Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Cetoprofeno

CETOPROFENO (ORAL; INJETÁVEL; TÓPICO; RETAL) (nome genérico) (substância ativa)

 

Referência

BI–PROFENID (Sanofi–Aventis); PROFENID (Sanofi–Aventis); PROFENID GEL (Sanofi–Aventis)

 

Genérico

Apresentações assinaladas com G

 

Similar

ARTRINID (União Química); ARTROSIL (Aché); FLAMADOR (Sigma Pharma)

 

Uso oral

Cápsula 50 mg

PROFENID; G

 

Comprimido de liberação entérica 100 mg

PROFENID ENTÉRICO

 

Comprimido 100 mg

G

 

Comprimido 150 mg

BI–PROFENID

 

Comprimido de liberação prolongada 200 mg

PROFENID RETARD; G

 

Gotas 2% ( 20 mg/mL)

PROFENID; G

 

Uso retal

Supositório 100 mg

PROFENID

 

Uso tópico (na pele)

Gel 25 mg/g

PROFENID GEL; G

 

Uso injetável

Injetável (solução) 100 mg/2 mL (IM)

PROFENID; G

 

Injetável (pó) 100 mg (IV)

PROFENID; G

 

Armazenagem antes de aberto

Temperatura ambiente (15-30°C).

Proteção à luz: sim, necessária.

Aparência do pó seco: quase branco

 

O que é

Analgésico; antigotoso; antidismenorreico; antienxaquecoso; antirreumático; anti-inflamatório [ácido propiônico (derivado); anti-inflamatório não esteroide].

 

Para que serve

Artrite reumatoide; bursite; capsulite; dismenorreia; enxaqueca (supressor da); espondilite anquilosante; gota; osteoartrite (artrose); sinusite.

 

Como age

Os anti-inflamatórios não esteroides, de um modo geral, inibem a atividade da enzima ciclo-oxigenase, levando a uma diminuição da síntese de prostaglandinas. Parte da ação anti-inflamatória é justificada por essa diminuição das prostaglandinas nos tecidos inflamados; a ação analgésica também se deve em parte a essa diminuição da atividade das prostaglandinas; a ação antitérmica por ação central no centro hipotalâmico de regulação do calor; as ações anti-reumática e antigotosa por mecanismos anti-inflamatórios e analgésicos (não há estimulação do eixo hipófise-supra-renal e nem ação corretora da hiperuricemia).

 

Como se usa

USO ORAL – DOSES

COMPRIMIDO OU CÁPSULA – DOSES

     doses em termos de CETOPROFENO.

     tomar o produto 30 minutos antes ou 2 horas após as refeições.

 

Adultos

     150 a 200 mg por dia, divididos em 3 ou 4 tomadas.

     Manutenção: a menor dose possível.

     Limite de dose para adultos: 300 mg por dia.

 

COMPRIMIDO OU CÁPSULA DE LIBERAÇÃO PROLONGADA – DOSES

     doses em termos de CETOPROFENO.

     engolir inteiro, sem partir, abrir ou mastigar.

 

Adultos

     não se destina a tratamento inicial; é opção para a manutenção do tratamento, permitindo a utilização de apenas 1 administração por dia.

 

GOTAS – DOSES

     doses em termos de CETOPROFENO.

     dissolver o produto em água filtrada.

 

Adultos

     50 mg cada 6 ou 8 horas.

 

Crianças

     7 a 11 anos: 25 mg cada 6 a 8 horas.

     1 a 6 anos: 1 mg por kg de peso corporal cada 6 a 8 horas.

 

USO TÓPICO (na pele) – DOSES

GEL – DOSES

     doses em termos de CETOPROFENO.

     não aplicar sobre mucosas (olhos e boca), lesões infeccionadas da pele (com pus) ou feridas abertas.

 

Adultos e crianças

     aplicar sobre o local dolorido ou inflamado, 2 ou 3 vezes por dia, massageando levemente a região.

 

USO RETAL (no reto, via ânus) – DOSES

SUPOSITÓRIO – DOSES

     doses em termos de CETOPROFENO.

 

Adultos

     200 mg por dia (100 mg de manhã e 100 mg à noite, antes de deitar).

 

USO INJETÁVEL

 

CETOPROFENO (solução) 100 mg/2 mL – VIA INTRAMUSCULAR

     Estabilidade após aberto: uso imediato

     Administração: em adultos, nas nádegas (quadrante superior externo).

 

CETOPROFENO (pó) 100 mg - INFUSÃO INTRAVENOSA

Reconstituiçâo/diluição

     Diluente: Cloreto de Sódio 0,9%; Glicose 5%.

     Volume: 100 – 150 mL

     Após diluição uso imediato

     Tempo de infusão: 20 minutos.

 

USO INJETÁVEL – DOSES

     doses em termos de CETOPROFENO.

 

Adultos

     via intramuscular: 100 mg a cada 12 horas. A dose máxima é de 300 mg por dia.

     via intravenosa: 100 a 300 mg por dia. O uso não deve ultrapassar 48 horas (2 dias).

 

Idosos

     são mais propensos aos efeitos adversos do medicamento.

 

Cuidados especiais

Os itens abaixo referem-se particularmente às apresentações oral, injetável e supositório do CETOPROFENO.

 

Risco na gravidez

Classe B (anti-inflamatórios não esteroides não são recomendados na segunda metade da gravidez pela possibilidade de defeitos circulatórios no feto e aumento do tempo de gestação).

 

Amamentação

Não se sabe se é eliminado no leite. Problemas não documentados.

 

Não usar o produto

Alergia ao produto, a ácido acetilsalicílico ou analgésico não esteroide; história de pólipos nasais associados com broncoespasmo (estreitamento dos brônquios) induzidos por aspirina (risco de reação alérgica grave); segunda metade da gravidez (possibilidade de defeitos circulatórios no feto e aumento do tempo de gestação); criança menor de 18 anos de idade (segurança e eficácia não foram estabelecidas)

para o supositório: hemorróidas; lesão inflamatória no ânus ou no reto (lesão presente ou história de); sangramento retal.

 

Avaliar riscos x benefícios

Histórico de doença gastrintestinal vigente, como sangramento ou doença péptica, hemofilia ou outro problema de sangramento (risco maior de sangramento); idoso (maior propensão a reações adversas); asma (pode agravar).

 

Reações mais comuns (ocorrem em pelo menos 10% dos pacientes)

GASTRINTESTINAL: má digestão.

HEPÁTICO: testes de função do fígado anormais.

 

Atenção ao utilizar outros produtos

O CETOPROFENO:

 

     pode aumentar o risco de efeitos adversos renais com: ciclosporina.

     pode aumentar o risco de efeitos adversos gastrintestinais com: álcool; corticosteroide; ácido acetilsalicílico e outro anti-inflamatório não esteroide.

     pode aumentar o risco de sangramento com: varfarina; anticoagulante oral; heparina; agente trombolítico (alteplase, anisteplase, estreptoquinase, uroquinase); cefamandol; cefoperazona; cefotetano; plicamicina; ácido valpróico.

     pode aumentar a ação de: metotrexato; fenitoína; lítio.

     pode diminuir a ação de: anti-hipertensivo; diurético (particularmente o triantereno).

     pode aumentar a intolerância à luz com: medicamento fotossensibilizante.

     pode ter sua ação aumentada por: ácido acetilsalicílico; probenecida.

 

Outras considerações importantes

     não ingerir bebida alcoólica (risco de ulceração).

     cuidado com cirurgias (aumenta risco de sangramento).

     evitar exposição ao sol (risco de sensibilidade).

     não associar com outros anti-inflamatórios não esteroides ou com analgésicos, a menos que justificado pelo médico.

REMÉDIOS COM CETOPROFENO EM SUA COMPOSIÇÃO

Artrifenil
Artrosil
Bi-profenid
Ceprofen
Cetoprofeno
Flamador
Profenid Gel
Profenid iv
Profenid Pediatrico

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal