatremia (aumento de sódio no sangue); retenção de líquidos. Não usar a solução hipertônica (3% ou 5%) nos casos das concentrações plasmáticas de sódio e cloreto estarem altas, normais ou pouco baixas. Não usar solução de Cloreto de Sódio com preservante (ex.: álcool benzílico) em recém-nascidos (pode intoxicar a criança).

 

Avaliar Riscos X Benefícios

Insuficiência cardíaca congestiva ou outras condições em que há retenção de sódio; diminuição da função renal grave; cirrose hepática; pacientes recebendo corticosteroides ou corticotropina; idosos; pacientes pós-cirúrgicos.

 

Reações que Podem Ocorrer (sem incidência definida)

HEMATOLÓGICO: aumento do volume do sangue.

LOCAL DA INJEÇÃO: dor ou sensibilidade local; inflamação da veia; infiltração (extravasamento).

 

OUTRAS CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES

ATENÇÃO: se precisar diluir medicamentos para injeções em recém-nascidos, utilize apenas as soluções isotônicas de Cloreto de Sódio (0,9%) sem preservantes (sem bacteriostáticos).

ATENÇÃO: soluções concentradas a 10%, 20% não podem ser injetadas diretamente. Essas soluções precisam ser diluídas até as concentrações compatíveis indicadas. Se injetadas diretamente dão origem a hipernatremia, choque cardiovascular, problemas no sistema nervoso central, hemólise (destruição de hemácias) acentuada, necrose renal, necrose grave de tecidos locais se houver infiltração da solução.

      Soluções hipertônicas só podem ser injetadas perifericamente e em veias de grosso calibre, para evitar irritação venosa (cuidado para que não haja infiltração da solução).

      O aparato de infusão intravenosa deve ser trocado pelo menos 1 vez a cada 24 horas.

      Não usar soluções que estejam turvas ou com precipitação.

      Deve-se monitorar laboratorialmente os eletrólitos do paciente.

      Usar veia de grosso calibre e agulhas finas bem colocadas.

      Checar sempre as compatibilidades com outras drogas injetadas (analisando as orientações dos fabricantes).

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal