FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Ziprasidona

Ziprasidona

(Oral; Injetável) (substância ativa)

Referência: Geodon (Pfizer); Geodon IM (Pfizer)

Genérico: não

 

cloridrato monoidratado de ziprasidona equivalente a cloridrato de ziprasidona

Uso oral

Comprimido 40 mg: Geodon

Comprimido 80 mg: Geodon

 

Uso injetável

Injetável (pó) 20 mg: Geodon IM

 

O que é 

antipsicótico; antimania.

 

Para que serve

uso oral: esquizofrenia; agitação psicótica; desordem bipolar. uso injetável: agitação aguda em paciente esquizofrênico

 

Como age

mecanismo não bem compreendido. Provavelmente tem efeito antipsicótico por bloqueio dos receptores da serotonina e da dopamina no sistema nervoso central.

 

Como se usa

Uso oral – Doses

•doses em termos de cloridrato de Ziprasidona.

•com alimento.

Adultos

antipsicótico

40 mg, duas vezes por dia. A dose pode ser ajustada com base na resposta clínica até uma dose máxima de 80 mg, duas vezes por dia (se houver indicação clínica, a dose máxima recomen- dada pode ser alcançada no terceiro dia de tratamento). No tratamento de manutenção, administrar a menor dose eficaz; em muitos casos a dose de 20 mg duas vezes por dia é suficiente. tratamento de episódios agudos de mania ou mistos com desordem bipolar

1º dia: duas doses de 40 mg

2º dia: duas doses de 60 ou 80 mg

A seguir ajustar a dose de acordo com a resposta clínica e tolerabilidade dentro de uma variação de 40 - 80 mg duas vezes por dia. Não há dados sistematicamente obtidos com a Ziprasidona além de 3 semanas.

Idosos: podem requerer doses menores e aumentos mais conservadores, com monitoração constante.

Paciente com insuficiência renal: não é necessário ajuste de dose.

Paciente com insuficiência hepática: na insuficiência hepática leve a moderada, doses menores. Não há experiência na insuficiência hepática grave.

Crianças: eficácia e segurança não estabelecidas em menores de 18 anos.

 

Uso injetável (pó) 20 mg – Via intramuscular

Reconstituição

Diluente: Água Estéril para Injeção. Volume: 1,2 mL. Cada mL da solução reconstituída contém 20 mg de cloridrato de Ziprasidona.

 

Uso injetável – Doses

• doses em termos de cloridrato de Ziprasidona.

Adultos

iniciar com 10 a 20 mg, como dose única; se necessário, 10 ou 20 mg podem ser repetidos a cada 2-4 horas. Atenção: não ultrapassar 40 mg como dose cumulativa num dia. O mais rápido possível, passar para o uso oral.

Paciente com insuficiência renal: não é necessário ajuste de dose.

Paciente com insuficiência hepática: na insuficiência hepática leve a moderada, doses menores. Não há experiência na insuficiência hepática grave.

Crianças: eficácia e segurança não estabelecidas em menores de 18 anos.

 

Cuidados especiais

Risco na gravidez

não há estudos; não usar.

 

Amamentação

não se sabe se é eliminado no leite; não amamentar.

 

Não usar o produto

prolongamento do intervalo QT, incluindo síndrome do QT longo; infarto agudo do miocárdio; insuficiência cardíaca descompensada; arritmia cardíaca que necessite de tratamento com fármaco antiarrítmico classes I e III.

 

Avaliar riscos X Benefícios

abuso ou dependência de droga; diminuição da função do fígado (diminuir doses); doença cardiovascular, doença vascular cerebral, desidratação ou hipovolemia (pode ocorrer queda de pressão ao mudar de posição); doença de Alzheimer (risco de convulsões e risco de pneumonia de aspiração, por dificuldade de deglutir que os antipsicóticos podem provocar); hipotireoidismo (pode agravar); história de câncer de mama (pelo risco potencial, de aumento da prolactina; o câncer pode ser dependente de prolactina); história de convulsões (pode agravar).

 

Reações mais comuns (sem incidência definida)

Sistema nervoso central: sonolência; síndrome extrapiramidal (ver Apêndice).

Respiratório: transtornos respiratórios.

 

Atenção com outros produtos

A Ziprasidona

•pode aumentar o risco de depressão do sistema nervoso central com: álcool; depressor do sistema nervoso central (ver Apêndice).

•pode aumentar o risco de arritmias graves com: antiarrítmico (amiodarona; bretílio; disopiramida; dofetilida; procainamida; quinidina; sotalol); trióxido de arsênio; cisaprida; dolasetrona; droperidol; levometadil; mefloquina; pentamidina; fenotiazina; pimozida; quinolona; tacrolimo. Não associar.

•pode intensificar o efeito de queda de pressão com: anti-hipertensivo.

•pode ter seus níveis diminuídos por: carbamazepina. Pode ser necessário o ajuste de doses de Ziprasidona.

•pode aumentar o risco de arritmias com: medicamento que diminui o potássio ou magnésio (diurético).

•pode ter seus níveis aumentados por: itraconazol; cetoconazol.

 

Outras considerações importantes

•não ingerir bebida alcoólica.

•cuidado ao dirigir ou executar tarefas que exijam atenção.

•pacientes com tendência suicida devem ser supervisionados e não ter acesso a grandes quantidades do produto.

•mulheres com potencial de engravidar, que estejam recebendo a Ziprasidona, devem ser aconselhadas a utilizar um método contraceptivo adequado. Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término.

REMÉDIOS COM ZIPRASIDONA EM SUA COMPOSIÇÃO

Geodon
Geodon im

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal