FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Capitulo 3 – Sistemas de Informacao em Saude e Vigilancia Epidemiologica" obteve 18 resultados.

Página:  de 2

24/06/2009

Biblioteca Livre

CAPÍTULO 3 – Sistemas de Informação em Saúde e Vigilância Epidemiológica

..., registro de óbitos fetais com causas compatíveis apenas com nascidos vivos e idade incompatível com a doença. A análise dos dados do SIM permite a construção de importantes indicadores para o delineamento do perfil de saúde de uma região. Assim, a partir das informações contidas nesse Sistema, pode-se obter a mortalidade proporcional por causas, faixa etária, sexo, local de ocorrência e resi......

Ver Índice

23/06/2009

Biblioteca Livre

CAPÍTULO 1 – Vigilância Epidemiológica

...orno regular de informações às fontes produtoras, demonstrando a sua contribuição no processo. O conteúdo da informação fornecida deve corresponder às expectativas criadas nas fontes, podendo variar desde a simples consolidação dos dados até análises epidemiológicas complexas correlacionadas com ações de controle. A credibilidade do sistema depende de que os profissionais de saúde e as lideranças ......

Ver Índice

05/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Estrutura para Respostas às Emergências em Saúde Pública

...igilância Epidemiológica 8ª edição revista BRASÍLIA / DF – 2010 Estrutura para Respostas às Emergências em Saúde Pública O novo Regulamento Sanitário Internacional (RSI 2005) incluiu modificações substantivas no capítulo que se refere à vigilância de doenças e riscos, dentre as quais a exigência de notificação das denominadas “Emergências de Saúde Pública de Importância Internacional” de......

Ver Índice

14/05/2013

Qualidade e Segurança

Vigilância para prevenção e controle de infecções

...tervalo entre os dois. A liderança do hospital e os PIs podem estabelecer prioridades com base na aproximação entre as questões atuais e as ideais. Seja qual for o método escolhido pela equipe do hospital para priorizar os riscos de infecção, os PASs devem sentir-se confortáveis com seu uso. Se os membros da equipe não compreendem os processos e os métodos para priorização, é possível que sejam p......

Ver Índice

14/05/2013

Qualidade e Segurança

Vigilância para prevenção e controle de infecções

...s, a infecção não surge até o paciente receber alta do hospital. Por isso, é útil investigar os pacientes em risco por telefone. Durante esses rastreamentos, os PIs podem coletar informações importantes relacionadas à infecção a partir de pacientes que podem indicar a presença de uma infecção. Se o PAS suspeitar da presença de uma infecção, ele pode pedir ao paciente para retornar ao hospital para......

Ver Índice

14/05/2013

Qualidade e Segurança

Redução do risco de infecções por meio de programas de saúde ocupacional

...[†] N. de R. T.: Ou tríplice viral. [‡] N. de R. T.: Em outros países, a data é referente ao ano em que a vacina foi disponibilizada oficialmente nos programas governamentais. [§] N. de R. T.: O vírus varicela-zóster é o mesmo na herpes-zóster e na varicela. Aqui o autor refere-se apenas à varicela. [**] N. de R. T.: Refere-se a organização de estrutura. Redução do risco de infecções por ......

Ver Índice

14/05/2013

Qualidade e Segurança

Redução do risco de infecções por meio de programas de saúde ocupacional

...ep 50:1–52, Jun. 29, 2001. 32. Henderson D.K.: Blood borne pathogen prevention. In Jarvis W.R. (ed.): Bennett & Brachman’s Hospital Infections, 5th ed. Philadelphia: Lippincott Williams & Wilkins, 2007, pp. 701–727. 33. Sebaszco S: Occupational health. In Carrico R. (ed.): APIC Text of Infection Control and Epidemiology, 3rd ed. Washington, DC: Association for Professionals in Infe......

Ver Índice

12/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Sífilis Congênita

...2007 Sífilis Congênita CID 10: A50 CARACTERÍSTICAS CLÍNICAS E EPIDEMIOLÓGICAS Descrição A sífilis é uma doença infectocontagiosa sistêmica, de evolução crônica, sujeita a surtos de agudização e períodos de latência. A sífilis congênita é conseqüente à infecção do feto pelo Treponema pallidum, por via placentária, em qualquer momento da gestação. Sua ocorrência evidencia falhas dos servi......

Ver Índice

02/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Cólera

...ratamento no local onde receber o primeiro atendimento. Proteção individual - seguir as normas de precauções entéricas para casos hospitalizados ou ambulatoriais, com desinfecção concorrente de fezes, vômitos, vestuário, roupa de cama e desinfecção terminal. Orientar os pacientes quanto aos cuidados com fezes e vômitos no domicílio. Confirmação diagnóstica - a equipe de vigilância deve orientar ......

Ver Índice

26/09/2013

Hospitalar

Capítulo 2 – Desenho e avaliação de programas

... com sangue) • Início dos sintomas • Duração da doença • No caso de membros de equipes, classificação funcional e localização da estação de trabalho o Datas e turnos de trabalho de todos os membros de equipes antes do início da doença. Inclua o tempo que trabalharam durante o período sintomático. o Para ter uma visão clara do surto, use mapas das instalações e indique ca......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal