FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Glossário

Última revisão: 14/05/2013

Comentários de assinantes: 0

Versão original publicada na obra Joint Commission Resources. Gerenciamento do corpo assistencial: manual aos padrões da Joint Commission. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

 

Comitês executivos de equipes assistenciais Grupos formados por membros de equipes assistenciais, na maioria médicos que trabalham nas organizações. Os membros são selecionados pelas equipes assistenciais ou designados de acordo com os regimentos dos corpos diretivos. Esses grupos são responsáveis por fazer recomendações específicas diretamente aos corpos diretivos, bem como por receber e agir de acordo com relatórios e recomendações dos comitês das equipes assistenciais, dos departamentos clínicos, dos departamentos de serviços e de grupos de atividades.

 

Competência Determinação de capacidades, conhecimentos e habilidades individuais para o exercício de funções segundo expectativas definidas.

 

Concessão de privilégios Processo pelo qual a organização de assistência médica, com base na avaliação de credenciais e de desempenho individual, autoriza profissionais da área médica a executar determinados serviços de atendimento aos pacientes (isto é, privilégios clínicos) com escopos específicos. Ver também profissional independente licenciado.

 

Corpo diretivo Indivíduos, grupos ou agências com autoridade e responsabilidade para estabelecer políticas, manter a qualidade do atendimento médico, planejar e administrar organizações. Outras designações incluem diretoria, conselho curador, conselho de administração, conselho de representantes e sócios (redes).

 

Credencial Evidência documentada de licenciamento, formação, treinamento, experiência e outras qualificações.

 

Credenciamento Processo de obtenção, verificação e avaliação de qualificações profissionais na área médica para o atendimento de pacientes em organizações de assistência ou em nome dessas organizações.

 

Delineamento de privilégios clínicos Elaboração de listas de privilégios clínicos específicos que os membros de equipes assistenciais das organizações estão autorizados a executar.

 

Desempenho Maneira como um indivíduo, grupo ou organização executa ou desempenha funções ou processos importantes.

 

Diretor Pessoa que dirige, controla, supervisiona ou administra organizações ou componentes de organizações.

 

Documentação 1. Processo de registro de informações em perfis médicos individuais e em outras fontes de documentos. 2. Princípio de qualidade de dados. Os padrões de qualidade e as descobertas feitas em pesquisas sobre qualidade devem ser documentados e disponibilizados para a Joint Commission, caso sejam requisitados.

 

Eficiência na formação de equipes A combinação de número, competência e habilidade da equipe para prover os serviços necessários.

 

Equipe Funcionários efetivos ou temporários, voluntários, pessoas contratadas e outros indivíduos que prestam serviços nas organizações.

 

Equipe assistencial Associação responsável pela manutenção da qualidade dos serviços fornecidos por profissionais com privilégios clínicos. A equipe responde diretamente aos corpos diretivos. É formada por médicos e outros profissionais licenciados, autorizados por lei e pelas organizações a prestar serviços de atendimento a pacientes de forma independente (isto é, sem orientação ou supervisão clínica) nas instituições. Os membros da equipe têm privilégios clínicos que os autorizam a prestar serviços de forma independente, conforme o escopo desses privilégios. Ver também privilégios clínicos; profissional independente licenciado.

 

Escopo de serviços de assistência médica Atividades executadas por equipes administrativas, clínicas, de gerenciamento ou de suporte.

 

Fonte primária Fonte original de credenciais específicas capaz de verificar a precisão de qualificações informadas por profissionais de assistência médica. Os exemplos mais comuns são faculdades de medicina, programas de estudos médicos e conselhos médicos estaduais.

 

Hospital Organização de assistência médica com a seguinte estrutura básica: corpo diretivo, equipe assistencial organizada, equipes profissionais e instalações para internação de pacientes. Esse tipo de organização presta serviços médicos, serviços de enfermagem e assistência a pacientes enfermos e lesionados, 24 horas por dia, sete dias por semana. Para fins de licenciamento, cada Estado norte-americano tem sua própria definição de hospital.

 

Indivíduo qualificado Indivíduo ou membro de equipe qualificado para participar dos mecanismos descritos nos padrões da Joint Commission, em virtude de formação, treinamento, experiência, competência, registro, certificação ou conforme licenciamento, lei ou regulamento aplicável.

 

Licenciamento Direito legal, concedido por órgãos governamentais, em atendimento aos regimentos que disciplinam uma função (p. ex., medicina ou enfermagem) ou a operação de uma atividade (como em um hospital).

 

Líderes Líderes de corpos diretivos, diretores executivos e outros administradores, líderes de departamentos, líderes eleitos e designados por equipes assistenciais e por departamentos clínicos, bem como membros de equipes assistenciais com funções administrativas e organizacionais, enfermeiros executivos e outros líderes de enfermagem. Essa lista é a configuração mínima descrita na função de liderança.

 

Orientação Processo que fornece treinamento inicial e informações para avaliar competências de membros de equipes assistenciais. Esse processo estabelece as responsabilidades empregatícias, assim como missão, visão e valores da organização.

 

Políticas e procedimentos Descrição formal que estabelece como definir, organizar e executar gerenciamento, administração ou processos de atendimento clínico.

 

Privilégios clínicos Autorização concedida por autoridades competentes (p. ex., corpos diretivos) a profissionais para que estes prestem serviços específicos de atendimento médico em organizações. Os privilégios são definidos com base nos seguintes fatores, se aplicáveis: licença, formação, treinamento, experiência, competência, estado de saúde e capacidade de julgamento.

 

Profissionais médicos, profissionais de equipes ou profissionais independentes licenciados Indivíduos que concluíram, com sucesso, processos de credenciamento e receberam privilégios clínicos em alguma organização. Ver também profissional independente licenciado.

 

Profissional Qualquer indivíduo com qualificação para exercer funções relacionadas à assistência médica (médicos, enfermeiros, etc.). De acordo com a lei, os profissionais geralmente devem ser licenciados.

 

Profissional independente Ver profissional independente licenciado.

 

Profissional independente licenciado Qualquer indivíduo autorizado por lei e pela organização a prestar atendimento médico e serviços, sem orientação ou supervisão, dentro do escopo de licenças individuais e dos privilégios clínicos a ele concedidos.

 

Profissional médico independente associado Ver profissional independente licenciado.

 

Regimento Instrumento de gerenciamento que estabelece papéis e responsabilidades dos grupos e de seus membros.

Regimento da equipe assistencial Documento que descreve a estrutura organizacional, os papéis e as responsabilidades da equipe assistencial. Os regimentos são desenvolvidos, adotados e periodicamente revisados pelas equipes assistenciais e aprovados pelos corpos diretivos.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal