FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Capitulo 3 – Sistemas de Informacao em Saude e Vigilancia Epidemiologica" obteve 18 resultados.

Página:  de 2

24/06/2009

Biblioteca Livre

CAPÍTULO 3 – Sistemas de Informação em Saúde e Vigilância Epidemiológica

...s de alguns órgãos de vigilância epidemiológica de estados e municípios. Seu instrumento de coleta de dados é a Autorização de Internação Hospitalar (AIH), atualmente emitida pelos estados a partir de uma série numérica única definida anualmente em portaria ministerial. Este formulário contém, entre outros, os dados de atendimento, com os diagnósticos de internamento e alta (codificados de acordo......

Ver Índice

23/06/2009

Biblioteca Livre

CAPÍTULO 1 – Vigilância Epidemiológica

...das de controle apropriadas; • promoção das ações de controle indicadas; • avaliação da eficácia e efetividade das medidas adotadas; • divulgação de informações pertinentes. As competências de cada nível do sistema de saúde (municipal, estadual e federal) abarcam todo o espectro das funções de vigilância epidemiológica, porém com graus de especificidade variáveis. As ações ex......

Ver Índice

05/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Estrutura para Respostas às Emergências em Saúde Pública

...oratórios de saúde pública; aperfeiçoamento das estratégias de comunicação de risco; mobilização e articulação dos serviços de saúde com as instituições de ensino e pesquisa do país. Algoritmo 1. Instrumento de decisão utilizado para notificar eventos de relevância internacional para o Regulamento Sanitário Internacional a) de acordo com a definição de casos da OMS. b) a lista de doenças......

Ver Índice

14/05/2013

Qualidade e Segurança

Vigilância para prevenção e controle de infecções

...t Commission Benchmark 8:6, Mar./Apr. 2006. 11. The Joint Commission: Meeting the Joint Commission’s National Patient Safety Goals. Oak Brook, IL: Joint Commission Resources, 2008. 12. Lee T.B., et al.: Recommended practices for surveillance. Am J Infect Control 35:427–440, Sep. 2007. 13. Centers for Disease Control and Prevention: National Healthcare Safety Network (NHSN). www.cdc.gov......

Ver Índice

14/05/2013

Qualidade e Segurança

Vigilância para prevenção e controle de infecções

... é útil investigar os pacientes em risco por telefone. Durante esses rastreamentos, os PIs podem coletar informações importantes relacionadas à infecção a partir de pacientes que podem indicar a presença de uma infecção. Se o PAS suspeitar da presença de uma infecção, ele pode pedir ao paciente para retornar ao hospital para exame e confirmação ou coordenar a atenção no acompanhamento (ver Destaqu......

Ver Índice

14/05/2013

Qualidade e Segurança

Redução do risco de infecções por meio de programas de saúde ocupacional

...s of the Advisory Committee on Immunization Practices (ACIP). MMWR Recomm Rep 54:1–40, Jul. 29, 2005. 14. Fiore A.E., et al.: Prevention and control of influenza; Recommendations of the Advisory Committee on Immunization Practices (ACIP), 2008. MMWR Recomm Rep 57:1–60, Aug. 8, 2008. 15. Bridges C.B., Kuehnert M., Hall C.B.: Transmission of influenza: Implications for control in health care......

Ver Índice

14/05/2013

Qualidade e Segurança

Redução do risco de infecções por meio de programas de saúde ocupacional

...Assim, ela deve ser administrada a todas as pessoas não imunes que têm contato regular com sangue ou substâncias do corpo. · Sarampo, rubéola e caxumba (MMR[†]). Essas três doenças são um risco para PASs, porque os pacientes infectados vão ao hospital quando estão muito doentes, podendo contaminar outras pessoas. Embora o sarampo seja o mais frequente dos três, a rubéola pode ter consequênc......

Ver Índice

12/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Sífilis Congênita

...s na criança. Sabe-se que a taxa de transmissão vertical da sífilis, em mulheres não tratadas, é superior a 70% quando estas encontram-se nas fases primária e secundária da doença, reduzindo-se para 10% a 30% nas fases latente ou terciária. Período de Incubação Na sífilis adquirida, é de cerca de 21 dias a partir do contato sexual infectante. A criança com sífilis congênita ao nascimento pode......

Ver Índice

02/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Cólera

...ento, monitorar e adotar medidas de controle da doença, conferindo maior agilidade ao processo diagnóstico, aumentando a sensibilidade do sistema de detecção de casos, diminuindo os custos operacionais do laboratório e liberando-o para o desempenho de outras atividades. Esse tipo de diagnóstico é feito por meio da avaliação de um caso suspeito, no qual são correlacionadas variáveis clínicas e epi......

Ver Índice

26/09/2013

Hospitalar

Capítulo 2 – Desenho e avaliação de programas

...s procedimentos formais envolvem, no mínimo, a participação dos seguintes departamentos nas atividades de prevenção e controle de infecções: serviços clínicos; serviços de alimentação; serviços de limpeza, manutenção e lavanderia; serviços de hotelaria (p. ex., salões de beleza); atividades de residentes; e saúde das equipes Esse elemento de desempenho, que se aplica somente a organizações de tra......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal