FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Diazepam

Diazepam

(Oral; Injetável) (substância ativa)

Referência: Valium (Roche)

Genérico: assinalado com G

Similar: Ansilive (Libbs); Calmociteno (Medley); Dienpax (Sanofi-Aventis); Kiatrium (Gross); Uni Diazepax (União Química)

 

Uso oral

Comprimido 5 mg: Valium; G

Comprimido 10 mg: Valium; G

 

Uso injetável

INJETÁVEL (solução) 10 mg/2 mL: Dienpax ; Uni Diazepax; G

 

Armazenagem antes de aberto

Temperatura ambiente (15-30°C).

Proteção à luz: sim, necessária.

 

O que é

tranquilizante; ansiolítico; anticonvulsivante [benzodiazepina].

 

Para que serve

ansiedade; crise convulsiva; estado epiléptico; sedação antes de exames ou procedimentos médicos.

 

Como age

age como depressor do sistema nervoso central. Acredita-se que aumenta ou facilita a ação do GABA (ácido gama-aminobutírico) (o GABA é o maior neurotransmissor inibidor no sistema nervoso central).

 

Como se usa

Uso oral – Doses

• doses em termos de Diazepam.

Adultos

ansiolítico: 2 a 10 mg, 2 a 4 vezes por dia. anticonvulsivante: 2 a 10 mg, 2 a 4 vezes por dia.

relaxante muscular esquelético (tratamento adjunto): 2 a 10 mg, 3 ou 4 vezes por dia.

Idosos ou pacientes debilitados: 2 a 2,5 mg, 1 ou 2 vezes por dia; ajustar a dose gradativamente em função da resposta clínica.

Crianças

6 meses ou mais de idade: 1 a 2,5 mg, 3 ou 4 vezes por dia; ajustar a dose gradativamente em função da resposta clínica. menos de 6 meses de idade: uso não recomendado.

 

Uso injetável – Preparação

•só utilizar a administração intramuscular quando a via intravenosa não for possível.

•após administração injetável, paciente deve permanecer em observação por 3 a 8 horas (tempo definido em função da resposta clínica e da velocidade de recuperação).

•se a administração intravenosa for feita muito rápida, pode haver queda de pressão, diminuição dos batimentos cardíacos ou parada cardíaca ou respiratória.

 

Diazepam (solução) 10 mg/2 mL – Via Intramuscular

Administração: no braço.

 

Diazepam (solução) 10 mg/2 mL – Via Intravenosa Direta

Não diluir.

Velocidade de injeção adultos: não exceder 5 mg/minuto.

Crianças: administrar em cerca de 3 minutos.

 

Uso injetável – Doses

• doses em termos de Diazepam.

Adultos

estado epiléptico ou ataques convulsivos recorrentes graves: via intravenosa, 5 a 10 mg; se necessário, repetir a cada 10 a 15 minutos (não ultrapassar a dose total cumulativa de 30 mg). Se o quadro exigir, repetir o esquema após 2 a 4 horas.

Crianças

estado epiléptico ou ataques convulsivos recorrentes graves mais de 30 dias de idade e menos de 5 anos: via intravenosa lenta, 0,2 a 0,5 mg cada 2 a 5 minutos (não ultrapassar a dose total cumulativa de 5 mg). Se o quadro exigir, repetir o esquema após 2 a 4 horas.

a partir dos 5 anos de idade: via intravenosa lenta, 1 mg cada 2 a 5 minutos (não ultrapassar a dose total cumulativa de 10 mg). Se o quadro exigir, repetir o esquema após 2 a 4 horas.

 

Cuidados especiais

Risco na gravidez

Classe D

 

Amamentação

eliminado no leite; não amamentar.

 

Não usar o produto

criança com menos de 6 meses de idade (apresentação oral); criança com menos de 30 dias (nenhuma apresentação: seja oral ou injetável).

 

Avaliar riscos x Benefícios

apneia do sono; choque; depressão mental grave; doença obstrutiva crônica pulmonar; doença orgânica cerebral; glaucoma de ângulo fechado; grande mal epiléptico (o Diazepam no início do tratamento ou quando da retirada brusca pode piorar as crises); hipercinesia; hipoalbunemia; história de abuso ou dependência de droga; idoso; insuficiência hepática; insuficiência renal; intoxicação por álcool; miastenia grave; psicose; tendência suicida. Na síndrome de Lennox-Gastaut e mal de ausência, o Diazepam pode provocar estado epiléptico tônico.

 

Reações mais comuns (sem incidência definida):

Sistema nervoso central: sonolência; fraqueza; fadiga.

Local da injeção: reações no local da injeção.

 

Atenção com outros produtos.

O diazepam

•pode aumentar a concentração e o risco de efeitos adversos de: cimetidina; dissulfiram; fluoxetina; fluvoxamina; anticoncepcional hormonal; isoniazida; metoprolol; propoxifeno; propanolol; ácido valpróico.

•pode aumentar os efeitos depressores do sistema nervoso central com: álcool; outro depressor do sistema nervoso central; diltiazem.

•pode aumentar os níveis e o risco de toxicidade de: digoxina. Monitorar o paciente e os níveis de digoxina.

•pode ter sua concentração aumentada e prolongada e causar depressão do sistema nervoso central com: fluconazol; itraconazol; cetoconazol; miconazol.

•pode diminuir a eficácia de: levodopa.

•pode ter seus efeitos aumentados e aumentar os efeitos de: fenobarbital.

 

Outras considerações importantes:

•cuidado ao dirigir ou executar tarefas que exijam atenção.

•não ingerir bebida alcoólica.

•contatar o médico antes de suspender a medicação; se o tratamento for com altas doses ou longo, pode ser necessária a retirada gradual do produto.

•o medicamento pode provocar dependência.

•o álcool benzílico, presente como excipiente na fórmula do produto injetável, pode provocar lesões irreversíveis no recém-nascido, principalmente em prematuros.

•administrar o Diazepam injetável o mais próximo possível da agulha, pois o produto pode aderir ao equipo plástico.

REMÉDIOS COM DIAZEPAM EM SUA COMPOSIÇÃO

Compaz
Dialudon
Diazefast
Diazepam nq
Dienpax
Kiatrium
Menostress
Moderine
Somaplus
Uni Diazepax

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal