Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Amiodarona

AMIODARONA (ORAL; INJETÁVEL) (nome genérico) (substância ativa)

 

Referência

ATLANSIL (Sanofi - Aventis)

 

Genérico

Apresentações assinaladas com G

 

Similar

ANCORON (Libbs); ANGIODARONA (Cazi); ANGYTON (Royton); CARDIOCORON (Teuto); COR MIO (Hexal); MIOCORON (Cristália); MIOCOR (UCI); MIODARID (Neo Química); MIODARON (Biosintética); MIODON (Biolab Sanus)

Cloridrato de AMIODARONA:

 

Uso oral

Comprimido 100 mg

ATLANSIL; G

 

Comprimido 200 mg

ATLANSIL; G

 

Solução oral gotas 200 mg/mL (7 mg/gota)

G

 

Uso injetável

Injetável (solução) 150 mg/3 mL

ATLANSIL

 

Armazenagem antes de aberto

Temperatura ambiente (15-30°C).

Proteção à luz: sim, necessária.

Aparência da solução: amarelo pálido.

 

O que é

Antiarrítmico [benzofurano (derivado); antiarrítmico classe III]

 

Para que serve

Arritmia ventricular (tratamento e prevenção).

 

Como age

Prolonga a duração do potencial de ação e o período refratário em todos os tecidos do coração, por ação direta nos tecidos, sem afetar significativamente o potencial de membrana. Na classificação de Vaughan Williams: antiarrítmico Classe III, com algumas propriedades da Classe I. Absorção: lenta e variável (25 a 55% de uma dose oral). Biotransformação: ampla no fígado (um metabólito ativo); 300 mg de AMIODARONA liberam cerca de 9 mg de iodo. Ação antiarrítmica - início: pode variar de 2 a 3 dias a 2 a 3 meses. Eliminação: biliar.

 

Como se usa

USO ORAL – DOSES

     doses em termos de cloridrato de AMIODARONA.

 

Adultos

1.   Arritmias ventriculares

     dose de ataque: 800 a 1600 mg por dia, em doses divididas (se houver problema gastrintestinal ou se a dose for maior que 1 g, tomar durante refeição), durante 1 a 3 semanas, ou até que ocorra uma resposta terapêutica ou reação adversa; a seguir 600 a 800 mg por dia, durante 1 mês, diminuída a seguir até a menor dose efetiva de manutenção.

     dose de manutenção: 200 a 600 mg por dia.

 

2.   Taquicardia supraventricular

     dose de ataque: 600 a 800 mg por dia, durante 1 semana, ou até que ocorra uma resposta terapêutica ou reação adversa; reduzir então a dose para 400 mg por dia, durante 3 semanas.

     dose de manutenção: 200 a 400 mg por dia.

 

Idosos

     são mais propensos aos efeitos neurotóxicos; como são mais sensíveis aos efeitos dos hormônios da tireoide, podem ser também mais sensíveis aos efeitos da AMIODARONA sobre a tireoide.

 

Crianças

1.   Arritmias ventriculares ou supraventriculares

     dose de ataque: 10 mg por kg de peso corporal por dia, durante 10 dias, ou até que ocorra uma resposta terapêutica ou reação adversa.

     dose de manutenção: 5 mg por kg de peso por dia, durante diversas semanas; reduzir então gradativamente as doses até a menor dose efetiva.

 

USO INJETÁVEL

 

AMIODARONA (solução) 150 mg/3 mL – INFUSÃO INTRAVENOSA (rápida)

Diluição

Diluente: Glicose 5%.

     Volume: para se obter uma concentração de 1,5 mg/mL. (3 mL de AMIODARONA para 100 mL de Glicose 5%)

     Estabilidade após diluição com Glicose 5%: em recipiente de PVC: 2 h. Em recipiente de vidro ou poliolefina: 24 h.

     Tempo de infusão: ver tabelas dos fabricantes em função da indicação.

 

AMIODARONA (solução) 150 mg/3 mL – INFUSÃO INTRAVENOSA (lenta)

Diluição

     Diluente: Glicose 5%.

     Volume: para se obter uma concentração de 1,8 mg/mL. (18 mL de AMIODARONA para 500 mL de Glicose 5%)

     Estabilidade após diluição com Glicose 5%: em recipiente de PVC: 2 h. Em recipiente de vidro ou poliolefina: 24 h.

     Tempo de infusão: ver tabelas dos fabricantes em função da indicação.

 

USO INJETÁVEL – DOSES

     doses em termos de cloridrato de AMIODARONA.

 

Adultos

     arritmias ventriculares (fibrilação ventricular ou taquicardia ventricular hemodinamicamente instável): dose inicial de aproximadamente 1000 mg nas primeiras 24 horas. Ver tabelas dos fabricantes em função da indicação.

 

Idosos

     são mais propensos aos efeitos neurotóxicos; como são mais sensíveis aos efeitos dos hormônios da tireoide, podem ser também mais sensíveis aos efeitos da AMIODARONA sobre a tireoide.

 

Crianças

     eficácia e segurança do injetável não estabelecidas em menores de 18 anos.

 

Cuidados especiais

Risco na gravidez

Classe D.

 

Amamentação

Eliminado no leite (cerca de 25% de uma dose materna). Não amamentar.

 

Não usar o produto

Choque cardiogênico; disfunção sinonodal grave resultando em bradicardia sinusal; bloqueio atrioventricular de segundo ou terceiro grau; bradicardia que levou a síncope (exceto quando usada concomitantemente com marca-passo).

 

Avaliar riscos x benefícios

Toxicidade pulmonar (pode causar); doença pulmonar (pré-existente); pneumonite hipersensível (descontinuar a droga); pneumonite intersticial (descontinuar a droga); paciente com arritmia com risco de morte (pode levar a morte súbita); alteração das funções da tireoide (pode causar); dano hepático (pode causar); necrose hepática (pode ocorrer, se a infusão for rápida e em alta dosagem); microdepósitos na córnea (pode causar); neuropatia óptica (pode causar); reação de fotossensibilidade (pode ocorrer) (recomenda-se usar protetor solar); hipotensão (pode causar); bradiarritmia sinusal e/ou bloqueio atrioventricular (pode causar); risco de pró-arritmias (na terapia parenteral).

 

Reações mais comuns (sem incidência definida)

ATENÇÃO: as reações adversas são geralmente relacionadas às doses e ao tempo de tratamento; podem demorar até anos para aparecer; podem persistir até meses após a suspensão do tratamento.

SISTEMA NERVOSO CENTRAL: fadiga, mal-estar, tremores, tontura.

GASTRINTESTINAL: náusea; vômito; constipação intestinal.

CARDIOVASCULAR: pressão baixa.

OFTÁLMICO: distúrbios visuais, microdepósitos assintomáticos na córnea.

METABÓLICOS: diminuição da função da tireoide.

RESPIRATÓRIO: toxicidade pulmonar grave.

DERMATOLÓGICO: sensibilidade à luz.

 

Atenção com outros produtos

A AMIODARONA:

 

     pode aumentar a ação de: anticoagulante cumarínico.

     pode aumentar a ação e os efeitos tóxicos de: digitálico; fenitoína; outro antiarrítmico.

     não deve ser associada a: cisaprida; dofetilida; dronedarona; indinavir; nelfinavir; fenotiazina (clorpromazina, prometazina etc); pimozida; quinolona (norfloxacino, levofloxacino e outras); ritonavir; saquinavir; tipranavir.

 

Outras considerações importantes

     o tratamento exige médico especializado em arritmias e com experiência no uso da AMIODARONA.

     idosos são mais sensíveis a problemas de tireoide e neurológicos com a AMIODARONA.

     exige cautela se houver cirurgia, inclusive tratamento de emergência odontológica.

     usar um protetor solar e roupas adequadas para prevenir queimaduras até meses depois da interrupção do tratamento.

     o paciente deve fazer acompanhamento com oftalmologista.

     checar periodicamente: transaminases; fosfatase alcalina; condição pulmonar (ausculta; raios X antes de iniciar o tratamento e a seguir a cada 3 ou 6 meses; broncoscopia pode ser útil em caso de toxicidade pulmonar); teste de função pulmonar (antes do tratamento e na suspeita de toxicidade pulmonar); testes de função da tireoide (antes do tratamento e periodicamente); eletrocardiograma; exames oftalmológicos (antes do tratamento e se suspeitar de toxicidade ocular); dosagem da AMIODARONA no plasma.

     deficiência de potássio ou magnésio: corrigir antes de iniciar a terapia.

     não ingerir suco de toranja (“grapefruit”) durante tratamento com AMIODARONA por via oral.

     durante a administração da AMIODARONA: monitorar o paciente através de eletrocardiograma e pressão sanguínea.

     avisar ao médico antes de parar de tomar o medicamento.

REMÉDIOS COM AMIODARONA EM SUA COMPOSIÇÃO

Amiobal
Amioron
Amirona
Angyton
Cardicoron
Cardioron
Cor Mio
Miocor
Miocoron
Miodaren
Miodarid
Miodaron

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal