FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Remdesivir em Adultos com Covid-19

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado pela Disciplina de Emergências Clínicas Faculdade de Medicina da USP; Médico e Especialista em Clínica Médica pelo HC-FMUSP; Diretor Científico do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente (IBSP); Membro da Academia Brasileira de Medicina Hospitalar (ABMH); Assessor da Diretoria Médica do Hospital Samaritano de São Paulo.

Última revisão: 22/06/2020

Comentários de assinantes: 0

Contexto Clínico

 

Emboravários medicamentos e agentes de investigação aprovados tenham demonstradoatividade antiviral contra infecção porcoronavírus 2 (SARS-CoV-2) in vitro, atualmente não existemterapias antivirais de eficácia comprovada no tratamento de pacientes gravescom COVID-19. O remdesivir (também GS-5734) é um pró-fármaco monofosforamidatode um análogo da adenosina que apresenta amplo espectro antiviral, incluindofilovírus, paramixovírus, pneumovírus e coronavírus. In vitro, oremdesivir inibe todos os coronavírus humanos e animais testados até o momento,incluindo SARS-CoV-2, e mostrou efeitos clínicos e antivirais em modelosanimais de infecções por SARS-CoV-1 e síndrome respiratória do Oriente Médio(MERS-CoV).

 

O Estudo

 

Este é um ensaio clínico multicêntrico, randomizado,duplo-cego, controlado por placebo, realizado em 10 hospitais de Hubei, China.Os pacientes elegíveis eram adultos (idade = 18 anos) internados  com infecção por SARS-CoV-2 confirmada emlaboratório, com intervalo entre o início dos sintomas e a inscrição de 12 diasou menos, saturação de oxigênio de 94% ou menos no ar ambiente ou relação entrepressão parcial de oxigênio arterial e oxigênio inspirado de 300 mmHg ou menose pneumonia confirmada radiologicamente. Os pacientes foram divididosaleatoriamente em uma proporção de 2:1 para remdesivir intravenoso (200 mg nodia 1 seguido por 100 mg nos dias 2 a 10 em infusões diárias únicas) ou nomesmo volume de infusões de placebo por 10 dias. Foi permitido aos pacientes ouso concomitante de lopinavir-ritonavir, interferons e corticosteroides. Odesfecho primário foi o tempo até a melhora clínica até o dia 28, definido comoo tempo (em dias) desde a randomização até o ponto de um declínio de doisníveis em uma escala ordinal de 6 pontos do estado clínico (de 1 = alta para 6= ou alta hospitalar, o que ocorresse primeiro). A análise primária foirealizada na população com intenção de tratar (ITT), e a análise de segurança,em todos os pacientes que iniciaram o tratamento designado. Este estudo estáregistrado no ClinicalTrials.gov, NCT04257656.

Entre 6 de fevereiro de 2020 e 12 de março de 2020,237 pacientes foram incluídos e aleatoriamente designados para um grupo detratamento (158 para remdesivir e 79 para placebo); um paciente no grupoplacebo que se retirou após a randomização não foi incluído na população ITT. Ouso do remdesivir não foi associado a diferença no tempo até a melhora clínica(taxa de risco, 1,23 [IC 95%, 0,87-1,75]). Embora não sejam estatisticamentesignificativos, os pacientes que receberam remdesivir tiveram tempo de melhoraclínica numericamente mais rápido do que aqueles que receberam placebo entrepacientes com duração dos sintomas de 10 dias ou menos (taxa de risco, 1,52[0,95-2,43]). Eventos adversos foram relatados em 102 (66%) dos 155 receptoresde remdesivir versus 50 (64%) de 78 receptores de placebo. O remdesivirfoi interrompido precocemente devido a eventos adversos em 18 (12%) pacientes versus4 (5%) pacientes que interromperam o tratamento com placebo.

 

Aplicação Prática

 

Apesar da esperança com o medicamento, dados seusefeitos in vitro, este ensaio clínico randomizado não demonstra eficáciaem termos do desfecho avaliado (melhora clínica), o que continua sendocompatível com o que vem sendo discutido, que é a necessidade de ensaiosclínicos randomizados para avaliar se efeitos in vitro se traduzem embenefícios in vivo. Além disso, o grupo do remdesivir apresentou maiseventos adversos. Por ora, continuamos sem poder recomendar qualquermedicamento específico para a COVID-19, e ficam restritos os usos aos ambientesde ensaios clínicos.

 

Bibliografia

 

1.            Wang Y et al. Remdesivir in adults with severeCOVID-19: a randomized, double-blind, placebo-controlled, multicenter trial.The Lancet. Published: April 29, 2020

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.