FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "1 Medidas de Prevencao Para Reduzir o Risco de Malaria" obteve 48 resultados.

Página:  de 5

27/10/2009

Biblioteca Livre

1 Medidas de Prevenção para Reduzir o Risco de Malária

...destino a áreas de risco de malária, e incluem: • Informação sobre o horário de maior atividade de mosquitos vetores de malária, do pôr-do-sol ao amanhecer. • Uso de roupas claras e com manga longa, durante atividades de exposição elevada. • Uso de medidas de barreira, tais como telas nas portas e janelas, ar condicionado e uso de mosquiteiro impregnado com piretróides. • ......

Ver Índice

27/10/2009

Biblioteca Livre

3 Quimioprofilaxia e Tratamento Autoadministrado

...terações medicamentosas: Diminuição da concentração plasmática com administração concomitante com metroclopramida, rifampicina, ou tetraciclinas. Poucos estudos com uso por mais de 3 meses; custo elevado Cp = comprimido. *A profilaxia com mefloquina pode ser iniciada uma semana antes da viagem, porém em virtude dos eventos adversos graves ocorrerem habitualmente até a terceira dose, sugere-s......

Ver Índice

07/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Leishmaniose Visceral

...anteriores. A caracterização da área de transmissão é de fundamental importância para o processo de investigação e adoção de medidas e controle. No processo de caracterização do LPI deve-se: • investigar se o paciente se deslocou para áreas endêmicas no período de até 6 meses anteriores ao início dos sintomas; • caracterizar a espécie de Leishmania, se for uma nova área de transmiss......

Ver Índice

05/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Situação Epidemiológica das Doenças Transmissíveis no Brasil

...2009, observou-se nova incursão do ciclo da Febre Amarela silvestre para além das áreas consideradas de transmissão, o que impôs revisão da delimitação das áreas de risco e delineamento de nova tática de imunização, em virtude da possibilidade de reintrodução do vírus amarílico nos ambientes urbanos infestados pelo Aedes aegypti. Contudo, na medida em que a vacina contra Febre Amarela pode provoca......

Ver Índice

05/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Situação Epidemiológica das Doenças Transmissíveis no Brasil

...doenças continuem representando um importante problema de saúde pública, inclusive em países desenvolvidos. Esse cenário reflete as transformações sociais ocorridas a partir da década de setenta, caracterizadas pela urbanização acelerada, migração, alterações ambientais e facilidades de comunicação entre continentes, países e regiões, entre outros fatores que contribuíram para o delineamento do at......

Ver Índice

08/03/2012

Revisões Internacionais

Sarampo, caxumba, rubéola, parvovírus, poxvírus – Martin S. Hirsch, MD

...ssão desse glicoesfingolipídeo nos tecidos ajuda a determinar o tropismo do parvovírus B19.46 Indivíduos sem antígeno P eritrocitário (fenótipo p) são naturalmente resistentes à infecção,47 sendo que a distribuição desse vírus entre os indivíduos infectados está ligada à presença do antígeno P. Uma proteína não estrutural do parvovírus é responsável pela morte das células progenitoras eritroides, ......

Ver Índice

13/11/2012

Revisões

Pré-natal de baixo risco

...furantoína 100 mg, a cada 6 horas, e sulfametoxazol-trimetoprima 1.600/320 mg, a cada 24 horas.18 Na escolha do antibiótico, assim como de qualquer medicamento na gestação, os benefícios e riscos devem ser considerados. O controle deverá ser realizado com a repetição da urocultura uma semana após o tratamento e a cada mês até o parto.17 Na presença de valores entre 10.000 a 100.000 UFC, deve-se ac......

Ver Índice

26/09/2013

Hospitalar

Capítulo 3 – Análise de risco e estabelecimento de metas e objetivos em programas de controle de inf

...stemático e de Modelo para Avaliação de Risco • Desenvolvimento de formas sistemáticas de abordagem de dados • Criação de métodos fáceis para obtenção e apresentação de informações • Transformação de dados qualitativos em dados quantitativos, quando possível • Desenvolvimento de um plano de classificação para determinar as prioridades mais altas • Formação de uma ......

Ver Índice

12/08/2009

Biblioteca Livre

Glossário

...e diretamente do animal. RESERVATÓRIO DE AGENTES INFECCIOSOS (fonte primária de infecção): qualquer ser humano, animal, artrópode, planta, solo, matéria ou uma combinação deles, no qual normalmente vive e se multiplica um agente infeccioso, que depende desse meio para sua sobrevivência, reproduzindo-se de modo tal que pode ser transmitido a um hospedeiro susceptível. RESISTÊNCIA: conjunto de mec......

Ver Índice

23/06/2009

Biblioteca Livre

CAPÍTULO 1 – Vigilância Epidemiológica

...Saúde e ao Ministério da Saúde. Parágrafo único. A ocorrência de agravo inusitado à saúde, independentemente de constar desta relação, deverá também ser notificada imediatamente às autoridades sanitárias mencionadas no caput deste artigo. Art. 2º A definição de caso, o fluxo e instrumentos de notificação para cada doença relacionada no Anexo I desta Portaria deverão obedecer à padronização defin......

Ver Índice

Página:  de 5

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal