FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Capitulo 3 – Sistemas de Informacao em Saude e Vigilancia Epidemiologica" obteve 18 resultados.

Página:  de 2

24/06/2009

Biblioteca Livre

CAPÍTULO 3 – Sistemas de Informação em Saúde e Vigilância Epidemiológica

... dos instrumentos de coleta (fichas e declarações) para implantação e utilização em computador – disponibilizados pela Secretaria de Vigilância em Saúde. A utilização dos sistemas de informações de saúde e de outras fontes de dados, pelos serviços de saúde e instituições de ensino e pesquisa, dentre outras, pode ser viabilizada via Internet, propiciando o acesso a dados nas seguintes áreas: •......

Ver Índice

23/06/2009

Biblioteca Livre

CAPÍTULO 1 – Vigilância Epidemiológica

... da totalidade de casos (notificação universal) para o desencadeamento das estratégias de intervenção, pois isto se vincula à apresentação clínica e epidemiológica das doenças e agravos e, principalmente, aos instrumentos de controle disponíveis e indicados para cada situação específica. Para intervir em determinados problemas de saúde pode-se lançar mão de sistemas sentinelas de informações capaz......

Ver Índice

05/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Estrutura para Respostas às Emergências em Saúde Pública

...icação do instrumento de decisão para avaliação e notificação de eventos que possam constituir emergências de saúde pública de importância internacional I. O impacto do evento sobre a saúde pública é grave? 1. O número de casos e/ou o número de óbitos para esse tipo de evento é alto para aquele local, tempo e população determinados? 2. O evento tem potencial para causar um grand......

Ver Índice

14/05/2013

Qualidade e Segurança

Vigilância para prevenção e controle de infecções

...a coleta de dados. É essencial ter definições padronizadas para cada medida de dados a fim de que todos os PASs possam compreendê-las.10 A aplicação sistemática de definições previamente acordadas ao processo de coleção de dados ajuda a garantir que os PASs estejam fazendo a coleta de dados, que possam ser comparados a outros dados durante a fase de análise. Por exemplo, se os PASs estão coletand......

Ver Índice

14/05/2013

Qualidade e Segurança

Vigilância para prevenção e controle de infecções

...da. Ela possui uma linha que lista o número de infecções por local do corpo e o patógeno para cada unidade de assistência ao paciente.6 Após completar um quadro inicial de infecções, o PI deve ter uma boa ideia da localização dos problemas de infecção no hospital. Os resultados mostrarão as áreas nas quais a análise deve se concentrar. Quando analisar os dados, os PIs devem considerar o uso de mé......

Ver Índice

14/05/2013

Qualidade e Segurança

Redução do risco de infecções por meio de programas de saúde ocupacional

...cluindo HIV, HBC e HCV, e recomenda a profilaxia pós-exposição com uma combinação dos medicamentos mais eficientes.31 Independentemente do tipo de exposição, a próxima etapa é o acompanhamento de longo prazo, que deve ser feito por um especialista.1 Quando a exposição envolve feridas, perfurações ou outras áreas da pele que tiveram contato direto com sangue ou fluidos corporais potencialmente inf......

Ver Índice

14/05/2013

Qualidade e Segurança

Redução do risco de infecções por meio de programas de saúde ocupacional

...os saudáveis.15,16 A Joint Commission exige que os hospitais estabeleçam um programa para vacinação contra gripe, incluindo a sazonal e a H1N1 (ver Destaque 3.1). Além da Joint Commission, várias outras organizações voltadas para a área da saúde recomendam imunizações para PASs, incluindo o CDC, a Society for Healthcare Epidemiology of America (SHEA), a Association for Professionals in Infection C......

Ver Índice

12/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Sífilis Congênita

...nosa, a cada 12 horas (nos primeiros 7 dias de vida) e a cada 8 horas (após 7 dias de vida), durante 10 dias; ou penicilina G procaína 50 mil UI/kg, dose única diária, via intramuscular, durante 10 dias; • A2 – se houver alteração liquórica, o tratamento deverá ser feito com penicilina G cristalina[1], na dose de 50 mil UI/kg/dose, via intravenosa, a cada 12 horas (nos primeiros 7 dias de vi......

Ver Índice

02/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Cólera

...transporte e terminais portuários, aeroportuários, rodoviários e ferroviários; • promover medidas que visem à redução do risco de contaminação de alimentos, em especial no comércio ambulante; • definir procedimentos com vistas a garantir a qualidade dos processos de limpeza e desinfecção, em especial para serviços de saúde e área de preparo de alimentos; • promover atividades de ......

Ver Índice

26/09/2013

Hospitalar

Capítulo 2 – Desenho e avaliação de programas

.... 2001. 9. Garner J.S., et al.: CDC definitions of nosocomial infections. In Olmsted R.N. ed.: APIC Infection Control and Applied Epidemiology: Principles and Practice. St. Louis: Mosby, 1996: pp. A-1-A-20. Available at www.apic.org/Content/NavigationMenu/PracticeGuidance/SurveillanceDefinitionsReportsand Recommendations/Surveillance_Definit.htm (acessado em 24/09/2005). 10. Horan T.......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal