FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Caso 5" obteve 2336 resultados.

Página:  de 234

27/01/2015

Casos Clínicos

Caso Clínico – Qual o diagnóstico hematológico deste caso?

... geralmente insuficientes para corrigir completamente o quadro. Os tempos de coagulação se tornam prolongados e o potencial para hemorragias aumenta. A CIVD crônica pode se desenvolver quando o sangue é contínuo ou intermitente exposto a pequenas quantidades de fator tecidual (ou outras substâncias pró-coagulantes). Os fatores de coagulação e as plaquetas são consumidas, mas a produção é capaz d......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...com início entre o 5º e o 12º dias após a vacinação e duração média de 1 a 2 dias, podendo chegar até 5 dias; - exantema que dura de 1 a 2 dias, sendo geralmente benigno, e que surge entre o 7º e o 10º dias, após a administração da vacina; - cefaleia ocasional, irritabilidade, conjuntivite ou manifestações catarrais observadas, entre o 5º e o 12º dias após a vacinação; - linfaden......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...INISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância Epidemiológica 8ª edição revista BRASÍLIA / DF – 2010 Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita CID 10: B06 e CID 10: P35.0 RUBÉOLA Aspectos Clínicos E Epidemiológicos Descrição Doenca exantemática viral aguda, caracterizada por febre baixa e exantema maculopapular, que se inicia na face, couro cabelud......

Ver Índice

12/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Sarampo

...eumonia. Na década de 80, ocorreu um declínio gradativo no registro de óbitos por esta doença, passando para 15.638 mortes. Essa redução foi atribuída ao aumento da cobertura vacinal e à melhoria da assistência médica ofertada às crianças com complicações pós-sarampo. Na década de 90 ocorreram 822 óbitos por sarampo, ou seja, uma redução de cerca de 95% dos registrados na década anterior (Figura 2......

Ver Índice

08/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Raiva

... Cultivo Celular São vacinas mais potentes, seguras e isentas de risco. São produzidas em cultura de células (diplóides humanas, células Vero, células de embrião de galinha, etc.) com cepas de vírus Pasteur (PV) ou Pittman-Moore (PM) inativados pela betapropiolactona. São apresentadas sob a forma liofilizada, acompanhadas de diluente; devem ser conservadas em geladeira, fora do congelador, na tem......

Ver Índice

07/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Leishmaniose Visceral

...áreas. Através da análise epidemiológica realizada em cada estado ou município, os profissionais de saúde poderão identificar e classificar as diferentes áreas aqui apresentadas e a partir delas adotar as recomendações propostas para a vigilância, monitoramento e controle da leishmaniose visceral. Para as áreas de transmissão foi utilizado um indicador (média de caso nos últimos 5 anos), tendo c......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Hanseníase

...Tipo 2 nas seguintes situações: » mulheres em idade fértil; » comprometimento neural; » irite ou iridociclite; » orquiepididimite; » mãos e pés reacionais; » nefrite; » eritema nodoso necrotizante; » vasculite (fenômeno de Lúcio). Deve-se levar em consideração a gravidade intrínseca de cada quadro clínico e a necessidade de outras medidas terapêuticas, t......

Ver Índice

11/05/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos  (Livre)

...ou no ambiente de trabalho, durante o período de transmissibilidade, 1 a 7 dias após o início dos sintomas. · Caso o contato não apresente sinais e sintomas, orientá-lo para realizar Quarentena Domiciliar Voluntária e realizar o monitoramento clínico diário, por telefone, durante 10 dias a partir da data do último contato com o paciente. · Caso o contato apresente sinais e sintomas de ......

Ver Índice

28/06/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos - versão 5

...s III. Definições 1. Definições de casos 2. Definição de contato próximo aos casos suspeitos ou confirmados IV. Medidas de manejo dos casos nos serviços de saúde V. Transporte de casos VI. Coleta de amostras clínicas para diagnóstico laboratorial VII. Tratamento com Oseltamivir VIII. Medidas de prevenção e controle 1. Quarentena domiciliar voluntária 2. Isolamento domiciliar 3. Isolamen......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Difteria

...tamente ao laboratório, em temperatura ambiente. • Na impossibilidade do encaminhamento imediato, incubar os tubos em estufa a temperatura de 37ºC, por um período máximo de 24 horas, e encaminhá-los, em seguida, em temperatura ambiente. ANEXO 3 – Ficha de Encaminhamento de Espécime Clínico para Cultura de Corynebacterium diphtheriae SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO Const......

Ver Índice

Página:  de 234

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal