Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Furosemida

FUROSEMIDA (ORAL; INJETÁVEL) (nome genérico) (substância ativa)

 

Referência

LASIX (Sanofi–Aventis); LASIX LONG (Sanofi–Aventis)

 

Genérico

Apresentações assinaladas com G

 

Similar

FUROSEM (Medley); FUROSETRON (Ariston); NEOSEMID (Neo Química)

 

Uso oral

Comprimido 40 mg

LASIX; G

 

Cápsula de liberação prolongada 60 mg

LASIX LONG

 

Uso injetável

Injetável (solução) 20 mg/2 mL

LASIX; G

 

Armazenagem antes de aberto

Temperatura ambiente (15-30°C).

Proteção à luz: sim, necessária.

Não colocar na geladeira.

 

O que é

Diurético; anti-hipertensivo [sulfonamida (derivado) ;; diurético de alça; diurético espoliador de potássio].

 

Para que serve

Edema (na insuficiência cardíaca congestiva, cirrose do fígado, doença renal); hipertensão arterial (tratamento adjunto, com outros anti-hipertensivos).

 

Como age

Como diurético, inibe a reabsorção de sódio e água nos rins (ramo descendente da alça de Henle). Como anti-hipertensivo, reduz o volume de líquidos e o débito cardíaco, baixando a pressão. Absorção: gastrintestinal (60 a 70%). Biotransformação: no fígado. Ação - início: 20 a 60 minutos (oral); 5 minutos (intravenosa); duração: 6 a 8 horas (oral); 2 horas (intravenosa). Eliminação: urina (88%); bile (fezes): 12%.

 

Como se usa

USO ORAL - DOSES

     doses em termos de FUROSEMIDA.

     tomar o medicamento com o estômago vazio.

 

Adultos

Diurético: iniciar com 20 a 80 mg, por dia, em dose única. Se necessário, aumentar a dose em 20 a 40 mg a cada 6 ou 8 horas até obter o efeito desejado. Manutenção: 20 a 40 mg por dia, de preferência em dose única.

Hipertensão: iniciar com 40 mg, 2 vezes por dia; ajustar a dose de acordo com a resposta clínica.

LIMITE DE DOSE PARA ADULTOS: 600 mg por dia.

 

IDOSOS: podem ser mais sensíveis às doses usuais.

 

Crianças

Diurético: iniciar com 2 mg por kg de peso, em dose única; se necessário, aumentar as doses em 1 a 2 mg por kg de peso, com intervalos de 6 a 8 horas. Não ultrapassar dose de 6 mg por kg de peso corporal.

 

USO INJETÁVEL

     doses em termos de FUROSEMIDA.

ATENÇÃO: descartar se o produto apresentar coloração amarela.

 

FUROSEMIDA (solução) 20 mg/2 mL – VIA INTRAMUSCULAR

ADMINISTRAÇÃO: em adultos, nas nádegas (quadrante superior externo); em crianças, na face lateral da coxa.

 

FUROSEMIDA (solução) 20 mg/2 mL – VIA INTRAVENOSA DIRETA

TEMPO DE INJEÇÃO: 1 a 2 minutos

 

FUROSEMIDA (solução) 20 mg/2 mL - INFUSÃO INTRAVENOSA

DILUIÇÃO

Diluente: Cloreto de Sódio 0,9%; Glicose 5%

Estabilidade após diluição com Cloreto de Sódio 0,9%: temperatura ambiente (15 - 30°C): 24 horas

Estabilidade após diluição com Glicose 5%: temperatura ambiente (15 - 30°C): 24 horas

TEMPO DE INFUSÃO: não exceder 4 mg/minuto

 

USO INJETÁVEL – DOSES

Adultos

Diurético: iniciar com 20 a 40 mg, via intramuscular ou intravenosa, em dose única; se necessário, aumentar a dose em 20 mg a cada 2 horas até obter o efeito desejado.

Edema pulmonar agudo (não acompanhado de crise hipertensiva): 40 mg, via intravenosa. Se houver necessidade injetar mais 80 mg, via intravenosa, após 1 hora.

Crise hipertensiva (pacientes com função renal normal): 40 a 80 mg por via intravenosa.

Crise hipertensiva (acompanhada de edema pulmonar ou de insuficiência renal aguda): 100 a 200 mg, via intravenosa.

 

IDOSOS: podem ser mais sensíveis às doses usuais.

 

Crianças

Diurético (via intramuscular ou intravenosa): iniciar com 1 mg por kg de peso corporal, em dose única; aumentar a dose em 1 mg por kg de peso corporal a cada 2 horas, se houver necessidade. Não ultrapassar dose de 6 mg por kg de peso corporal.

 

Cuidados especiais

Risco na gravidez

Classe C.

 

Amamentação

Eliminado no leite e também inibe a lactação; não amamentar.

 

Não usar o produto

Diminuição acentuada de sódio no sangue; diminuição acentuada de potássio no sangue; diminuição do volume sanguíneo; pré-coma ou coma hepático; hipersensibilidade a sulfonamida; ureia sanguínea aumentada.

 

Avaliar riscos x benefícios

Anúria (parada total da secreção de urina); aumento do ácido úrico e gota (pode aumentar ainda mais o ácido úrico); diabetes mellitus (prejuízo da tolerância à glicose); diminuição grave da função renal; diminuição da função auditiva; diminuição da função do fígado (exige tratamento inicial hospitalar pelo risco de desidratação e até coma hepático); gravidez (não usar rotineiramente); história de pancreatite (pode ser desencadeada pelo produto); infarto agudo do miocárdio (risco de choque); paciente com alto risco de diminuição do potássio; história de lúpus eritematoso (pode ser desencadeado ou agravado).

 

Reações mais comuns (sem incidência definida)

Barulho nos ouvidos; descontrole de eletrólitos (sódio, potássio, cloreto); queda de pressão ao se levantar; sensibilidade à luz; tontura.

 

Atenção com outros produtos

A FUROSEMIDA:

 

     pode aumentar o risco de toxicidade nos ouvidos ou nos rins com: anfotericina B injetável.

     pode diminuir a ação de: anticoagulante (cumarínico e derivado da indandiona).

     pode aumentar o risco de problemas renais com: outro medicamento que causa problemas renais.

     pode aumentar o risco de queda de potássio no sangue com: outro medicamento que causa hipopotassemia.

     pode aumentar a toxicidade de: lítio.

 

Outras considerações importantes

     medir rotineiramente a pressão arterial.

     não ingerir bebida alcoólica.

     cuidado ao dirigir ou executar tarefas que exijam atenção.

     não efetuar mudanças bruscas de posição; cuidado ao subir ou descer escadas.

     evitar exposição ao sol ou a raios ultravioleta (bronzeamento artificial).

     suspender o produto se a oligúria (diminuição da secreção de urina), mesmo na dose máxima, persistir por mais que 24 horas.

     ingerir alimentos ricos em potássio (banana, frutas cítricas, nozes, uva passa, tomate, batata).

     cuidado com desidratação; avisar o médico se ocorrer náusea, diarreia ou vômito intenso.

     evitar exercícios pesados (risco de queda de pressão)

     sempre que possível, evitar dose que possa interferir com o sono (pelo desejo de urinar).

     o produto pode elevar o nível de glicose no sangue de pacientes diabéticos.

     checar periodicamente: eletrólitos (sódio, potássio, cloreto); ureia; creatinina; glicose; função do fígado; ácido úrico; cálcio; contagem sanguínea.

 

Furosemida – associações (ver as orientações do fabricante)

FUROSEMIDE COMPOSTO– diurético – edema– comprimido (FUROSEMIDA 40 mg + cloreto de potássio 50 mg). Medley.

HIDRION– diurético– edema– comprimido (FUROSEMIDA 40 mg + cloreto de potássio 100 mg). Gross.

LASILACTONA – diurético – cápsula (FUROSEMIDA + espironolactona). Sanofi-Aventis.

REMÉDIOS COM FUROSEMIDA EM SUA COMPOSIÇÃO

Biosemide
Closenid
Diurana
Diuremida
Diurisa
Diurit
Enatec f
Fluxil
Furesin
Furomida
Furosan
Furosem
Furosemil
Furosemin
Furosetron
Furozix
Lasilactona
Neosemid
Rovelan
Urasix

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal