Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Infliximabe

Infliximabe (Injetável) (substância ativa)

Referência: Remicade (Mantecorp)

Genérico: não

 

Uso injetável

Injetável (pó) 100 mg: Remicade

 

Armazenagem antes de aberto

Refrigeração (2 - 8°C).

Não congelar.

 

O que é

antirreumático [droga antirreumática modificadora da doença; anti-corpo monoclonal].

 

Para que serve

espondilite anquilosante (tratamento); artrite psoriática (tratamento); doença de Crohn (tratamento); artrite reumatoide (tratamento); psoríase (tratamento); artrite reativa (tratamento); artrite (por doença inflamatória intestinal) (tratamento).

 

Como age

é um anticorpo monoclonal que se liga especificamente ao fator de necrose tumoral TNF-alfa.

 

Como se usa

Uso injetável – Preparação

•não agitar.

•é comum formar espuma. Deixar em repouso por 5 minutos.

•solução pode formar algumas partículas translúcidas.

Atenção: soluções reconstituídas e diluídas são incompatíveis com PVC.

 

Infliximabe (pó) 100 mg – Infusão intravenosa

Reconstituição

Diluente: Água Estéril para Injeção. Volume: 10 mL.

Coloração após reconstituição: incolor a amarelo-claro e opalescente.

Estabilidade após reconstituição com Cloreto de Sódio 0,9%:

Refrigeração (2 – 8ºC): 24 horas.

 

Diluição

Atenção: usar frascos de vidro ou bolsas de cryovac

Diluente: Cloreto de Sódio 0,9%. Volume: 250 mL.

Estabilidade após diluição com Cloreto de Sódio 0,9% Refrigeração (2 – 8ºC): 24 horas.

Tempo de infusão: mínimo de 2 horas

 

Uso injetável – Doses

• doses em termos de Infliximabe.

Adultos

espondilite anquilosante: 5 mg por kg de peso, seguidos de doses adicionais similares 2 e 6 semanas após a primeira infusão.

Manutenção: 5 mg por kg de peso a cada 6 semanas.

artrite psoriásica: 5 mg por kg de peso, seguidos de doses adicionais similares 2 e 6 semanas após a primeira infusão.

Manutenção: 5 mg por kg de peso a cada 8 semanas. Pode ser utilizado com ou sem metotrexato.

doença de Crohn (moderada a grave) (em pacientes com resposta inadequada a terapia convencional): 5 mg por kg de peso, seguidos de doses adicionais similares 2 e 6 semanas após a primeira infusão.

Manutenção: 5 mg por kg de peso a cada 8 semanas.

pacientes que respondem, mas posteriormente perdem a resposta: 10 mg por kg de peso. Se não houver resposta até a semana 14, o medicamento deve ser descontinuado.

doença de Crohn (fistulizante): 5 mg por kg de peso, seguidos de doses adicionais similares 2 e 6 semanas após a primeira infusão.

Manutenção: 5 mg por kg de peso a cada 8 semanas. pacientes que respondem, mas posteriormente perdem a resposta: 10 mg por kg de peso. Se não houver resposta até a semana 14, o medicamento deve ser descontinuado.

artrite reumatoide: 3 mg por kg de peso, seguidos de doses adicionais similares 2 e 6 semanas após a primeira infusão.

Manutenção: 3 mg por kg de peso a cada 8 semanas.

pacientes que têm resposta incompleta: pode-se ajustar a dose para 10 mg por kg de peso, ou administrar o medicamento a cada 4 semanas. Deve ser administrado em combinação com metotrexato.

psoríase: 5 mg por kg de peso, seguidos de doses adicionais similares 2 e 6 semanas após a primeira infusão, depois a cada 8 semanas

artrite reativa: 5 mg por kg de peso, seguidos de doses adicionais similares 2 e 6 semanas após a primeira infusão, depois a cada 8 semanas

artrite (por doença inflamatória intestinal)

5 mg por kg de peso, seguidos de doses adicionais similares 2 e 6 semanas após a primeira infusão. Manutenção: 5 mg por kg de peso a cada 8 semanas.

Idosos: ver dose de adultos.

Crianças a partir de 6 anos

doença de Crohn (moderada a grave) (em pacientes com resposta inadequada a terapia convencional): 5 mg por kg de peso, seguidos de doses adicionais similares 2 e 6 semanas após a primeira infusão. Manutenção: 5 mg por kg de peso a cada 8 semanas.

Outras indicações: segurança e eficácia não definidas.

 

Cuidados especiais

Risco na gravidez

Classe B

 

Amamentação

não se sabe se é eliminado no leite materno. Problemas não documentados, mas recomenda-se cautela.

 

Não usar o produto

alergia a qualquer proteína murínica ou ao produto; infecção grave; imunodeficiência; septicemia; insuficiência cardíaca congestiva (moderada ou grave); criança.

 

Avaliar riscos x Benefícios

infecção crônica ou recorrente; histórico de infecção oportunista; fatores de risco para infecções; tuberculose latente; fatores de risco para tuberculose; uso de imunossupressor; portador de hepatite B; hepatite devido ao alcoolismo; distúrbio desmielinizante; doença convulsiva; mielossupressão; insuficiência cardíaca (leve a moderada); malignidade.

 

Reações mais comuns (ocorrem em pelo menos 10% dos pacientes)

Sistema nervoso central: dor de cabeça.

Gastrintestinal: diarreia; dor abdominal; náusea.

Respiratório: sinusite; tosse; inflamação da garganta.

Hepático: aumento das enzimas do fígado.

Outros: infecção respiratória; outras infecções.

 

Atenção com outros produtos

O Infliximabe

•não deve ser usado concomitantemente com: anakinra; vacina de vírus vivos.

•pode aumentar o risco de infecções e desenvolvimento de linfomas com: terapia imunossupressora.

 

Outras considerações importantes

•evitar imunizacões (vacinas) enquanto sob o uso do produto.

•evitar residir ou viajar para áreas endêmicas de tuberculose ou micoses.

REMÉDIOS COM INFLIXIMABE EM SUA COMPOSIÇÃO

Remicade

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal