FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Caso 2" obteve 2340 resultados.

Página:  de 234

27/01/2015

Casos Clínicos

Caso Clínico – Qual o diagnóstico hematológico deste caso?

...- Cr: 0,6 mg/dL; - Na: 139mEq/L; - K: 4,0 mEq/L; - Glicemia: 118 mg/dL; - Hb 6,3g/dL; Ht: 19,2%; VCM: 88; HCM 29; - Reticulócitos: 6,97 % (de 0,5 a 2,5%); - Leucócitos: 10,38 mil/mm³ (82% de neutrófilos) - Plaquetas: 94 mil; - VHS: 77mm - Albumina: 3,3g/dL; - DHL: 245 U/L; - Bilirrubina Indireta: 0,13 mg/dL; - Tempo de Trombina: 48 segundos; - Tempo de Protrombina (INR): 1,83; - T......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...posta imunológica; uso de sangue ou seus derivados - recomenda-se que as pessoas só sejam vacinadas após 3 meses da data da transfusão; vigência de doenca aguda febril grave, para que sinais e sintomas agravados não sejam atribuídos ou confundidos como efeitos adversos da vacina. Durante a gravidez de maneira geral, não se recomenda a administração de vacinas de vírus vivo atenuados. As mulheres g......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...contato com caso suspeito. Aquelas coletadas após 28 dias são consideradas tardias, mas, mesmo assim, devem ser aproveitadas e encaminhadas ao laboratório de referencia estadual para a realização da pesquisa de IgM. É importante ressaltar que resultados não reagentes para IgM não descartam a possibilidade de infeccao recente pelo vírus da Rubéola. Não está indicada, na rotina do pré-natal, a reali......

Ver Índice

12/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Sarampo

...tc.), alcançando crianças de 12 meses até menores de 12 anos, não vacinadas na rotina e nas campanhas de multivacinação e de seguimento, especialmente as que vivem nas áreas urbanas e rurais de difícil acesso e que, geralmente, não são trabalhadas pelos serviços de saúde. Campanhas de multivacinação – as campanhas de multivacinação, que acontecem duas vezes ao ano, são excelentes oportunidades......

Ver Índice

08/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Raiva

...cos da Epidemiologia e Controle da Raiva Animal • Casos surgidos após 90 dias de intervenção caracterizam novos focos. • A concomitância de casos dispersos em um município, considerando a baixa notificação, pode caracterizar uma epizootia. • A persistência de casos animais, apesar da existência de intervenções, faz pensar na falta de qualidade e eficácia das medidas sanitárias ou......

Ver Índice

07/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Leishmaniose Visceral

...erada/intensa, a presença do vetor e a dispersão da população do vetor no município devem ser conhecidas, o que permite melhor direcionamento das ações de controle (vetor e reservatório). Caso estas informações não sejam possíveis, é indicado priorizar o levantamento entomológico. Destaque-se que o controle químico nestas áreas deverá ser programado para o período propício do aumento do vetor. ......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Hanseníase

...rograma Nacional de Eliminação da Hanseníase são: • eliminar a hanseníase como problema de saúde pública até 2005, descentralizando os serviços de diagnóstico e tratamento para a rede básica de saúde, ampliando o acesso e promovendo a universalização da cura. • ampliar o acesso ao diagnóstico e tratamento nos municípios de maior endemicidade, para acelerar o processo de eliminação da h......

Ver Índice

11/05/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos  (Livre)

...ovável · Realizar avaliação médica e confirmar antecedentes de viagens internacionais. · Utilizar equipamentos de proteção individual conforme orientações no Item VII, 2. · No caso suspeito, realizar a coleta de amostras para investigação, conforme orientações no Item VI, deste documento. · Internar o paciente em isolamento respiratório, conforme Item VIII. · Tratar o......

Ver Índice

28/06/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos - versão 5

... Maiores informações acesse www.anvisa.gov.br. VIII. MEDIDAS DE PREVENÇÃO E CONTROLE 1. Medidas gerais As medidas de prevenção e controle que devem ser adotadas, baseadas em intervenções não farmacológicas, para reduzir o risco de adquirir ou transmitir doenças agudas de transmissão respiratória, incluindo o novo vírus influenza A(H1N1), são: • Higienizar as mãos com água e sabonet......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Difteria

...ência nacional, para estudos moleculares e de resistência bacteriana a antimicrobianos. • Acompanhar a tendência da doença, para detecção precoce de surtos e epidemias. Definição de Caso Suspeito Toda pessoa que, independente da idade e estado vacinal, apresenta quadro agudo de infecção da orofaringe, com presença de placas aderentes ocupando as amígdalas, com ou sem invasão de outras ......

Ver Índice

Página:  de 234

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal